::Estado do Imigrante::

Falando bem resumidamente sobre a palestra de domingo, o Rui descorreu sobre a questão de que somos 4 milhões de brasileiros no exterior e praticamente pouco mais de 100 mil votam para presidente, uma vez que o voto só é possível com a presença física do eleitor nas embaixadas e consulados brasileiros. Comentaram que há uma nova lei onde só permitida a retirada de novo passaporte junto a órgãos representativos do Brasil no exterior para brasileiros cuja situação eleitoral esteja regularizada, sendo que a regularização só pode ser feita no Brasil… Este é um exemplo de que temos consulados e embaixadas que representam nosso país e funcionam como grandes cartórios do Brasil no exterior, mas os mesmos não se sentem responsáveis por reivindicações dos brasileiros no exterior. Não temos representação política dentro do Brasil, apesar do grupo de brasileiros no exterior enviar 8 bilhões de dólares de divisas todos os anos para o país. E isso tem que mudar. O Rui propõe a criação de uma representação de emigrantes diretamente em Brasília, para atuar politicamente em nome dos brasileiros vivendo fora do Brasil, a fim de que tenhamos porta-vozes de peso no centro do poder que defendam nossos interesses. Para ampliar a discussão da idéia entre grupos organizados de brasileiros no exterior, ele está disposto a oferecer palestras itinerantes acerca do tema. Quem tiver interesse em contactá-lo, deve acessar o site do Estado do Imigrante aqui ou um vídeo bastante esclarecedor aqui.

Anúncios

Tags: , , , , , ,

4 Respostas to “::Estado do Imigrante::”

  1. Ciça Says:

    Seria uma maravilha se essa ideia desse certo! Mas o povo nao arruma lá, vai arrumar com nó saqui

  2. Sandra Says:

    Oi Ciça,

    E é por isso mesmo que a proposta do projeto seria de nós próprios termos o direito de escolher representantes migrantes para irem a Brasilia para lutar por nossos direitos. Pois só um de nós saberia repassar nossas reinvidicacoes por já ter vivido como um brasileiro no exterior.

    Um beijo,

    Sandra

  3. grace olsson Says:

    oI,

    Acho dificil isso evoluir. O brasileiro, apesar da visao de “amigos para sempre” que nos acompanha, é ainda, muito individualista.

    Li sobre vc lá no expatriados.
    dias felizes e parabéns pelo livro.

  4. Sandra Says:

    Oi Grace,

    A esperanca é a última que morre! Acho que a proposta é uma opcao válida de articulacao, pois somos um grande grupo com poder aquisitivo e portanto deveríamos ter voz política.

    Obrigada pela visita e volte sempre.

    Um abraco,

    Sandra

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: