::Pesquisa de opinião::

Outro dia estava conversando com uma descendente de alemães que mora aqui há 2 anos, tendo passaporte alemão, e ela disse ter dificuldades de torcer para a Alemanha, pois só conseguia torcer para o Brasil na Copa ou em outros jogos. Eu disse pra ela que eu também precisei de anos para passar a torcer para a Alemanha. Acho que passei a torcer mesmo depois de ter conseguido a cidadania, pois até então não me julgava tão integrada a ponto de torcer para “eles”. Mas quando o Brasil joga contra a Alemanha, claro que fico do lado do Brasil! Bom, até hoje me considero brasileira com passaporte alemão, mas às vezes sai um “wir” (nós) quando o assunto é como se saiu o time alemão ou qualquer outro assunto que diga respeito à Alemanha. Portanto fiquei curiosa pra saber de vocês como é esta questão na cabeça de vocês, brasileiros morando na Alemanha:
1 – torcem para ambos os times;
2 – se emocionam com a bandeira alemã;
3 – têm amor à pátria que lhes recebeu?
No meu caso, a reposta é afirmativa para todas as três perguntas. Deixe seu comentário!

Anúncios

Tags: , , , ,

34 Respostas to “::Pesquisa de opinião::”

  1. Renata Says:

    Não, não e não respectivamente!

    • Sandra Santos Says:

      ehehehehe, Renata, com tantos “nao”, o “respectivamente” tornou-se desnecessário. 🙂 Obrigada por sua opiniao, vou esperar passar o final de semana para dar a oportunidade para outras pessoas participarem também e depois faco mais um post sobre o assunto.
      Um beijo e bom final de semana,
      Sandra

  2. Juliane Says:

    Oi Sandra, moro aqui há 4 anos e já tenho a cidadania alema porque fiz o Einbürgerungstest, mas acho que ainda nao dá para me sentir em casa, mesmo assim às vezes arrisco um “wir”. Vamos às respostas.
    1) Eu torco para ambos os times, claro que dando prioridade ao Brasil caso jogue contra a Alemanha. Talvez um pouco pelo meu marido e por eu morar aqui. Sinto um pouco de obrigacao nesse sentido.
    2) Eu me emociono com a bandeira mas acho que mais pelo time. Gosto do jeito do Löw e do time todo. Mas paixao pela bandeira ainda nao tenho, e acho que os alemaes colaboram para isso, porque tenho sentido nesse último ano que estou aqui, que a integracao torna-se mais difícil por culpa dos próprios alemaes. Eles sempre nos olham como Ausländer e fazem questao de falar isso a toda hora. Um exemplo: estávamos assitindo o jogo Alemanha X Argentina e por coincidencia só cantaram o hino da Alemanha os jogadores que nao sao imigrantes e aí a minha sogra disse: Observem, só os Ausländer nao cantam o Hino”. E eu fico com muita raiva porque a “culpa” do país ter muito imigrante é dos próprios alemaes.

    3) Amor pela pátria eu ainda nao tenho, acho que tenho orgulho do povo daqui. Eles sao muito corretos (em comparacao com o Brasil), as coisas funcionam melhor. Mas acho que, generalizando um pouco, o povo daqui é muito menos inteligente do que eu achava. Eles só tem um objetivo que é ganhar dinheiro. Eu tinha aquela leve impressao que todos aqui sabiam ingles, que tinham uma visao melhor da vida. Mas vejo o contrário. Eles nao tem visao de nada, só conhecem a Alemanha e olhe lá. O dinheiro é mais importante aqui.
    É isso aí, acho que estou um pouco decepcionada com algumas pessoas daqui e talvez por isso eu esteja generalizando, o que nao é bom. Espero que esse sentimento mude com o tempo.
    Abracos,
    Juliane

  3. Cintia Schelin Says:

    Oi Sandrinha!

    Você foi maquiavélica agora! rsrsrsrs Vc ainda me pegou num momento sensível em que o GEZ apareceu aqui em casa e em que a motorista grossa do ônibus não me deixou entrar com a Anabella e o Dago no ÚLTIMO ônibus pra casa por causa de um sorvete! De qualquer maneira se não existe um amor por este país existe uma admiração de nossa parte.

    1) Sim, preferência SEMPRE BRASIL, mas agora que temos a nossa alemãzinha torcemos sim para Alemanha. rsrsrs Temos camiseta e tudo!
    2) Emoção ainda só com a bandeira brasileira, pois além do futebol amamos a música brasileira e algo do mistério de ser brasileiro (vide o O Povo Brasileiro de Darcy Ribeiro).
    3) Nós temos uma gratidão por este país que está nos ajudando e onde fizemos muitos amigos tb. =)

    Vou continuar acompanhando esta pesquisa de opinião. Acho que o assunto vai dar pano pra manga!

    Beijos grudentos

    Cídagobella

    • Sandra Santos Says:

      Oi Cintia,
      Adorei os beijos grudentos. Desta vez vou deixar espaco pra outras pessoas pra depois fazer um comentário geral num próximo post, ok?
      Beijos pros 3, um beijinho especial pra sua fofa,
      Sandra

  4. Meire Bagoli-Alemanha Says:

    Sandra,

    Moro aqui quase 2 anos.

    Torço para o Brasil, sem dúvida!!!
    E desde que o Brasil perdeu comecei a torcer pela Espanha por eles não terem nunca ganho.
    2 – se emocionam com a bandeira alemã; Não
    3 – têm amor à pátria que lhes recebeu? Tem respeito. A minha impressão deste País mudou completamente.

    Desabafo: Estou um pouco decepcionada com este País.

    Eu tenho uma amiga alemã no Brasil. Um dia perguntei a ela pq vc saiu da Alemanha para morar no Brasil. Ela me respondeu: quando você voltar daqui a 2 anos, você me responde esta pergunta que esta me fazendo.

    Beijos

  5. Ana Says:

    Olá Sandra! Muito interessante suas perguntas. Vou ficar acompanhando as respostas do pessoal, pq integração é uma coisa muito curiosa e individual e pessoal.
    Respondendo:
    1. Torco pro Brasil em primeiro lugar. Nao dá pra mudar. É uma competição muito injusta pro meu coração: sao 24 anos contra apenas 8. Nessa Copa o sentimento já mudou: torci muuuuuito pra Alemanha também e, em nenhum momento desejei que a final fosse Brasil e Alemanha. Nao queria me dividir. Eu sei q ´é egoísta mas, fazer o q? Sou humana. Disse e pronto!
    2. Sinto emoção quando vejo a bandeira alemã. Durante muito tempo, o ato de pendurar a bandeira alemã era facilmente confundido com sentimentos de nacionalismo ao invés de patriotismo. Eu acho que a selecao alemã conseguiu nessas últimas Copas despertar um sentimento muito bom dentro do coração dos alemaes. No meu, ela já tinha um lugar garantido, que se solidificou no momento do “sim, eu aceito” quando casei.
    3. Tenho muito amor à pátria que me recebeu, que me aceitou, que me acolheu. Já sao 8 anos de Alemanha. Anos de desafios, conquistas, decepções, tristezas, alegrias. Aprendi a amar aqui, como amo o Brasil: exalto suas qualidades, finjo que nao vejo seus defeitos, aceito-a como fazemos com tudo aquilo que amamos: do jeito que é. Pra mim, a maior prova deste amor, foi o dia em que me naturalizei e me emocionei quando fiz o juramento. Foi algo indescritível.
    bjs

    • Sandra Santos Says:

      Oi Ana,
      Gostei de sua descricao do que significa amar. Dizem que amar é gostar apesar de conhecer bem, e isto é verdade.
      Um beijo e obrigada por sua opiniao,
      Sandra

  6. Paula Says:

    Hum…
    1 – torcem para ambos os times;
    -> mais ou menos, vibro e sofro muito mais com os canarinhos.

    2 – se emocionam com a bandeira alemã;
    -> não

    3 – têm amor à pátria que lhes recebeu?
    -> como uma eterna despariada me tornei minha própria pátria, então sim, amo minha pátria. Sobre a Alemanha: eu prefiro a Alemanha doque o Brasil. Passei 5 semanas anos passado lá e definitivamente, me encontro mais aqui doque lá.

  7. Flávia Says:

    Estou há 7 anos e meio na Alemanha. Sou cidadã alemã há pouco mais de um ano, pois queria ter acesso ao direito de voto, e mais oportunidades no mercado de trabalho (vagas restritas a alemães).

    Não cheguei ainda ao ponto de torcer para a Alemanha, não acho saudável como “eles” se comportam na copa do mundo. Gosto de ver as cores do país durante a copa, mas a arrogância (principalmente durante os jogos do Brasil) dos comentaristas, com exceção do Oliver Kahn que foi gente, me faz pensar que tá de ótimo tamanho eles ficarem com o 3o lugar.

    Ainda hoje o poderzinho sobe muito rápido à cabeça “deles”.

    1. torço pro Brasil e dou apoio moral ao marido alemão, pela pessoa dele somente.

    2. não me emociono com a bandeira deles, lembro sempre de uma ou outra alemã me perguntando qdo volto pro Brasil, pra casa.

    3. amor pela Alemanha eu não reconheço em mim, talvez um dia. Gosto de muitas coisas daqui, mas não me sinto completamente em casa ainda.

    abçs

  8. Meggi Fechter Says:

    Bom eu pelo jeito sou a que esta a mais tempo aqui que a maioria do pessoal!! Sao ja 29 anos de muitas jagrimas e muitos risos! Alemanha e minha segunda Patria, eu optei para vir morar aqui, e fui bem recebida claro que eles tem outras formas de ver certas coisas como nos brasilieiros! Mas ja que eu e que estou aqui tenho que me intregar e aceitar a forma de vida deles, nao que eu me torne uma alema, no meu coracao serei sempre brasileira! Mas gosto daqui da minha familia e amigos!! Concordo com vc Sandra e na visao que temos daqui! Eu torco pelo Brasil, e claro mas tambem pela Alemanha sou uma brasileira alema rssss Claro que se tem varios tipos de alemaes mas nao se pode colocar todo mundo em uma panela, tem muita gente boa aqui!!, e no Brasi tambem, tem muita gente arrogante e intolerante. Esse país passou por varios fatores como a Guerra e um povo sofrido e mal julgado, ja pelo fato de Hitler mas no fundo sao carentes e quando nos damos atencao eles se abrem pois sao reservados e nao tem costume como nos de ser falantes e escandaloso nos sempre tivemos muito amor nas familias pois mais pobres que fossem e isso eles pelo menos a maioria que conheco nao teve esse colo de Mae!! Desejo a todos os novos intregantes que venham como muitas de nos um dia a gostar da nossa Deutschland e torco hoje de coracao para que ganhemos o terceiro lugar!!Fiquem todos com Deus Beijinhos especias a vc Sandra e desculpe o longo texto..

  9. Eve Says:

    Quando o Brasil jogava, torcia para o Brasil. Quando a Alemanha jogava, torcia para a Alemanha, principalmente, porque achava que estavam jogando muito bem.
    Caso jogassem as duas, talvez, começaria torcendo para o Brasil, mas mudaria, caso eles não estivessem satisfazendo.

    Não me emociono com a bandeira alemã, pois não sou ligada a símbolos patrióticos. Brasileiro não é patriótico (estou generalizando), ser patriótico só de 4 em 4 anos é fácil. E se tornar depois que saiu do país é mais fácil ainda.

    Não tenho amor à pátria que me recebeu por causa da resposta acima. Mas, respeito e tento entender a dinâmica do país para me sentir sempre mais integrada. Afinal, é aqui que estou morando. Apesar de ser só há seis meses.

    Beijos!!!

    • Eve Says:

      Ah sim, se vc me perguntar se eu prefiro morar na Alemanha a morar no Brasil atualmente, a resposta será um SIM bem grande. rs

      bjs

      • Sandra Santos Says:

        Oi Eve,
        Que bom que está gostando de viver aqui, fico feliz por vc. Acho que no seu caso o processo de adaptacao à cultura alema já estava acontecendo dentro das 4 paredes do seu relacionamento, nao é mesmo? E isso foi bom pra vc, pois vc já pode se adaptar bem, mesmo morando aqui há pouco tempo.
        Um beijo e boa continuacao da semana,
        Sandra

  10. Cristina Bartels Says:

    Olá Sandra e todos!!!!
    Tenho cidadania alemã, moro no Brasil, mas honestamente, quando vou à Alemanha não tenho vontade de voltar. Gostaria de ficar aí, onde vocês moram…
    Gosto do povo, da organização, da honestidade, da limpeza, de poder andar na rua sem que alguém tente te arrancar a bolsa, de não precisar tomar cuidado para não pisar em caca de cachorro, de poder pegar dinheiro no caixa eletrônico na rua, de comprar jornal e colocar o dinheiro, etc. Essas são apenas algumas coisas que gosto na Alemanha, se fosse enumerar todas, este e-mail seria muito extenso.
    Torci pelas duas equipes, tenho orgulho da bandeira e a terceira questão, não respondo, pois não moro na Alemanha…ainda!!!!!
    Beijos!!!!!
    Cris

  11. Cecilia Says:

    Oi Sandrinha,

    1. consigo torcer para os dois times de coracao! se o brasil jogasse contra a Alemanha, acho que torceria 55% para o Brasil e 45 % para a Alemanha… mas pode ate ser que talvez fosse 50% x 50% … hummmmm difícil de responder isso… de qq maneira nao ficaria triste no final do jogo.

    2. achei que nao me emocionava com nenhuma bandeira mas acho que depende da situacao… se vejo uma bandeirinha alema em outro pais como forma de dizer ‘bem vindos’ , como vi no norte do brasil, ficaria sim emocionada. com a bandeira brasileira tinha uma ligacao muito forte por ter nascido no dia da bandeira 😉 mas na escola fiquei meio traumatizada de cantar o hino todo santo dia torrando naquele sol de 42 graus!

    3. auf jeden Fall! claro que tenho! amo minha ‘nova’ pátria ! Aqui encontrei lugares e pessoas insubstituíveis! uma delas é você 😉

    beijos
    Ceci

  12. Meggi Fechter Says:

    Oi, Sandra ,respondendo sua pergunta, levei um tempo sim para me adaptar ja pelo fato de nao dominar a lingua! e na minha epoca tive de aprender na marra, pois aqui no meu Dorf ,nao sei tinha ainda uma Escola,
    como atualmente Volkshochschule! Claro que ainda hoje tenhos alguns erros e falo meu dialetozinho da regiao rssssssssssss. mas uqnto mais tempo se passou mais facil se tornou, e foi preciso tolerancia e muita, pois sao como falado um povo meio fechado, mas quando se abrem sao muito gente fina, pelo menos a maioria! sempre tem umas ovelhas negras como em todo lugar rsssss. Beijao e ate mais

  13. Larissa Says:

    Oi Sandrinha!
    Poxa eu também estou aqui há quase 2 anos e não consegui de jeito nenhum torcer pela Alemanha. Não que eu não quisesse…no primeiro jogo até torci, mas com o “animo” dos vizinhos (nuloooo) eu fiquei tão frustrada que desisti.

    É muito estranho e nem consigo explicar o por que…mas eu torço mesmo é pro Brasil!

    Beijão

  14. beijodepracinha Says:

    1) Sim
    2) Nao
    3) Sim

    Bem, eu nao tenho passaporte alemao ainda e nao sou, digamos, oficialmente alemanizada. Mas culturalmente sim. Entao digo: fico dividida com o futebol, mas nesta Copa especificamente eu fiquei mais pra Alemanha do que para Brasil. Sei lá, me deu uma vergonha de certas coisas que rolaram…

    Nao me emociono com a bandeira alema, porque tambem nao cheguei ainda a construir essa relacao de “Patria”, mas tambem nao me emociono com a bandeira brasileira. Ja me emocionei com o Hino Brasileiro antes, mas outro dia, cantando com amigos antes do jogo, me ocorreu o quanto a letra é bizarra e hipócrita. (Mae gentil? Hein?)

    Tenho amor à Alemanha sim. Mas é uma coisa que está próxima do meio da escala de 0 a 10, ali perto do 6. Como disse, nao construí ainda essa relação de Pátria. Mas patriotismo pelo Brasil, confesso que já perdi e perco mais um pouco a cada vez que passo por lá pra fazer uma visitinha. Eu me sinto sempre visitante lá e fico ansiosa para voltar “para casa”. Acho que isso é algum sinal, né?

    Beijinhos! Falei pacas! srsrs

    • Sandra Santos Says:

      Ei Jane,
      Obrigada por sua contribuicao. Interessante também a sua perspectiva, há quanto tempo vc já mora aqui?
      Um beijo de pracinha (na bochecha, claro, hehehe) com cheiro de queijo de Minas pra vc,
      Sandra

  15. Maira Says:

    Oi Sandra,
    achei interessante suas perguntas e as respostas mais ainda. Entao deixei a preguica q me assola de lado pra responder tb:

    1 – torcem para ambos os times: depende. No jogo Alemanha contra Argentina torci pela Alemanha no meio da alemaozada e como uma verdadeira alema…rs… mas só nesse episódio histórico mesmo. Pois é, na verdade torcer contra a Argentina é a regra e a Alemanha se beneficiou dessa vez. 😀

    2 – se emocionam com a bandeira alemã: nadica

    3 – têm amor à pátria que lhes recebeu: nadica. Tenho orgulho de estar vencendo todas as barreiras para a integracao e conquistas pessoais como uma brasileira casada também com um brasileiro. Meu amor é pelas pessoas (inclusive alguns amigos alemaes) que nos ajudam a encontrar os caminhos e a aprender com as diferencas, tornando todo o processo muito mais positivo e produtivo. A única pátria amada pra mim é o Brasil, pois essa sim me recebeu sem impor nenhuma condicao e nao me lembro de ter sido tao feliz em toda a minha vida como fui lá. Que venha 2011 pra que eu a reencontre de novo! Sei que nao vai ser fácil, mas nunca foi e mesmo assim fui a crianca, jovem, mulher mais feliz do mundo ali! Saudades… 😀

    Bjks!

    • Sandra Santos Says:

      Oi Maira,
      Obrigada a vc também por ter respondido minhas perguntas. Realmente este post está ficando super interessante, e agradeco por sua contribuicao.
      Um beijo… e parabéns de novo, viu? 😉
      Sandra

  16. Bruno Bernardino Says:

    Parabéns pelo post, Frau “mineirinha”.
    Eu entendo perfeitamente o que vc disse a respeito de se tornar alema, comecar a torcer e tal.

    Achei bonito como vc colocou e fico feliz que voce torca. Acho que muita gente reclama da alemanha de barriga cheia. Acho que sao humanos (rs) como os brasileiros, com pontos fracos e fortes. Parece estranha a colocacao, mas muita gente pensa na europa como Oh, Paraiso. E depois Oh, nao sao perfeitos. NAo é obvio?

    Nao acho que alemao só pensa em dinheiro. O que acho é que muitos alemaes pensam, assim como a maioria dos brasileiros. Se nao, porque varios brasileiros estariam na alemanha sem gostar?

    Vivo aqui ha 3 anos, e comeco agora a gostar daqui como uma segunda patria.

    Enfim. Defendo a alemanha sim, assim como ao Brasil. Rs.

    acho que amor é um processo que leva tempo. Seja por um cachorro, uma cancao, alguem ou algum lugar.

    Só fico muito triste com a marioria dos imigrantes, de varios cantos do mundo, só focar nos problemas, nao reparando ou ressaltando os beneficios de se morar/viver na alemanha.

    • Sandra Santos Says:

      Oi Bruno,
      Gostei muito das suas observacoes e acho que elas resumem bem o sentido da pesquisa: amar leva tempo, mas também envolve abracar o novo país com todas as suas facetas, relevando as menos boas, ressaltando as melhores, entregando o que se tem de melhor pra dar de bracos abertos e sorriso no rosto.
      Um beijo e obrigada por comentar, adorei o “Frau Mineirinha” 🙂
      Sandra

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: