::Estresse no Brasil e na Alemanha::

Segundo o Globo Repórter de hoje, o Brasil é o 2° país mais estressado do mundo, ficando só atrás do Japão. E eu que achava que os alemães eram bem mais estressados que os brasileiros! Tive sempre a impressão de que o brasileiro ri mais do que o alemão, mesmo nas adversidades. Por outro lado, o alemão se declara sempre estressado. Acabei percebendo, com o tempo, que “faz parte” da cultura deles e a declaração não deve ser levada tao a sério assim… Bom, mas durante o programa de hoje, fui reunindo alguns fatores de estresse no Brasil e na Alemanha, baseada na minha experiência:

No Brasil:
– Trânsito;
– Falta de proximidade com a natureza;
– Poluição (do ar, visual, sonora, etc.);
– Relações humanas (p.ex. impontualidade);
– Diferenças de tratamento e de emprego das leis;
– Alta jornada de trabalho (até 12h);
– Medo da violência urbana e reportagens sobre a mesma;
– Clima (no momento a baixíssima umidade do ar, digna de um deserto).

Na Alemanha:
– Ordem extrema;
– Relações humanas (p.ex. o imperativo da pontualidade, inveja, solidão);
– Leis inflexíveis;
– Clima (inverno, dias cinzas).

Aprendi na reportagem de hoje à noite que até as plantas sofrem estresse e eliminam toxinas quando isso acontece. No Japão (e na Alemanha também) procuram compensar o estresse através do contato com a natureza. Através de passeios em jardins, a natureza conversa conosco. O bambu mostra p.ex. que o “importante é buscar o alto e a luz”. Que belo ensinamento!

Mostrou-se no programa, com absoluta razão, que cada ser humano tem um limite para o estresse e que é importante saber reconhecer e respeitar esse limite. Geralmente buscamos uma mudança, uma guinada em nossas vidas, em busca de uma vida mais plena e menos estressante, as mulheres entre 25-35 anos e os homens entre 40-45 anos. Há ainda a síndrome da adaptabilidade ao mundo moderno, que exige que as pessoas se adaptem cada vez mais rapidamente a novos ambientes, novas situações, novas pessoas. Lembraram que o importante é saber lidar com situações estressantes e que muito do que passamos depende de nossa perspectiva, da maneira como enfrentamos o que estamos vivenciando. Ao mesmo tempo que compreendo isso, tenho que entender e compreender também o nível de estresse alheio – uma tarefa ainda mais complicada! Se quiser ler mais sobre o programa e fazer um teste do nivel do seu estresse, clique aqui.

Peço para completarem minha lista de componentes estressantes no Brasil e na Alemanha, clicando abaixo nos comentários. Obrigada e até logo de volta na Alemanha!

Anúncios

Tags: , , ,

16 Respostas to “::Estresse no Brasil e na Alemanha::”

  1. Eve Says:

    Complemento a do Brasil:
    – Filas de banco, INSS, SUS, repartições públicas em geral.
    – A burrocracia de Fóruns (xerox autenticada, firma reconhecida, certidões, altos custos e mais filas)
    – Atendimento ao consumidor (te deixam pendurado na linha até vc desistir de fazer a reclamação)
    – Transporte público
    – Cobranças indevidas
    – Dívidas e juros exorbitantes.
    – Os dois últimos relacionados a serviços bancários.

    Na Alemanha, tem uma:
    – A eterna insatisfação dos alemães.

    bjs!

  2. mary Says:

    Para o Brasil: corrupção, altos impostos, má qualidade de ensino, saúde pública em crise, nepotismo não só na política.
    Para Alemanha: só conheço alguns alemães e eles reclamam de tudo.

    • Sandra Santos Says:

      🙂 Obrigada pela contribuicao, Mary. Quando ao nepotismo e a política, penso que o brasileiro se acomodou com a máxima “rouba, mas faz”.
      Um beijo,
      Sandra

  3. Meggi Fechter Says:

    No Brasil, desde a corrupcao política, burocracia bancária ate a previdencia
    social. Aqui a previdencia social está decadente atualmente, medo do que trará a renda social, assim também como o pessimismo.

  4. beijodepracinha Says:

    Engracado… eu nunca achei os alemaes mais estressados que os brasileiros. Longe disso! Sao reclamoes, mas nao stressados. Compare os caixas de supermercado daqui e de lá. Conte quantas vezes voce ouviu motorista xingando no transito aqui e lá. Aliás, conte quantas vezes voce ouviu grito e desaforo por motivos ridículos aqui e lá. A gente as vezes guarda algumas falsas impressoes dos alemaes, a partir ainda daqueles estereótipos típicos que todo brasileiro ouve antes de vir pra cá.

    Gostei muito do post! Beijos!

    • Sandra Santos Says:

      Pois é, por trás do jeito leve do brasileiro está o estresse nas espinhas, e por trás do jeito preocupadao do alemao, a vontade de curtir e aproveitar a vida com paz e calma. Quem ve cara, nao ve coracao!
      Um beijo pra vc e outro pra Berlim,
      Sandra

  5. Meggi Fechter Says:

    Oi Sandra desculpe o equívoco! eu quis dizer benefício previdenciário!
    Aposentadoria por tempo de servico., por idade .,por morte., por incapacidade etc.. Beijinhos Meggi.

  6. Edna Says:

    A cada ano,que venho para cá (Brasil) meu nível de stress aumenta tanto,que minha vontade de retornar para Alemanha comeca logo….näo sabia desta estatística,mas concordo com ela….eu imaginava,que este stress era pelo fato de eu vir para Säo Paulo,mas pelo que vejo, é geral…neste finalzinho de férias por aqui,cheguei a outra conclusäao: férias aqui,sem stress,só mesmo numa praia TRANQUILA ( eu ,marido e filhos com pessoas bem próximas da familia) e também ,que (para mim) 4 semanas säo muito…no próximo, irei dividir essas 4 semanas …um pouco aqui outro pouco em qualquer lugar do mundo…

    • Sandra Santos Says:

      Oi Edna,
      Que pena que o Brasil esteja tao estressante assim pra vc. Apesar dos itens que enumerei no post, nossa terrinha continua sendo povoada por pessoas incríveis, donas de um sorriso fantástico, lutadoras, com muita criatividade e solidariedade. Também me estresso, mas agradeco muito a Deus por cada vez que posso ir pra lá pra ver amigos e familiares, comer a deliciosa comida mineira, ouvir músicas gostosas, ver belas paisagens…
      Um beijo,
      Sandra

  7. Adriano Berger Says:

    Acho que cada pessoa tem o seu nível de impaciência e inquietação diferentes, de modo que se estressam com coisas diferentes. Sabe o que me estressa: repetição de erros. O brasileiro da região onde estou morando, no Tocantins, não aprende. Você fala, explica, coloca no papel, envia por e-mail, e os problemas não se corrigem. Sabe aquela pessoa sem comprometimento, onde qualquer coisa está bom? Esse tipo de gente me estressa, pois sou perfeccionista. Daí estou no ambiente de trabalho, numa média de 8 a 10 horas por dia, e convivo com isso o tempo inteiro… só um bom passeio no lago e umas horinhas blogando para aliviar a cabeça, rsrsrs.

    Daí vamos eleger uma suscessora na presidência que está trasformando o brasileiro assalariado cada dia mais num acomodado, menos comprometido em lutar pelo que é seu. O Brasil está andando pra trás, o dia que perceber isso verá que voltou no tempo, e nossas empresas deixarão de ser competitivas porque todo mundo quer comidinha na boquinha, não teremos mais colaboradores, e sim encostos vivendo das benevolências do governo e seus sindicatos (às custas de quem? De quem ganha bem.). Isso me estressa… ver o erro, saber a solução e não poder corrigir.

    Grande abraço, mineirinha!!

  8. Paula Says:

    alguns pontos que me lembrei lendo o seu post:

    No Brasil aprece que existe uma obrigação de estar sempre saindo, encontrando amigos, se divertindo. Você tem sempre que estar “top” em tudo.

    Na Alemanha o povo fala mais na cara dura oque pensam e acham. Isso deve ajudar a “desestressar” muito! Por outro lado a inveja alheia é grande por aqui.

  9. Ing Says:

    Adorei o assunto!

    eu diria que na alemanha:

    * Os alemao reclamam de tudo, eles nunca estao satisfeitos.
    * O clima interfere muito no humor das pessoas. Na Alemanha durante o verao as pessoas sao mais positivas, barulhentas, enfim felizes. Já no inverno as pessoas se parecem com o ceu cinza e vento gelado!

    um abraco!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: