::Frutas e legumes::

Quer ver um alemão plantar dois grandes olhos em sua direção? Comece a descascar uma laranja como a descascamos no Brasil (e de preferência mostre toda a sua habilidade em conseguir descascar a laranja de uma vez só, dando giros sem parar…) e depois corte-a como quiser, no meio, fazendo “tampinha” ou “cisterninha”. Por fim, comece a apreciar seu sabor… Os alemães vão com certeza fazer algum comentário, pois essa maneira de comer laranja não existe por essas bandas, é muito nossa, é muito Brasil.

A lista de diferenças, só na questão frutas, é grande. Outro exemplo é o abacate: nunca vi ninguém aqui comer abacate como eu comia na minha infância: só partia o abacate no meio, tirava a semente do meio, colocava algumas colheres de açúcar e… mandava ver! Ou fazia uma deliciosa batida de abacate. Hummmmmmmmmm! Repeti essas duas tradições ontem à tarde e fiquei pensando como as diferenças culturais tocam em cada parte da vida da gente. Abacate aqui é usado principalmente em comida de sal, como por exemplo em saladas. E, contrariando nossa expectativa, já que só o conhecemos como comida doce, misturado a comida de sal ele fica também muito gostoso!

O fato é que fruta aqui é super cara e muitas vezes não tem gosto de nada. Mas eu só como fruta quando tem gosto de fruta, não vai ser pela aparência de uma manga que vou comê-la tendo que lembrar nesse momento do verdadeiro sabor de uma manga… Por isso, desenvolvi duas estratégias, que queria dividir com vocês, para conseguir comer frutas e legumes na Alemanha com gosto de comida de verdade.

Primeiro, cheire tudo antes de comprar. Isso, cheire. Eu nunca compro laranjas ou tomates sem cheirar. E quase sempre dá certo. Se o tomate não cheira a tomate, seu gosto vai ser de “isopor”…. E se a laranja não tem cheiro de laranja, ela também não vai ter gosto nenhum. Outro dia achei uma laranja espetacular e comprei uma caixa de 5 quilos, que para minha felicidade estava em oferta. Comi tudo, voltei lá e comprei outra caixa. Em uma semana comemos 10 quilos de laranja, do jeito que comia na roça da minha avó, uma atrás da outra. Mas isso é exceção: é difícil achar aqui frutas gostosas pra comer e que sejam compráveis.

Segundo: se possível, não compre suas frutas e legumes no supermercado, vá a uma feirinha, de uma olhada onde há qualidade. Neste caso, è melhor comprar menos e melhor do que comer um monte de coisas sem gosto.

Terceira e “grande” dica: há em muitas cidades alemãs um sistema de venda de cestas e legumes, aqui na minha região ele se chama “Grüne Kiste” (cesta verde). Em Munique, segundo minha irmã, ele se chama “Öko Kiste” (cesta ecológica). Eu entrei nesse sistema há algumas semanas e desde então recebo aqui na porta de casa uma seleção de frutas e legumes da estação vindos de uma fazenda da região e totalmente sem agrotóxicos, de produção totalmente controlada. Eu posso escolher o que não gostaria de receber de jeito nenhum e se gostar muito de algo, posso pedir pra receber toda semana. Comecei a experimentar legumes que não conhecia ou não tinha o costume de preparar e passei a comer com muito mais satisfação, pois um alface tem gosto de alface, uma banana tem gosto de banana e por aí vai. Mas como tudo na vida, essa cesta também tem seu preço. De qualquer maneira, optei por qualidade e penso que podemos gastar nosso dinheiro só uma vez. Optei gastá-lo com boa comida, ao invés de mais tarde com remédios.

Bom, é isso aí. Bom apetite!

Tags: , , ,

6 Respostas to “::Frutas e legumes::”

  1. JOICE OLIVEIRA BATISTA Says:

    MUITO BJOS PARA TODOS DAI

  2. Marcia Says:

    Adoro seu blog! Quero ver se consigo comprar seu livro agora que estou na Alemanha. Anteontem ouvi uma pergunta da operadora de caixa sobre o mamão papaya que comprei: “tem gosto de melão?” Gente! Como as culturas são diferentes! Como explicar pra mulher com o que se parece o gosto de um mamão?!

    • Sandra Santos Says:

      Oi Marcia,
      Agradeço pelo contato!
      Realmente as culturas são bem diferentes, e vale a pena entender a daqui sem perder nossa identidade.
      Acabo de lhe enviar um e-mail.
      Um beijo,
      Sandra

  3. Helenice Says:

    olá Sandra! Eu também sou mineira mas no momento estou morando em Sc, Me casei com um alemão e estou planejando viajar para a Alemanha… Eu estou adorando seu blog, ajuda muito pra quem tem planos de viajar pra aí. Tenho muitas duvidas, por exemplo quanto tempo mais ou menos estudar alemão pra nao passar aperto aí, e estou fazendo psicologia e o que precisa ser feito para o diploma ser reconhecido aí… Tantas duvidas… se vc souber de algo… sou da região do vale do aço em Ipatinga!

    • Sandra Santos Says:

      Oi Helenice,
      Com relação a reconhecimento de diploma, veja o site seguinte: http://www.anerkennung-in-deutschland.de.
      Sugiro a leitura do meu livro, o Mineirinha n’Alemanha. Leia sobre ele no link “sobre o livro”. Posso enviar pra sua casa.
      Estudar alemão é tarefa pra vida toda, mas depois de um ano bem intensivo já dá pra ir se virando aos pouquinhos. Pra aprender bem mesmo leva alguns anos.
      Um beijo e tudo de bom,
      Sandra

  4. Grasiela Says:

    Bom dia! Sou brasileira e recentemente vim morar na Alemanha. Fiquei muito interessada em saber qual o contato dessa cesta de frutas sem agrotóxico que você pede e chega em casa. Muitoooo obrigada. Beijos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: