::40 dias de dor de cabeça::

Faltam só 40 dias pra eu sair dali, tô contando nos dedos. Relembro cada coisa boa, as amizades que fiz, aprendi pra caramba, mas o finalzinho está sendo muito “inho”. Desde a semana passada uma das minhas reações psicosomáticas está me deixando praticamente sem conseguir pensar a partir de umas 11 horas da manhã: uma dor de cabeça bem chatinha, daquelas que te põe um pouco tonta e te tira toda a capacidade (já não muito grande) de concentração. Eu me sinto como se estivesse em uma cela, rabiscando na parede aqueles pauzinhos, sempre 4 com um risco horizontal (uma semana a menos, ufa!). Ao mesmo tempo me faltam forças para me candidatar para outro emprego, enquanto sonho com algo próprio. Desde que descobri que há 5 anos atrás foi a última vez que tive tempo “E” dinheiro para ir ao Brasil por mais do que por 3 semanas, enfiei na cabeça que vou tirar umas férias e fico achando que nenhuma empresa vai ter compreensão com uma viagem no começo de um contrato. Se bem que… na empresa onde trabalho aconteceu exatamente isso: mudei de emprego, o chefe sabia que eu já estava com passagem comprada pro Brasil, e acabamos acertando que eu iria uma semana para São Paulo para ajudá-lo a fazer pesquisa de mercado. E se eu achasse outro chefe feito aquele? E se eu lesse as ofertas de emprego que acho com um pouquinho mais de animação? Talvez eu esteja me impedindo de conseguir algo legal, simplesmente por não tentar. É, isso pode ser. Remédio: tirar fotos, arrumar meus papéis, encontrar no fundo do meu ser a pessoa que não deixa a peteca cair (e se deixar, pega a peteca rapidinho sem que os outros percebam). Ai, preciso de umas férias!…

Eu adorava ler o blog de uma brasileira que morava sozinha em Londres, ela tinha um emprego e uma vida bárbaros, super badalada, mas vivia na base do Prozac. Ela escrevia maravilhosamente bem e foi com ela que conheci o mundo dos blogs, lá pelos idos de 2003 (sim, estou ficando velha!). Um dia eu entrei no blog dela e ele tinha desaparecido. Ela apagou tudo, uma pena mesmo. Pois ela vivia dizendo que toda pessoa morando no exterior deveria ter um “botão mãe”. Deu problema? Aperta no botão. Tá em dúvida? Idem. Quer um conselho? Nada como o tal botão! Ai, como uma mãe perto da gente faz falta, né? Então dá licença, eu vou ali apertar o botão (do telefone) e ligar pra mamãe!

Anúncios

Tags: , , ,

6 Respostas to “::40 dias de dor de cabeça::”

  1. Eve Says:

    Moça, dê-se o tempo que precisa. Permita-se.
    É desse tempo que vc precisa para renascer. Precisa de férias? Tire-as. E as coisas acontecem cada uma a seu tempo.
    Acredite. Aprendi isso.
    Bjs!!!

  2. Laudenice Says:

    Sandra, querendo um ouvido amigo eh soh me ligar. Eu passei um ano escrevendo candidatura pra emprego e sei bem que motivacao eh importante e dificil. E se vc estah precisando de uma pause, tire a pause, volte com garra e forca pra seguir em frente. beijoxas

    • Sandra Santos Says:

      Ei Lau,
      Como vai o baby? 😉
      Sim, motivacao e gostar da gente independente do que tá rolando “lá fora” é essencial! Obrigada pela oferta, vou usufruir dela quando precisar.
      Um beijo,
      Sandra

  3. Meire Bagoli-Alemanha Says:

    A gente passa a vida toda estudando, trabalhando e depois recebe uma proposta e joga tudo para o alto, ai pensa tudo que eu precisava para mudar de vida. Sempre deixei os meus filhos na escolinha desde os 6 meses para que? Ai os filhos crescem e precisam ir para a escola de grandes, ai a gente tem que contratar uma empregada. E a vida do nossos filhos vão passando. Hoje graças a Deus tenho o que preciso, pode não ser muito, mas é o que preciso para ser feliz e participar da vida dos meus filhos. Então amiga você quer abrir o seu negócio próprio como eu, não desista estarei aqui para te dar a maior força no que precisar. Quanto ao botão mãe, você ainda tem a sorte de apertar eu não tenho mais. E isso dói muito. Mas ainda bem que tenho um esposo/filhos maravilhosos/família maravilhosos. Boa sorte amiga.

    • Sandra Santos Says:

      Oi Meire,
      Obrigada pelo apoio e por ter me mostrado o outro lado do botao mae. Como é importante ter pessoas que nos prezam e nos apoiam à nossa volta, nao é mesmo? Que bom que vc tem um bom esposo, filhos e uma família que te dá todo o apoio. Isso vale ouro!
      Um ótimo carnaval e bom final de semana,
      Sandra

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: