::Homenagem ao rei do pop::


Ontem à noite, quando eu fiquei sabendo que o Michael Jackson tinha provavelmente morrido e os noticiários ainda estavam se contradizendo quando a este fato, minha amiga Ceci, que eu estava visitando, foi logo dizendo que hoje ela acharia um texto sobre ele no meu blog, e de princípio eu neguei isso. Então, você acertou, Ceci, pois eu mudei de ideia!

É que logo ao deixar a sua casa e voltar pra casa de carro, comecei a ouvir as músicas dele nas rádios alemãs, que até agora continuam tocando Michael Jackson sem parar, e com as músicas foram chegando na minha memória recordações de várias décadas da minha vida. “Do you remember?” Quando ele fez sucesso com “Thriller” (quem não tinha aquele LP naquela época?… acho que todo mundo tinha um!), eu estava entrando na puberade, as primeiras descobertas ligadas ao sexo oposto, as primeiras festinhas (né, Lu?). „You rock my world!“ Quantas vezes eu já dancei as músicas dele?!? Meu Deus, foram muitas e muitas e muitas!… Eu tive o privilégio de crescer ouvindo música do Michael Jackson, do Queen, da Madonna, do Cazuza, do Legião Urbana… Minha geração cresceu ouvindo música de artistas únicos, e cada um deles traduziu a música de uma forma para o mundo.

Para mim o Michael Jackson é um artista único, mesmo sendo controverso, pois tinha o ritmo nas veias e foi uma pessoa que utilizou a música não só para divertir as pessoas, como também para informar e advertir. Tudo que ele tocou em termos musicais, virou ouro. Acho que não conheço nenhuma música dele que tenha sido ruim, pois ele tinha dom para escolher o “beat” correto, com direito aos gritinhos e aos giros ao dançar, não deixando de lado o leve toque nos genitais, outra marca pessoal e instransferível dele.

Ao escrever estas linhas, estou feliz por ele. Acho que agora ele está bem melhor, onde quer que ele esteja. Uma pena não tê-lo visto uma vezinha que fosse ao vivo! Sua vida foi marcada de muito trabalho, pois ele trabalhou desde os 5 anos de idade, de muito prazer com a música, com certeza, mas também certamente de muitas dúvidas quanto a quem era ele, como ele deveria ser para se amar e se aceitar como era, tendo nascido negro e morrido branco, e uma busca incansável para melhorar o mundo, para fazer dele um melhor lugar de se viver, para fazer as pessoas pensarem umas nas outras e na ecologia. E é para isso que a música existe, para confortar os corações de todas as “cores” e “raças”, “and don’t matter if you’re black or white“… para traduzir os mais sublimes sentimentos neste mundo, que são todos universais e parte da vida de cada um de nós, não importa de onde quer que seja que viemos, nem para onde vamos.

Lebe wohl (decanse em paz), Michael! 29.08.1958 – 25.06.2009 “You’re not alone!

Anúncios

9 Respostas to “::Homenagem ao rei do pop::”

  1. Liza Says:

    Ei Sandra!
    Realmente a música dele marcou a nossa geracao, agora em relacao a morte dele penso que ele finalmente encontrou a paz que nao conseguiu encontrar na vida. Uma pena ter deixado filhos pequenos.
    Beijos e tenha um lindo fim de semana!
    Liza

  2. Silvia Says:

    Foi muito chocante mesmo a morte dele.

  3. ceci Says:

    oi Sandrinha, lembro da sua cara na hora que te falei da provável morte de MJ e eu tambem nao acreditava quando a Celle falou. Mas tive a certeza que se fosse verdade estaria no blog da Mineirinha 😉 pois é ele marcou muito minha adolescencia também. Até chorei vendo um show dele com a marcelle na sexta-feira, lembrei das danças na escola, dos amigos da época, do primeiro beijo e de tanta coisa que eu ja tinha esquecido. Há muitas músicas dele que marcaram muitos momentos lindos da minha vida, por isso: brigada MJ e descanse em paz!

    • Sandra Santos Says:

      Ei Ceci,
      Eu também vi um show dele na sexta… E senti tanto por nao ter tido a oportunidade de ve-lo ao vivo! Depois fiquei chocada com as últimas imagens dele, em como ele estava frágil e como ele tinha se transformado somente em uma máscara de si mesmo… Realmente foi melhor pra ele. Ele deve ter se encontrado com os grandes da música lá em cima…
      Vc me manda o texto que combinamos?
      Um beijo no coracao,
      Sandra

  4. Carla Says:

    Sabe o que Sandra? Acho que ele nao era mesmo desse mundo!

    Bjinhos,

  5. C.A.Margonper Says:

    Eu tenho tanta pena que ele tenha morrido. 😦

    Ele era um ser especial, vindo de um lugar especial e que esteve aqui apenas de passagem, mas o pouco que andou por cá vale agora por toda a eternidade. Agora só o podemos ver nas estrelas.

    • Sandra Santos Says:

      Concordo com vc, mas nao tenho pena de que ele tenha morrido! Acho que lá, onde quer que seja que ele estiver agora, ele está bem melhor. É como disseram ontem na cerimonia do sepultamento dele: agora ele vive em dois lugares ao mesmo tempo, pois deixou aqui na Terra uma marca muito forte e se tornou imortal.
      Um beijo,
      Sandra

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: