::Onde está o mal?::

O final de semana passado me marcou por vários motivos. O primeiro, o principal, pela mente insana do norueguês que passou quase 10 anos planejando um ato de terror, motivado pela fobia contra muçulmanos e estrangeiros que ocupam a Europa, que ele quer deixar “limpa” de novo sem nós (eu e você que está lendo este texto e mais alguns outros por aí). O que mais me deixou literalmente boba foi o fato dele ter resolvido matar tantos jovens só com o objetivo de se auto-promover. Por ter incluído no seu minucioso planejamento o fato de não ter se matado como todos os outros loucos anteriores e por ter escrito um “manifesto” de mais de 1.500 páginas, ele conseguiu lançar uma campanha de marketing das mais inusitadas e, infelizmente, cujo sucesso repercutiu em todo o planeta. Foi por isso que ele conseguiu afirmar que o ato cometido foi “cruel, mas necessário”. Como o tal do “manifesto” do rapaz foi espalhado por ele 7.000 vezes na net antes dele sair para matar pessoas a torto e direito, não foi difícil achá-lo e ler algumas partes do mesmo, onde ele explica que não há igualdade entre os seres humanos, dá uma aula de maldades e convoca outros loucos a seguir seu exemplo. Lendo aquela loucura toda, entendi que pra ele valeu a pena fazer o que fez, pois se projetou no “mundo do mal” para um dos primeiros lugares do planeta, e para nós, cidadãos do mundo, um dos últimos. Uma busca pelo nome dele no Google aponta: hoje há 10.400.000 páginas sobre ele. Que pena!… A Noruega ficou embasbacada ao perceber que o mal não vinha de fora, mas tinha nascido e tinha sido criado, educado e formado dentro do país. O mal já estava lá o tempo todo e eles não sabiam. Independentemente de sua origem, quem poderia imaginar que um ser humano pudesse ser capaz de uma barbaridade dessas, ainda mais cometida contra jovens inocentes, acertando em cheio o cerne de uma sociedade aberta, multicultural e democrática? A parte curiosa da coisa fica o nome do infeliz: ele se chama “Anders“, o que significa “diferente” em alemão. Põe diferente nisso!

Enquanto pensava nisso tudo, no sábado o mal apareceu pra mim, ainda que bem de leve. Eu também nem pensava mais que ele morava bem ao lado e fui, como em todo sábado, fazer compras no supermercado com o Daniel, que me chamava aqui, me mostrava algo lá, como em todo sábado. No final das compras coloquei, com a ajuda dele, tudo na esteira e senti minhas pernas tremerem ao notar que minha carteira tinha sido roubada de dentro da minha bolsa! Lá se foram dinheiro, cartões de banco e documentos, e no lugar da carteira ficaram alguns telefonemas para bloquear os cartões, uma ida à polícia local e a certeza de que não voltarei a viver tão “leve, livre e solta” como antes. A preocupação com meus pertences tomou conta do meu sábado à tarde, ainda que por outro lado reconheci ter tido sorte no azar, pois tudo poderia naturalmente ter sido mil vezes pior. Desejei que o autor do roubo esteja realmente precisando do dinheiro, e desejei reencontrar meus objetos pessoais, fotos da família e lembranças da juventude que carregava comigo há tantas décadas.

Por fim, a notícia da Amy Winehouse me fez também pensar que o mal mora dentro de nós mesmos, muitas vezes na incapacidade humana de evitar ou parar coisas que não fazem bem ao corpo e ao espírito tais como cigarro, álcool e drogas, que matam e levam do mundo pessoas com um talento tão grande quanto o dela. Que ela esteja num lugar bem legal, cantando para os anjos e vivendo mais sossegada do que foi possível viver aqui, sortuda por ter alcançado tanto sucesso, mas sem sorte por ter sido vítima do mesmo.

O mal está em todas as partes. E quando menos esperamos, ele volta a dar as caras. Por outro lado, o mesmo se dá com o bem. Que pensemos nisto!

Anúncios

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

18 Respostas to “::Onde está o mal?::”

  1. Marcelle Says:

    Como sempre, vc foi perfeita nas suas colocações.
    A gente se assusta com tudo que é diferente.
    Eu sou estrangeira, brasileira em terras alemães, e engraçado ver estranhamento nas muçulmanas lindas e maquiadas sempre tão cobertas.
    Mas eu também não sou diferente aos olhos delas?
    Então , o que leva esse maluco a pensar que esses “diferentes”devem ser excluídos daqui, de lá ou de onde quer que seja ?
    Enfim , não dá para entender, só para lamentar.
    Aff, e lamento mesmo pela sua carteira tb… péssimo!
    bjs
    Marcelle

  2. dannemannclaudia Says:

    Bonitas colocaçoes, Sandra! Lamento pelo furto – já me aconteceu uma vez em Wiesbaden. A gente nem acredita que isso possa acontecer aqui na Alemanha. Tomara que os seus pertences reapareçam!

    Beijos
    Claudia

  3. Flávia Says:

    amei seu texto!
    dias incertos em toda parte!

  4. Tania Belderrain-Spillmann Says:

    Muito bom seu texto!!!!! Parabéns!

  5. Cristina Says:

    Concordo!!!
    O bem e o mal estão em todas as partes. Cabe à nós mesmos alimentar a que que queremos que seja a mais forte, né?
    Quando se fala do fim do mundo em 2012, penso que se faz uma alusão ao confronto que já estamos tendo entre o bem e o mal. Durante tanto tempo tivemos lobos em capa de cordeiro e agora estas capas estão caindo e todas as verdades vindo à tona. Isto nos coloca de frente à situações nunca antes pensadas. E acho que ainda vem muito mais por aí, até que nós , os humanos, com o dom da fala, possamos nos comunicar com nossos irmãos sem ódios e preconceitos.

    • Sandra Santos Says:

      Adorei seu comentário, Cristina. Penso também que o “final do mundo” em 2012 é muito mais um recomeco para melhor. Mas que ainda vai acontecer muita coisa até lá, isso é certo!
      Beijos,
      Sandra

  6. Eny Miranda Santos Says:

    Sandrinha,
    Adorei o seu texto! Vc coloca de maneira muito clara e exemplificada que o bem e mal vivem lado a lado e estão por toda parte.
    Quanto a perda da carteira, menos mal: “vão-se os aneis e ficam-se os dedos”.
    Beijos,

  7. juliane Says:

    Verdade Sandra… que mundo é esse no qual estamos vivendo… e como proteger os nossos filhos desse mal solto por aí… fico pensando que qualquer um de nós poderia ter sido vitima dessa loucura… haja energia positiva pra dar conta de espantar tanta coisa ruim…O jeito é continuar acreditando no bem, e batalhando pra estar sempre do lado bom da forca (com cedilha)!

  8. Everton Says:

    Olá Sandra
    sou eu de novo o Everton de Belo Horizonte, agora vivo em Curitiba
    Tenho familia na Alemanha e fui conhece-los pessoalmente em marco deste ano, fiquei em Heidelberg e conheci outras mais, gostei do estilo de vida deles, eles me receberam na casa deles
    muito legal, enfim aqui no Brasil eu trabalho com Telemarketing para pagar os estudos, trabalho na GVT e atualmente faço curso de commissário de vôo, meu sonho é trabalhar na Lufthansa, vi seu post que conta que vc trabalhou como atendente de clientes internacionais, goataria que me ajudasse a entrar na Lufthansa por esta porta, pois estando lá , tenho como depois conseguir uma vaga de commissário naquela empresa, por favor me ajude, acabei de dar entrada no meu pedido de cidadania alemã, meu avòs são alemães, quero muito ir para a Alemanha, estou pronto, fiquei l´´a 2 meses e já me sinto pronto para essa decisão, se tiver como me ajudar por favor me ajude.
    Meu e-mail é evertongm@live.com
    Abraço..

    Grüss aus brasilien

    • Sandra Santos Says:

      Oi Everton,
      Como vc está de olho em uma só empresa, minha dica é assinar a oferta de empregos deles e ficar mesmo de olho. Se precisar de auxílio para arrumar seu CV e uma carta de apresentacao, posso lhe prestar meus servicos através da Connex Consulting, http://www.connexconsulting.de
      Um abraco e boa sorte,
      Sandra

  9. laudenice Says:

    Parabens Sandra, vc conseguiu expressar com suas palavras o que estou sentindo e pensando. abracos (tambem com cedilha) 🙂

  10. Meire Bagoli Says:

    O mal está em todas as partes. No ano passado a minha amiga que mora em Paris estava toda feliz em passar o natal com a familia no Brasil. Mas um mês antes entraram no apto dela em Paris e levaram muitas coisas. Coisas que o esposo dela guardou a vida toda. Resumindo ficou triste e nem conseguiu vir ao Brasil. Quanto ao louco que quer mandar todos de volta ao País……socorro heim!!!
    Espero que o ladrão resolva deixar as suas fotos em algum lugar.

    saudades/Beijos

  11. Fabiana Santos Says:

    Nossa amiga!!

    Realmente o mal não deixará de existir, infelizmente. Em minha cidade que tem apenas 10.000 habitantes, no inicio era uma benção, hoje não confio em deixar a janela do quarto a noite dormir aberta, antes eu nem trancava a casa, hoje eu escuto um barulho meu coração gela. Por isso arranjei um cachorro 🙂 .
    Fico triste pelos seus documentos e pertences, que você possa reencontrá-los, e que o infeliz que fez isso, tenha o azar de cair nas mãos da polícia qualquer dia desses.
    Realmente a Amy procurou o próprio azar, as vezes dizemos que foi falta de amor e sei lá o que, mas ela se envolveu com pessoas que a fizeram mal, nós seres humanos sabemos o que é certo e errado, ela também sabia, foi uma pena ela ter escolhido este.

    Que Deus te abençoe!!

    Saudades

    Beijos

  12. ::Um dia como outro qualquer na Alemanha:: « Mineirinha n'Alemanha Says:

    […] por falar em pedidos, temos que ter muito cuidado com os pedidos que fazemos. Quando roubaram minha carteira, eu afirmei que queria só minhas fotos e pertences pessoais de volta. Pedido feito, pedido aceito. […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: