Archive for fevereiro \17\UTC 2012

::Boas e más notícias::

17/02/2012

Até que enfim! A notícia boa do dia é que Wulff se viu forçado a desistir de seu posto de presidente da Alemanha. E olha que eu já tinha pedido pra ele sair dia 05/01/12!…. É o 3° presidente que vejo deixando o posto: Collor, Köhler, Wulff. Veja aqui todas as peças do quebra-cabeça que o levou a perder a Presidência.

A notícia ruim do dia é que eu e minha família estamos de molho há 3 dias com uma gripe fortíssima, mas já estamos melhorando, graças a Deus. Nada como um dia depois do outro!

::Zwiebellook e o frio na Alemanha::

06/02/2012

Morando na Alemanha há quase 20 anos, naturalmente já me acostumei com o frio. Mas desde que cheguei aqui nunca tinha enfrentado tanto frio como agora! Ontem bati todos os meus recordes pessoais, tendo sentido 14°C abaixo de zero à 1h da madruga… Mas a sorte é que o tempo está seco, então não se sente tanto frio quanto como se o frio estivesse sendo combinado com alta umidade no ar, o que para minha alegria não era/é o caso…

Até agora, todos os anos em que o frio chegou a tanto extremo como agora, estava no Brasil e tive a sorte de não o sentir na pele. Este inverno vai ficar na minha memória! Já chegam a quase 300 o número de mortos em toda a Europa, geralmente pessoas que vivem nas ruas e morreram literalmente de frio. Esta semana iríamos receber uma estudante italiana aqui em casa, que ficou impossibilitada de viajar porque a Itália está enfrentando muita neve e frio também. Os prefeitos pediram que as pessoas ficassem em casa e as aulas foram suspensar por lá. O mesmo não acontece por aqui, todos vão para a escola e para o trabalho como se nada tivesse acontecido. A única dependência fica sendo a dos meios de locomoção, que por um motivo ou outro podem fazer greve e nos deixar na mão. Todos os dias comentam nos noticiários de rádio que várias pessoas não conseguem usar seus carros porque eles os deixam na mão devido às baixas temperaturas. Por sorte, isso não me aconteceu – pelo menos ainda não! Viva o “Tudo Azul” (apelido do meu carrinho)!!!

Minhas técnicas pra enfrentar o frio são simples, mas eficazes: o frio sempre nos pega nas extremidades, então é importante proteger bem os pés, as mãos, o pescoço e a cabeça. O sapato é peça primordial pra quem quer ter paz no inverno, pois não dá pra ser feliz com os pés doendo de frio! Se a sola não for lisa, você ainda contribui pra não escorregar na neve. E em termos de roupas, é importante vestir a primeira camada de algodão e depois dela várias camadas à gosto, no melhor estilo Zwiebellook (estilo cebola) pra ir tirando as camadas – ou aumentando-as – conforme a necessidade. Uma boa jaqueta de inverno (de preferência com capuz) completa a indumentária. E como diz minha sogra: “Não há tempo ruim, só há pessoas vestidas com a roupa errada”.

Boa semana pra todos!

::O poder das Amazonas::

03/02/2012

Abaixo a tradução para o português de pequeno parte do artigo que saiu na revista alemã “Der Spiegel” de 16.01.12:

Dilma Rousseff é a primeira mulher na presidência de um país sul-americano, ela preencheu postos importantes de seu governo com mulheres. Dez delas fazem parte do seu círculo de governo, que conta com um homem como exceção. E isso sem um regulamento de quotas. “Se Dilma fica entre um homem e uma mulher com a mesma qualificação, ela escolhe uma mulher”, diz Gilberto Carvalho, ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência.

Não é difícil achar mulheres competentes: as brasileiras frequentam por mais tempo as escolas e chegam à universidade com maior frequência que os brasileiros. O país é caracterizado pelo machismo, mas a sociedade também demonstra ter traços matriarcais: o homem manda nas ruas, nos outros lugares quem manda é a mulher.

Um terço das famílias é dirigido por mulheres, enquanto os homens ficam com o papel de genitores. A ajuda social “Bolsa Família” é dada prioritariamente a mulheres, pois elas demonstram ter mais senso de responsabilidade. Ainda assim, as mulheres que trabalham têm salários um terço menor que os dos homens. Só há um sistema de quotas na política: 30% de todos os candidatos para vários postos devem ser mulheres, o que ainda não funciona bem na prática.

Fonte: Der Spiegel, reportagem “Herrschaft der Amazonen” de 16.01.12, autoria de Jens Glüsing


%d blogueiros gostam disto: