::Consultas médicas / seguro de saúde na Alemanha::

Na Alemanha todos têm obrigatoriamente um seguro de saúde. Ou ele vai ser o seguro de saúde regular, exigido por lei (gesetzliche Krankenversicherung) ou vai ser privado (private Krankenversicherung). O que determina se a pessoa faz parte de um ou outro tipo de seguro é um montão de leis e, por que não, outras tantas exceções. Falando em geral, o seguro privado é o seguro dos donos de empresa (Selbständige, Freiberufler), funcionários públicos, estudantes e também pode ser o seguro de um assalariado que trabalha na Alemanha e ganha acima de, atualmente em 2011, mais de 49.500€ (salário bruto) por ano, o que é a chamada Jahresarbeitsentgeltgrenze (JAEG): o limite de ganhos anuais para os assalariados que têm seguro de saúde regular do governo. Este valor muda todo ano, então pode ser que um assalariado tenha um seguro privado e depois tenha que voltar a fazer um seguro de saúde regular, de acordo com seu salário anual do ano anterior. Ainda assim, há um terceiro grupo de assegurados: aqueles que poderiam ter um seguro privado, mas ficam no regular por opção própria (freiwillige gesetzliche Krankenversicherung).

O tipo de seguro que a pessoa tem é que vai determinar como serão suas consultas médicas. Já que os médicos tem mais opções pra faturar em cima de assegurados privados, estes têm preferência em toda e qualquer consulta, o que não quer dizer que o nível do seguro regular seja ruim, muito pelo contrário. O nível do atendimento médico na Alemanha é altíssimo, deixa sim muito a desejar no quesito “bom atendimento ao cliente”, mas ainda assim é, em geral, de alto nível. O assegurado privado chega a enfrentar até o problema oposto: como ele é fonte de renda direta para os médicos, há uma tendência maior de “espichar” o atendimento deles, sendo pedidos exames que não são 100% necessários para o diagnóstico de uma doença, só como meio de faturar mesmo em cima da doença alheia.

E como funciona o atendimento? Em geral a pessoa tem que ligar, citar seu seguro de saúde (se for privado) se nunca tiver ido ao dito médico, pedir um horário e o mais difícil: explicar por que precisa do médico e com que urgência. Não é necessário citar que algumas situações podem ser altamente embaraçosas… mas são “ossos do ofício” e quem mora aqui se acostuma com uma certa indiscrição de algumas atendentes. Isso porque as assistentes dos médicos decidem quanto tempo você vai ter que esperar – ou não – até conseguir seu horário. A duração deste tempo de espera pode durar entre algumas horas a alguns meses. Atualmente é necessário esperar-se dentre 2-4 meses para conseguir uma consulta em um médico especialista, e um psicólogo, psiquiatra ou similar tem listas de espera de muito acima de 6 meses.

Geralmente, cada pessoa tem o chamado “Hausarzt“, o médico “da casa”, portanto da família. É ele que cada cidadão aqui visita quando não se sente bem, sendo este o responsável por nos dar uma guia para o atendimento junto a um médico especializado. Isto, claro, caso a pessoa não tenha alta urgência de atendimento médico, quando irá (ou será levada) direto para o hospital (Krankenhaus). As crianças, por sua vez, vão ao “Kinderarzt” (pediatra) e nós mulheres vamos direto ao “Frauenarzt” (ginecologista) sem necessidade de guia anterior.

Para todos os participantes do seguro regular, tem-se que pagar 10 euros por trimestre para o primeiro atendimento no médico “da casa”, e daí lembrar de apresentar este comprovante em outros médicos pra evitar o pagamento dobrado da mesma taxa. Quando recebemos receitas médicas, estas são apresentadas nas farmácias (Apotheken) e pagamos só um valor médio determinado, segundo estou informada, pelo tamanho do remédio. Em geral gasto uma média de mais outros 10 euros com o pagamento de remédios, o que significa que a primeira consulta no trimestre irá custar em média 20 euros, 10 para a consulta e 10 para o remédio (falou a Mineirinha!) 🙂 Claro que há várias exceções, pois como o sistema de saúde é caríssimo e não cobre todos os gastos gerados pelos usuários, a Alemanha tem procurado cortar gastos e vários remédios hoje em dia têm que ser pagos por inteiro, não importanto se você foi ao médico anteriormente ou não. Exemplos deste grupo seriam remédios para doenças comuns tais como dores no corpo, grupe, etc. (p.ex. Aspirina, Paracetamol, Ibuprofen, etc.). Também óculos ou tratamentos dentários são pagos em parte pelo seguro, o restante é pago pelo assegurado. Para terem uma ideia de custos, os óculos do Daniel me custaram aproximadamente 120 euros.

E o que fazer se você tem dificuldades de se expressar em alemão? Em resumo: na dúvida, é melhor ir no “Hausarzt” e pedir pra ele a guia de transferência pro médico especialista, escolher qual será o médico que você vai querer marcar a consulta (por recomendação de amigos e/ou da nossa amiga internet) e dar uma passadinha lá com a guia, marcando a consulta. Há cidades que mantêm listas dos idiomas falados pelos médicos e/ou atendentes da região, e há também em outras cidades o serviço de pessoas que acompanham estrangeiros a atendimento médico para servir como intérpretes. Uma boa opção é pedir para uma amiga ou o marido ser o acompanhante, caso a conversa entre médico e paciente e os termos específicos sejam um impecilho em alemão.

No caso de assegurados privados, o procedimento é diferente: ele recebe as contas das consultas médicas pra pagar, compra seus medicamento pagando os valores completos e tem que coordenar o ressarcimento do valor junto ao seu seguro de saúde. Pra compensar, o seguro de saúde privado tem, em geral, mais regalias, tais como p.ex. atendimento pelo chefe médico no caso de uma operação, quarto individual no hospital, atendimento psicológico, melhor cobertura no caso de tratamentos dentários, etc. Os programas são bastante diversificados, assim como seus custos.

Poderia continar falando deste tema por muitas e muitas linhas… Mas acho melhor parar por aqui e perguntar se ainda ficou alguma dúvida em aberto, se vocês completariam mais alguma coisa muito importante que eu tenha esquecido, e se algum ponto ficou talvez mal explicado. Obrigada à minha leitora assídua, a Roberta, que sugeriu este tema! Agora é sua vez de deixar seu comentário! Obrigada a você também por sua participação!

Anúncios

Tags: , , , , , , , , , , , ,

46 Respostas to “::Consultas médicas / seguro de saúde na Alemanha::”

  1. Roberta von Zastrow Says:

    Ei, Sandrinha!!! Já li seu post! ehehehe! E pra variar, gostei demais!! Como vou morar aí já neste ano (quero muito te ver por aí), minha mãe e meu pai já estão querendo saber de tudo como funciona, além de Tiago e eu também estarmos curiosos! Eu entendi bem tudo o que vc disse e ficou super bem explicado! A minha preocupação com planos de saúde é pelo fato de eu ter Diabetes, e preciso ter um acompanhamento de 3 em 3 meses com médicos, além de fazer exames. Pelo visto então terei um atendimento satisfatório por aí né! Você acha que minha doença pode ser bem controlada aí também?
    Muito obrigada pelo carinho e atenção de sempre, Sandrinha! Você e seu blog são muito especiais!!
    Beijosss! :*

    • Sandra Santos Says:

      Oi Roberta,
      Acho que a doenca pode ser bem controlada aqui sim. Minha sogra trabalha nesta área de acompanhamento de diabéticos e vejo como eles apostam na educacao alimentar, acompanhamento constante, pra pessoa entender sua doenca e saber viver com ela da melhor maneira possível.
      Vamos nos encontrar aqui sim, vcs estao pensando vir pra que regiao da Alemanha?
      Um beijo pra vc e seu namorado,
      Sandra

  2. Jux Says:

    sempre leio suas linhas mas eh a primeira vez que comento. obrigada pelo post tao detalhado e explicativo: foi essencial pra me ajudar a entender beeeeem a respeito do sistema de saude da Nutellaland 😀 beijukka

  3. Claudia Dannemann Says:

    Oi, Sandra,

    seria legal mencionar o seguro complementar (Zusatzversicherung), que cobre despesas extras como dentes, óculos e atendimento diferenciado no hospital. Nós temos este seguro, pois somos freiwillige e em algumas situaçoes de emergência vale muito a pena, por exemplo: ficar num quarto de hospital sozinho, ser operado pelo chefe da clínica. É como se ao entrarmos no hospital tivéssemos um seguro privado.

    Quanto à pergunta da Roberta, acho que vai depender do tipo de diabetes que ela tem, pois pelo que ouvi falar o seguro do governo na banca os medicamentos mais modernos e mais caros do mercado. E dificilmente ela conseguirá se assegurar de forma particular, porque eles fazem um exame de saúde antes e diabetes exige maiores gastos….

    Saúde!

    • Sandra Santos Says:

      Oi Claudia,
      Obrigada por ter lembrado do seguro complementar, mesmo necessário nestes tempos de vacas magras pro sistema de saúde aqui na Alemanha. De agora pra frente, as seguradoras vao ter muita dificuldade de suportar os altos e crescentes gastos com o sistema de saúde daqui e nada melhor do que escolher um seguro complementar pra garantir um bom tratamento dentário, Heilpraktiker, tratamento especial no caso de internacao, etc.
      Obrigada e um beijo, pra vc e toda a família,
      Sandra

  4. Tania Belderrain-Spillmann Says:

    Oi Sandrinha querida

    Adorei a sua informacao! Muito interessante! Bom para o pessoal que vem aqui pra Alemanha e nao domina o idioma!

    Gracas a Deus que vim pra cá já dominando o alemao e dessa forma nao tive porblemas. Também ajudei muitas brasileiras a se virarem aqui no sul sa Alemanha.

    Abracos

    Tania

  5. Alessandra Banyai Says:

    Oi Sandra, eu tinha algumas duvidas sobre o sistema de saude alemao, mas o seu blog me esclareceu muitas coisas. So fiquei com uma. Eu e meus filhos temos a cidadania mas meu marido não tem. Vc sabe como funciona neste caso o sistema de saude. Obrigada se vc puder me ajudar
    Alessandra

  6. Lidiane Gonçalves Says:

    Essencial este tema!! Super boa sugestão da Roberta.

    Me lembrei que quando estava por aí o zíper da minha saia estourou. Foi super difícil encontrar as lojinhas especialistas em reforma de roupas e quando as encontrei me cobrariam cerca de 12 euros para o serviço. Uauh! Com 12 euros eu fazia ótimas compras no supermercado!! É muito engraçado e me espanta comparar determinados serviços de mão de obra da Alemanha com o Brasil. Chaveiro, cabeleireiro e afins são serviços muito caros! Agora eu entendo o porquê as européias são auto-suficientes quando o assunto é beleza. 🙂

    Abs
    Lidiane.

  7. quelen Says:

    Oi Sandra!
    Excelente post! eu adorei, bem claro e objetivo!
    Uma boa semana, bjs!

  8. Marcelo Says:

    Olá! Obrigado pelo post e parabéns pelo blog. Esclareceu mta coisa! Perguntas: como faço para escolher um seguro privado? Sabe de algum site que faz uma comparação ou pessoas como “corretores” de seguro assim como existe no BR?

  9. Daniela Says:

    Oie…
    Tenho uma duvida, vc sabe qual o valor médio pago nesses seguros privados? o mais simples… vou ficar entre 3 a 6 meses aqui.
    Muito obrigada!!!

    • Sandra Santos Says:

      Oi Daniela,
      Já tem um tempao que tive um seguro privado como estudante aqui, entao repasso a pergunta para os leitores. Se alguém souber responder pra Daniela, é só comentar abaixo. Se do contrário vc ficar sabendo do valor, inclua-o aqui pra ficar de informacao pra outros leitores, ok?
      Obrigada e um beijo,
      Sandra

  10. Eugênia Says:

    Oi Sandra,
    Adorei o post e ainda tenho uma dúvida: o seguro complementar deve ser feito para complementar só o seguro regular ou também ao privado? Você saberia me dizer o nome dos principais seguros privados?

    • Sandra Santos Says:

      Oi Eugênia,
      O seguro complementar serve de complemento ao seguro regular. Se escolher um seguro privado, há vários níveis diferentes de seguro, o q poderia ser o mesmo de um seguro regular, ou (muito) além do mesmo.
      Um beijo,
      Sandra

  11. ::Novidade do sistema de saúde alemão:: « Mineirinha n'Alemanha Says:

    […] em breve isso não existirá mais. O restante do que expliquei sobre o sistema de saúde alemão aqui continua […]

  12. Diego Says:

    Olá, você saberia me informar se eu quiser viajar pela Europa o seguro AOK para estudantes é reconhecido ou eu teria que fazer um seguro internacional?

    • Sandra Santos Says:

      Oi Diego,
      Geralmente as empresas da área de saúde mantem um convenio para países da Europa. Verifique os países em questao, para ter certeza absoluta, diretamente com a AOK.
      Um abraco e boa viagem!
      Sandra

  13. Carina Says:

    Olá!!!

    Em janeiro de 2013 eu e meu marido vamos para a Alemanha. Ficaremos 2 meses morando em Göttingen para estudar alemão e em abril ele começa o doutorado, em Hannover.

    Gostaria de saber que tipo de seguro de saúde você nos indicaria. Em que empresa podemos procurar e que seja mais baratinho…

    Poderia nos dar uma dica?

    Obrigada,

    Carina

    • Sandra Santos Says:

      Oi Carina,
      Eu pessoalmente nao tenho dica, mas olhe no grupo “Brasileiras in Deutschland” no Facebook e depois publique/comente aqui as melhores sugestoes.
      Obrigada e beijos,
      Sandra

    • Eugênia Says:

      Oi Carina, também estou indo para a Alemanha em Janeiro para um Pós-doc em Munique. Eu e minha big family! Pelo que estudei o seguro oferecido pelo DAAD é um dos mais completos pois tem seguro de responsabilidade civil incluído. Veja este link http://www.csf-alemanha.de/pt/21030/index.html
      Um abraço, e quem sabe nos encontramos por lá!

  14. Phablo Says:

    Sou Brasileiro, meu irmão vai passar 3 meses na alemanha, onde consigo o seguro de saúde?

  15. Mary Says:

    Ola Sandra,
    Escrevi, mas n. sei se foi postado? gostaria de saber qual a melhor possibilidade no meu caso: Gostaria de mudar p.Alemanha e comprar 1 Senioren Wohnung, tenho cidadania, mas nunca trabalhei na Alemanha, como poderei ter acesso ao seguro regular? e possivel? como devo proceder, ou terei q. trabalhar p.ter acesso? ainda tenho chances no mercado de trabalho(60)?
    Grata – Mary

  16. Claudia Says:

    Oi sandra!
    Amei seu blog! \muito obrigada pelas dicas!!
    Estou precisando de um socorro seu!
    Eu postei em um post anterior seu sobre gravidez, mas somente agora vi que há um especial sobre seguro saude, assim tô postando de novo. rsrsrsrsr
    Meu marido e eu iremos morar na Alemanha, precisamente na cidade de Munique, durante um ano e meio, a partir de agosto de 2013.Ele irá pelo projeto CIENCIAS SEM FRONTEIRAS e estudará na TUM. Ele terá através do projeto um plano de saude, enquanto eu não. Ocorre que acabei de ter conhecimento de que estou gravida e não sabemos se é necessario fazer um plano, se for, qual cobertura qu devemos escolher: publico ou privado? Vc tem ideia de preços e o que está incluido na cobertura?
    beijo
    Claudia Schroder

    • Eugênia Says:

      Oi Cláudia, eu também moro em Munique, vim pelo CsF e tenho crianças aqui comigo. Eu fiz o plano de saúde/responsabilidade civil pelo DAAD e estou satisfeita com ele. Ele é um plano privado pois não temos direito ao plano público, por não trabalharmos aqui. Fiz para todas as crianças. É imprescindível fazer o plano de saúde, sem ele você nem consegue o visto.
      O plano do DAAD é bem completo e cobre até remédios. Tenho usado bastante. Tenha atenção especial com o plano de responsabilidade civil. Se quiser mais dicas entre em contato por email: dijabour@gmail.com

  17. Eugênia Says:

    Ahhh o preço é o seguinte: 89 euros para o bolsista e 129 para conjuge. por mês.

  18. Andreia Says:

    Ola Sandra
    Vc tem alguma informação sobre vaga para ginecologistas?

    • Sandra Santos Says:

      Oi Andreia,
      Eu sei q médicos aqui, como no caso de várias outras profissoes, têm q conseguir reconhecer seu diploma. Dê uma olhada nesta página: http://anabin.kmk.org. Para entrar em contato com outras médicas brasileiras residentes na Alemanha através do grupo no Facebook: Brasileiras in Deutschland.
      Um beijo e tudo de bom,
      Sandra

  19. Jucelia Says:

    Olá estou morando a pouco tempo na Alemanha e preciso fazer um seguro para meu filho que usa aparelho dentário, na primeira consulta dele aqui quase infartei gastamos 260,00€ para ela ajustar o fio do aparelho!!!Agora, sei que sou obrigada a fazer o seguro aqui, pq aqueles. que fazemos para viajar, não cobrem o ajuste no aparelho… Alguma dica? Bjs

    • Sandra Santos Says:

      Oi Jucelia,
      Se vc está morando na Alemanha e tem seguro aqui na Alemanha, minha dica é ir pagando e guardar as faturas originais, pq vc recebe uma grande parte de volta do próprio seguro qdo o tratamento tiver terminado. Entre em contato com sua seguradora pra saber os detalhes. O tratamento da minha filha durou 7 anos e no fim do mesmo, apresentei as faturas e recebi parte do dinheiro. É preciso lembrar tbém que uma parte do tratamento é coberta pelo seguro, o que pagamos é só a parte que nao é coberta, que fica além do valor da seguradora.
      Um beijo,
      Sandra

  20. Milena Lavinas Says:

    Boa tarde,

    Estou morando na Alemanha há 5 meses. Possuo Dupla Cidadania ( brasileira e portuguesa).
    Fiz o meu plano de saúde no Brasil para 6 meses, porém precisei usar e eles demoraram 3 meses para pagar o hospital.
    Esse plano que comprei no Brasil somente atende emergência e isso é muito ruim, pois agora me mudei para cá.
    Tive muito problemas com esse plano e como sou nova aqui e não falo a língua, somente estou estudando, não sei como proceder no caso de um plano de saúde alemão.
    É possível eu possuir um plano de saúde pelo governo barato, pois não trabalho?
    Moro com o meu namorado.
    Gostaria de saber qual a melhor maneira para eu resolver isso, pois preciso de um plano com urgência.

    Obrigada

    • Sandra Santos Says:

      Oi Milena,
      Visite o grupo Brasileiras in Deutschland no Facebook e pergunte pras meninas. Depois venha cá e deixe um comentário sugerindo a melhor opção.
      Um beijo,
      Sandra

  21. Suelen Sucena Says:

    Olá Sandra,
    meu seguro saúde é privado, e eu fiz uma consulta com meu ginecologista e ele me pediu um exame, porém esse me custou 800 euros. Você saberia me dizer se a minha seguradora reembolsaria 100% por um só exame? Certa vez eu pedi o reembolso de uma consulta e foi 100, agora quanto a exames em geral eu não sei.
    Obrigada

    • Sandra Santos Says:

      Oi Suelen,
      Vc tem que dar uma olhada na sua apólice, mas se não houverem exceções deste tipo, que acredito não serem comuns, vc pode receber o reembolso sim.
      Espero que dê certo!
      Um beijo,
      Sandra

  22. Juliana Daitchmann Says:

    Olá!! Uma amiga está na alemanha com o marido e terá que ficar por mais 6 meses e não está conseguindo fazer um seguro saúde, por não entender a regulamentação do setor. Consegui entender bem como funciona devido ao seu post, mas como ela faz pra contratar um desses seguros?
    Parabéns pelo site!!!

  23. André Barros Says:

    Olá Sandra,

    Minha dúvida que me impede de ir a Alemanha, e o seguinte minha esposa tem insuficiência renal passou por um transplante faz 1 ano.
    Agora tem que toma vários medicamentos para não rejeitar, e ir de 4 em 4 meses realizar exames clínicos para saber como esta o seu estado. Minha preocupação e a respeito dos medicamento aqui no brasil e muito caro, mais e disponibilizado pelo SUS.

    Como séria essa situação na alemanha.

    Grato,

    • Sandra Santos Says:

      Oi André,
      Sugiro que entre em contato com uma seguradora aqui, por exemplo AOK, e coloque suas dúvidas diretamente. Falando em geral, se vc tiver trabalho aqui, teria seguro de saúde, e ele cobre o tratamento de todos os assegurados, e em parte ele contribui tanto com relação a estadia no Hospital como quanto à compra de remédios.
      Um abraço,
      Sandra

  24. Norma Christina Eder Says:

    Parabens pelo site. Gostaria de saber quanto custa um seguro saude publico por mes. Tenho 68 anos e vou mudar para a Alemanha no proximo ano. Não vou trabalhar na Alemanha.Como faço para ter este seguro?

  25. Patrícia Says:

    Olá Sandra,

    obrigada pelas informações no post. Ainda possuo algumas dúvidas. Alguém que sai do Brasil com um tratamento dentário, mais especificamente, aparelho dentário, tem condições de continuar o tratamento lá? Saberia me informar se os valores são altos, e se algum seguro saúde cobriria gastos com isso?
    Desde já agradeço pela sua disponibilidade.
    Obrigada,
    Patrícia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: