::Carnaval na Alemanha::

Hoje acabou o carnaval e para o alemão o período carnavalesco sempre começa no dia 11.11 às 11:11 horas. No meio da semana passada a cidade onde moro ficou lotada, todos estavam tradicionalmente fantasiados de branco com lenços vermelhos e com a cara pintada de branco. É o carnaval de rua, tradição daqui.

Minha filha vai pra escola também fantasiada, pois o carnaval também é comemorado dentro das escolas. Este ano ela foi de cowgirl, ano passado ela se fantasiou de bruxa com o rosto bem pintadinho de preto, boca, olhos e uma aranha com teia na bochecha. Eu tinha comprado pra ela de segunda mão uma fantasia muito bonita, costurada em casa por uma outra mãe zelosa. Esse ano consegui uma fantasia linda no e-bay, por sorte! No meio da manhã as crianças são “libertadas” pelos blocos carnavalescos, que passam de escola em escola para que os professores e os alunos saiam de férias escolares e entrem no ritmo de carnaval.

Esse ano eu invariavelmente não estava animada com carnaval e só comemorei com meus colegas de trabalho na quinta-feira, que aqui se chama “Schmotzige Dunschtig” (quinta-feira suja). Na empresa, antes recebíamos a visita de grupos carnavalescos da redondeza, agora costuma haver uma festinha com comes & bebes a partir das 11h da manhã e uma parte dos funcionários vão a rigor, fantasiados. Neste dia, pode-se cortar a gravata do gerente geral, talvez porque neste dia ele não manda nada, os que mandam são os carnavalescos.

O carnaval não existe na Alemanha toda. Quando morava no norte do país, só constatava que era mesmo época de carnaval através dos noticiários. Algumas das maiores regiões em termos de carnaval são a cidade de Colônia e o sul da Alemanha. O carnaval aqui no sul é levado muito a sério e as pessoas chegam a planejar muito e a gastar fortunas com as fantasias, que são muitas vezes também bastante pesadas (máscaras ou a completa fantasia de vários materiais como tecido, feltro, pele de animais ou até completamente de madeira, com peso de até 20-25 kgs.). A maioria das máscaras mostram caras bastante feias, o que explica a origem do carnaval daqui, de querer afugentar o inverno.

Para um brasileiro, pode-se dizer que existem dois grandes problemas para participar da festa: o frio (e muitas vezes ainda acompanhado de um vento forte, que faz com que o frio piore e muito!) e o ritmo das músicas, se é que aquilo pode ser chamado de ritmo. Como estou na fronteira com a Suíça, já constatei que os suíços conseguem fazer música com um pouco mais de ritmo, mas a batida alemã deixa muito a desejar…

Eu, como nunca gostei muito de carnaval, participo pouco ou quase nada das festividades. Aqui o povo diz “Narri, narro” quando se vê, para se cumprimentar. É engraçado sair de manhã pro trabalho e dar de cara com um urso polar ou uma bruxa, um monstro ou sei lá mais o que pelas ruas da cidade. O carnaval acontece não só nas ruas, mas também há bailes muito tradicionais e a festa rola solta!… Nos desfiles, quando os blocos carnavalescos passam, eles também cumprimentam o público, fazem algumas brincadeiras, distribuem balas para todas crianças e ainda sobra muita guloseima para os adultos. Não há como negar que principalmente para as crianças o carnaval é uma época mágica em que elas podem entrar no mundo da fantasia e teatralizar suas vidas, representando vários papéis diferentes. Narri, narro!

Anúncios

Tags: , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: