::Munique e Copa::

Eu e o Daniel fomos levar a mamãe para Munique e ficamos alguns dias por lá com ela e minha irmã, que está para ganhar neném. Foi praticamente a primeira vez depois de muito tempo que fomos a Munique como turistas, então aproveitamos para fazer um city tour, para visitar pontos turísticos e finalmente consegui unir o nome de algumas das principais estações de metro a um visual na superfície da cidade, deixando de lado a uniformização das estações debaixo da terra. Foi a 4a. vez em série que fui ao consulado brasileiro para resolver pendências e desta vez deixei por lá uma nota com sugestões para melhorar o atendimento, sendo que a sugestão que eu mais gostaria de ver implementada seria um consulado itinerante aqui em Baden-Württemberg, pois até o momento, pra tirar 3 passaportes e mais outros documentos relacionados à minha próxima viagem ao Brasil já investi umas 50 horas e mais de 600 (!) euros… Voce teria outras sugestões? O consulado de Munique está pedindo ativamente por elas! Se comentar aqui, as repasso para o pessoal do Conselho de Cidadaos da Baviera e Baden-Württemberg, com quem tenho contato.

Na sexta, no último dia de Munique, um grande susto: estávamos no andar de cima do ônibus, eu e o Daniel, bem na primeira fileira, fazendo um city tour pela cidade. O city tour aliás vale super a pena pra quem quer conhecer muito da cidade em pouco tempo. De repente o ônibus deu uma freada super brusca e eu nao sei como reagi brecando com meus joelhos e segurando o Daniel pela parte de trás da camiseta. Mesmo assim, ele socou o nariz no retrovisor do ônibus, tendo imediatamente comecado a chorar, muito assustado, enquanto o nariz ficava um pouco roxo de lado e comecava a inchar. So depois notei que tinha caído um arbusto bem na frente do ônibus, e o motorista tinha freado para evitar danos ao veículo. Eu fiquei muito preocupada com medo do Daniel ter quebrado o nariz, dei água pra ele, o coloquei no meu colo, e na falta de uma alternativa melhor coloquei uma peça pequena de metal no lugar afetado. Fiquei muito apreensiva até ele limpar o nariz, pouco tempo depois, de baixo pra cima. Neste momento eu tive certeza de que ele não tinha quebrado seu nariz. Ufa! Ainda assim, limpei seu nariz por dentro e saiu um pouco de sangue… Já na casa da minha irmã, demos pra ele homeopatia (Arnica, que é ótima para evitar inchações) e ele reagiu muito bem. No outro dia, graças a Deus, não tinha mais sinal nenhum do acidente. Ufa, que baita susto!!!

Uma coisa que me chamou a atenção foi que desta vez as pessoas em Munique estavam, apesar da chuva constante, muito mais abertas. Deve ser porque o inverno severo já ficou há muito pra trás. Consegui arrancar muitas vezes sorrisos de pessoas desconhecidas, simplesmente dando sorrisoso pra elas de presente, o que me deixou feliz. Geralmente, no meio do inverno, se eu as encarava, elas desviavam o olhar, com aquele ar neutralizante insuportável. Desta vez havia vida em Munique, até debaixo da terra (no metrô). Minha alergia, por sua vez, desapareceu por lá. Também pudera: a natureza também, os passarinhos e as rosas daqui do lago também.

A volta pra casa ontem, também debaixo de chuva – como diz meu marido neste ano o verão aqui foi numa quinta-feira… 😦 – foi gostosa, pois voltamos pelo caminho passando pela região de Allgäu, Lindau e beirando o tempo todo o lago, e este é um dos caminhos de trem que mais gosto de fazer aqui, além de viajar daqui para a Itália, passando pela Suíça. Parece que o tempo parou nesses caminhos e tudo é muito idílico, é uma delícia mesmo! Da pra curtir muito as paisagens, a arquitetura, os lagos… Ontem, o quadro idílico e tranquilizante era completado pela chuva constante. O Daniel dormiu no meio do caminho e eu não hesitei: coloquei-o dormindo no meu colo, aproveitando daquele momento inesquecível que só uma mãe vai poder entender, de sentir o calor do filho, a paz, o amor, o cheirinho dele. Uma delícia! Tirei uma fotografia daquele momento com minha mente pra guardar pra todo o sempre, que combina demais com esta música linda do Leoni:

Deu saudade em voce também?!? 😉 Eu também estava com saudade de casa. Chegar e ser recebida na estação pela família e pelo sol, além do lago, é uma delícia: nada melhor do que voltar pra casa! Por outro lado, mal cheguei e minha alergia (a pólen) voltou com força total, mas também nao é de se estranhar, pois vivo com muita natureza ao meu redor, e gosto disto.

E o que dizer do jogo de hoje? Eu gostaria de ver o Brasil ganhando por jogar um excelente futebol, ético, correto, e nao por completar gols com a ajuda de mãos de jogadores, etc. Por outro lado, achei deplorável a agressividade do time dos marfinenses e uma pena o Kaká ter perdido a “estribeira” e ter recebido no final até um cartão vermelho. Pelo que eu ouvi e li, segundo a análise de comentaristas alemães e jornalistas brasileiros, ele pode dividir a culpa com os juízes da partida, que deixaram a briga entre os dois times escalar no campo durante o jogo de hoje… Mesmo assim é uma pena, pois eu prefiro mil vezes ver o Brasil jogando corretamente, sem apelações, e o Kaká seria importante no próximo jogo contra os portugueses. Mas como os times da América do Sul estão se saindo bem nesta Copa, não é mesmo? Pena que o mesmo nao vem acontecendo para os times africanos!

Ah sim… Quando cheguei em casa achei a frente da casa decorada, através das janelas do meu vizinho português, com uma bandeira portuguesa, uma alemã e uma brasileira, representando as nacionalidades que moram aqui no meu prédio. Hoje eu brinquei com o Matthias que se nós ganharmos de Portugal, meu vizinho pode vir a bater a campainha daqui de casa depois do jogo e me devolver a minha bandeira, hehehe… Cenas dos próximos capítulos!

Anúncios

Tags: , , , , , ,

2 Respostas to “::Munique e Copa::”

  1. Mi Says:

    opa, da próxima que vc estiver aqui em Munique, dê sinais de vida! =) A gente pode se encontrar. Mas que susto esse do ônibus hein? Espero que vcs tenham aproveitado a cidade, mesmo com esse tempo horroroso que temos já faz 1 semana =/ bjs!

    • Sandra Santos Says:

      Oi Mi,
      Pode deixar que vou lembrar de vc da próxima vez que estiver aí. Pois é, o susto foi imenso. Aproveitamos sim, pois estar em família sempre é bom, nao importa o tempo!
      Um beijo,
      Sandra

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: