::Homenagem a Steve Jobs::

Muitas vezes penso sobre os relacionamentos humanos e chego à conclusão de que deve existir alguma ligação invisível entre as pessoas, um fio invisível de uma imensa teia de aranha que nos atrai uns aos outros. Dando como exemplo o meu livro, ele liga pessoas que, em regra, virariam amigas se pudessem se conhecer entre si. Acho isso incrível! É mesmo como um imã invisível que puxa o semelhante ao semelhante.

Eu nunca vi nenhuma apresentação do Steve Jobs, este é o 1° vídeo que vejo dele, pois hoje uma parte do que ele falou foi divulgado numa rádio local, por ocasião da sua morte. Mas eu o admiro, tenho um certo carinho, respeito e penso que, como diz uma linda musiquinha de jardim aqui da Alemanha, o mundo teria sentido falta dele se ele não tivesse vindo ao mundo.

Claro que a Apple, assim como qualquer outro empreendimento, não tem só significados bons e o status e hype que se criou em volta da marca é certamente exagerado. Mas se pensarmos que este cara começou a empreender em uma garagem e hoje muitos de nós carregam consigo um modelo que ele criou, ou uma cópia inspirada em suas visões, que a empresa dele emprega muitos mil funcionários e que uma visão de um só ser humano revolucionou nossa maneira de nos comunicar é o máximo pra mim. Eis aqui todas as capas de revista em que ele apareceu durante sua carreira e um post maravilhoso dedicado ao Steve Jobs aqui.

Sinto por ele ter morrido um dia depois do lançamento do iPhone 4S (“for Steve“) e desejo que ele não tenha ficado sabendo das muitas críticas e do fato de que as ações da empresa caíram logo depois da apresentação do novo modelo. Agora ele vai ficar fazendo a ligaçã satélite entre nós, cá embaixo, com o mundo lá de cima.

No vídeo acima ele demonstra ter uma visão muito bonita da morte e fica claro que usou a morte como fonte de inspiração para seguir os chamados do seu coração. Ele a enfrentou sempre de frente, e muitas vezes ela resolveu o deixar viver mais algum tempo. Ele sugere que outros façam o mesmo que ele fez. Mudar pra deixar entrar coisa nova na vida da gente, viver o que temos pra viver e não perder tempo em ficar copiando ninguém, nem aceitando dogmas que não são os nossos. Amém! Que Deus (o universo) o tenha!

E qual é a sua opinião a respeito da morte?

Anúncios

Tags: , , , , , , ,

4 Respostas to “::Homenagem a Steve Jobs::”

  1. juliane Says:

    Ai Sandra, adoro as coisas que você escreve…! E é verdade o que você falou sobre o seu livro, acho que você conseguiu um grande mérito! beijo grande!

    • Sandra Santos Says:

      Oi Juliane,
      Sem querer endeusar ninguém, mas acho mesmo que Steve Jobs fez uma grande diferenca para o mundo atual e que está por vir.
      Quanto ao que me toca, obrigada pelo carinho!
      Beijos e boa semana,
      Sandra

  2. Ubirajara Rodrigues Says:

    A morte de Steve Jobs não me deixa nem alegre, nem triste. Isto porque admito ele ter existido na medida certa, no seu tempo correto, realizando tudo o quanto a teia da existência naturalmente lhe conferiu – e, ele fez tudo magnificamente bem. Entretanto o admiro pelo fato dele ter sabido fazer o melhor uso desse seu próprio tempo, revestindo-o de uma aura que por longos séculos perdurará inscrita na história, alertando-nos para o cultivo de uma mentalidade de superação da ideia de morte, entendendo que a morte não deveria assustar e nem conduzir ao pânico ou a uma situação alucinada do fim de tudo para quem por ela é acometido

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: