::Curiosidades sobre a Alemanha – a versão da Eve::

A Eve do blog “Rindo de mim comigo!” fez uma lista sobre as peculiaridades da Alemanha, inspirada naquela lista do francês morando em Beagá. Olhem como ela ficou legal! Eu teria só a acrescentar no n° 53 que a escola aqui no estado de Baden-Württemberg começa em setembro e que as crianças têm mais férias do que as que ela listou, como p.ex. Pentecostes, mais duas semanas em maio, tirando os dias livres não planejados e outros, causados por motivos involuntários, doença ou curso de aperfeiçoamento do professor, ou coisa parecida. Bom, ei-la ela, a lista da Eve (post completo):

°°°
Depois do textos do francês, alguns brasileiros que moram em outros países estão fazendo a mesma lista. Li uma lista de um brasileiro na Alemanha e como acho que posso contribuir com outros pontos, estou fazendo a minha versão.

Ao contrário do que muitos vão pensar, não é uma comparação do tipo certo ou errado, melhor ou pior. É claro que, com base na minha visão brasileira, consigo perceber o que é diferente na cultura alemã. Tomem esse texto como um relato de fatos e observações minhas nesses mais de três anos na Alemanha. E como toda lista, há muita generalização.

1-Aqui na Alemanha se gosta muito de esporte. Gostam de futebol, basquete, hóquei… Mas, o esporte preferido mesmo é o de reclamar. Reclamam se o tempo está ruim, se está bom, se o trem atrasa 5 minutos, se você faz uma paradinha estratégica no meio da rua…
2-Aqui na Alemanha se assoa o nariz em qualquer lugar, inclusive, à mesa. E eles não são nada discretos. Não se assuste se estiver tranquilamente sentado num banco de praça e alguém passar por você e fizer sons nada agradáveis num lenço de papel.
3-Por falar em lenço de papel, aqui na Alemanha, eles sempre têm lenços de papel nos bolsos, nas bolsas… Podem ser usados, do inverno passado, ou novinhos, ainda no pacote.
4-Aqui na Alemanha, não existe o hábito de se tomar banhos várias vezes ao dia. E muitos nem tomam todo dia. Isso também no verão. Eles dizem que gastam a pele e o hábito é perceptível no ar, nessa estação.
5-Aqui na Alemanha, existem milhares de quilômetros de ciclovias por todo o país. Os ciclistas andam para todos os lugares e, muitas vezes, em qualquer tempo. Inclusive embaixo de temperaturas negativas.
6-Aqui na Alemanha, pedestre sempre tem prioridade. Os carros param para você atravessar. A menos que o pedestre esteja, por distração, ocupando a ciclovia. Aí, ele vai ouvir a buzina ou os gritos de ciclistas mais estressados para sair do caminho deles.
7-Aqui na Alemanha, existem inúmeros parques. Bonitos, organizados e bem cuidados, tanto pela prefeitura quanto pelos moradores.
8-Aqui na Alemanha, existem inúmeros parques. Aqueles em que se pode fazer churrasco, aquele em que se pode deixar o cachorro solto e aqueles em que terá uma mulher fazendo topless e cinco metros depois, uma de burca.
9-Aqui na Alemanha, no verão, cada metro quadrado de grama nos parques ou praças é disputado. Os alemães parecem lagartixas se expondo ao sol, depois de meses de inverno e escuridão. (Thiago, essa é pra você!)
10-Aqui na Alemanha, tem as quatros estações bem definidas. Assim como as estações mudam, o humor também muda. Coitados de nós quando o inverno é longo….
11-Aqui na Alemanha, ser gay é ok. O prefeito de Berlin é gay. No seu discurso de posse, ele disse: “eu sou gay, e está bom assim!”.
12-Aqui na Alemanha, existem todos os tipos de moda. Você pode encontrá-las todas num único dia nas ruas. Ou numa única pessoa.
13-Aqui na Alemanha, você pode sair com um moicano (o corte de cabelo) verde, azul ou lilás, uma roupa rasgada e ninguém vai apontar o dedo te criticando. Eles vão olhar, mas vai ficar só no olhar.
14-Aqui na Alemanha, pode-se encontrar pessoas bebendo cerveja às 10h da manhã. Alguns já estão bêbadas nesse horário.
15-Aqui na Alemanha, é normal encontrar pessoas peladas nos parques durante o verão. Principalmente, em estados da antiga DDR. Eles ainda acham estranho quando os brasileiros estranham esse comportamento.
16-Aqui na Alemanha, existem saunas mistas. As pessoas ficam peladas lá, mulheres e homens. E estranham se brasileiros não aderem a esse comportamento.
17-Aqui na Alemanha, ser machista está fora de moda. Mas, ainda existe muito sexismo. Muito.
18-Aqui na Alemanha, o transporte público é integrado e, relativamente, pontual. O ônibus vai chegar a poucos minutos da partida do metrô, do bonde ou do trem. Com a mesma passagem, você pode andar em todos eles, na mesma cidade.
19-Aqui na Alemanha, não tem cobrador ou catraca nos metrôs, trens ou bondes. Mas, existe fiscalização regular. Caso você seja pego sem passagem, a multa é de 40 euros. Nos ônibus, o cobrador é o motorista.
20-Aqui na Alemanha, ainda existe nazismo e um partido político neo-nazista. Porém, quando essas pessoas organizam uma passeata em determinada cidade, aonde 200 neo-nazistas estarão presentes, 2000 civis estarão na mesma rua para impedir essa manifestação e mais 3000 policiais estarão nas ruas para impedir surtos de violência. (Números meramente ilustrativos)
21-Aqui na Alemanha, pobreza não é passar fome, mas não participar da sociedade.
22-Aqui na Alemanha, pelo menos em Berlin, vivem cerca de 140 nacionalidades diferentes.
23-Aqui na Alemanha, um estrangeiro nascido na Alemanha, com passaporte alemão, continua, frequentemente, sendo tratado como estrangeiro, fazendo parte da população com “história de migração”.
24-Aqui na Alemanha, os caixas automáticos ficam expostos nas ruas.
25-Aqui na Alemanha, é mais fácil um carro dormir na rua aberto e, no dia seguinte, continuar no mesmo lugar, do que uma bicicleta. Melhor não arriscar nem uma coisa nem outra.
26-Aqui na Alemanha, existe o “bairrismo”. Berlinenses acham que Berlin é melhor que Hamburg, os de Hamburg acham que Hamburg é melhor que Berlin. E o muniquenses acham que Munique é melhor que o resto da Alemanha. 🙂
27-Aqui na Alemanha, quando se visita alguém em sua casa, costuma-se tirar os sapatos e deixar na entrada. Você vai entender isso num dia de muita neve e lama, caso alguém entre na sua casa e esqueça de tirar os sapatos. Principalmente, se seu chão for encarpetado.
28-Aqui na Alemanha, quando se visita alguém em casa pela primeira vez, costuma-se levar algum “mimo”. Pode ser um vinho, flores, chocolate…
29-Aqui na Alemanha, alemães gostam muito de viajar. Viajam pelo próprio país, pela Europa, África, Áméricas… Por isso, eles podem te olhar de cara feia se você disser que nunca esteve na Amazônia.
30-Aqui na Alemanha, os alemães acham meia hora para chegar de um lugar ao outro dentro de uma cidade, muito tempo. 200km é muito longe.
31-Aqui na Alemanha, toma-se sorvete em qualquer época do ano. Quase.
32-Aqui na Alemanha, também existe o chá ou café da tarde, com bolo ou biscoitos.
33-Aqui na Alemanha, vinho é muito barato. Até o chileno.
34-Aqui na Alemanha, homem faz xixi sentado quase sempre. O que dá pra entender, se levar em consideração que quem limpa mesmo o banheiro é ele.
35-Aqui na Alemanha, não existe empregada doméstica. Só os muito ricos têm. Mas, existe faxineira. Que são, muitas vezes, estrangeiros ou estudantes universitários precisando de renda extra.
36-Aqui na Alemanha, muito mais em Berlin, as marcas das guerras ainda são visíveis, principalmente quando se anda nas ruas e se vê no chão uma plaquinha dourada em frente a alguns prédios: “nessa casa morou a família Y, enviada para o Campo de Concentração na data X e morta na data Z”
37-Aqui na Alemanha, remédio só é obtido com receita médica, é “gratuito”. Porém, dependendo do remédio, pode-se pagar uma taxa de 5 ou 10 euros. Mas, xaropes, vitaminas e analgésicos comuns, por exemplo, podem ser comprados sem receita.
38-Aqui na Alemanha, existe corrupção, sonegação de imposto e “jeitinhos”. Como o caso de plágio da tese de doutorado do ministro. Por conta disso, ele teve que renunciar ao caso. Ou o antigo presidente, que foi acusado de tráfico de influência e também saiu. E as contas na Suíça dos ricos alemães dizem muita coisa.
39-Aqui na Alemanha, a última categoria de estrangeiros é a dos refugiados. Ninguém quer e muitos fingem que nem existem. Contudo, por conta do seu histórico de guerra, a Alemanha não nega a entrada. Só dificulta a permanência.
40-Aqui na Alemanha, muita coisa é “Do it yourself”, porque mão de obra é muito cara. Pintar a casa e montar os móveis é responsabilidade dos moradores.
41-Aqui na Alemanha, em 99% das casas de classe média pode-se encontrar móveis da IKEA. Não só porque são mais em conta, como porque são fáceis de montar.
42-Aqui na Alemanha, os alemães fazem o número 3 com a mão usando o polegar, indicador e dedo médio. Lembram da cena de Inglorious Bastards?
43-Aqui na Alemanha, garçons e atendentes de lojas falam inglês nas grandes cidades. Mesmo que seja macarrônico.
44-Aqui na Alemanha, o rival no futebol é a Holanda. Na economia e cultura, a França.
45-Aqui na Alemanha, em muitos lugares, como restaurantes ou prédios residenciais, cachorros são mais bem vindos do que crianças pequenas.
46-Aqui na Alemanha, os cachorros são bem educados, quase não precisam de coleiras.
47-Aqui na Alemanha, os estrangeiros têm mais crianças que os alemães.
48-Aqui na Alemanha, estudante universitário recebe ajuda financeira para estudar. Entra na universidade por mérito de nota.
49-Aqui na Alemanha, nas escolas, a nota mais baixa é o 6 e a mais alta é o 1.
50-Aqui na Alemanha, economicamente, o muro que dividia a Alemanha Ocidental da Oriental ainda existe.
51-Aqui na Alemanha, internet é rápida e barata. Existem planos de telefonia que incluem o telefone fixo, celular e a internet num mesmo pacote, num mesmo preço.
52-Aqui na Alemanha, tem muito feriado. No Natal, por exemplo, dia 26 é feriado. Na páscoa, a sexta e a segunda.
53-Aqui na Alemanha, o ano letivo começa em julho/agosto. As férias escolares são: 6 semanas no verão, 2 semanas no outono, 10 dias no Natal e Ano Novo, 1 semana no inverno, 2 semanas na Páscoa. As datas variam de estado para estado.
54-Aqui na Alemanha, não se fala abertamente de dinheiro, salário etc. Os funcionários são proibidos de falar quanto ganham para os colegas de trabalho, por existir a “livre concorrência”.
55-Aqui na Alemanha, existe uma palavra para cada tipo de “amigo”. Colega de trabalho, colega de república, colega de escola, colega de faculdade, amig@/namorad@.
56-Aqui na Alemanha, é o aniversariante que leva o bolo para os colegas de escola/faculdade/trabalho.
57-Aqui na Alemanha, é importante olhar a previsão do tempo antes de sair. Pode estar fazendo sol, mas estará frio. Pode estar um céu azul lindo, mas vai chover no fim do dia. E pode nevar em pleno mês de abril.
58-Aqui na Alemanha, batata é o feijão com arroz de todo dia. Trazida pro país há 300 anos, salvou a fome dos alemães em muitos períodos por resistir ao frio e poder ser armazenada por muito tempo.
59-Aqui na Alemanha, você não pode chamar alguém com “Psiu!”, “psiu!” é para cachorro.
60-Aqui na Alemanha, tem praia. Tanto no mar, quanto em rios ou lagos (áreas de banho). Só que sem coqueiro. Pessoas vão de sunga ou biquinis. Ou trocam de roupa lá, na sua frente. Ou ficam pelados mesmo.
61-Se eu não parar agora, a lista não teria fim.

Fonte: blog “Rindo de mim comigo”, post de 29/04/13.

Anúncios

Tags:

19 Respostas to “::Curiosidades sobre a Alemanha – a versão da Eve::”

  1. Renata Says:

    62 – Aqui na Alemanha você chama toda pessoa que não é íntima sua de “Senhor” ou “Senhora”. Chamar uma pessoa desconhecida de você é um grande desrespeito.

    63 – Aqui na Alemanha a palavra mais importante é o “Bitte” que pode ter vários significados, mas o mais importante é “por favor”. Sem o “Bitte” não se consegue nada, nem comprar pães na padaria, aliás não se consegue comprar nada.

  2. Renata Says:

    Ah, e para que conste: Munique é mesmo a melhor cidade da Alemanha!

    http://www.mercer.com/qualityoflivingpr#city-rankings

  3. Iris de Miranda Says:

    64 – Aqui na Alemanha só amigos muito íntimos se cumprimentam com beijo no rosto. Se não quiser receber olhares tortos, mantenha o calor humano longe e estique a mão 😉

    65 – Aqui na Alemanha muita gente tem um carro pro inverno e um conversível pro verão, pra aproveitar mais o sol como lagartixas.

    66 – Aqui na Alemanha, as pessoas têm garagens, mas enchem-nas de cacarecos e ferramentas, enquanto os carros são estacionados do lado de fora. E durante o inverno ainda reclamam de ter que raspar o gelo do pára-brisa.

    67 – Aqui na Alemanha tudo vem com molho. Da carne à batata-frita, é difícil encontrar uma comida sequinha, até a salada vem com dressing.

    68 – Aqui na Alemanha as pessoas são rápidas, práticas e eficientes. Todo brasileiro que se preze recebe olhares apressados da fila quando leva mais de 0,5 segundos para empacotar as compras do supermercado. (número meramente ilustrativo)

    69 – Aqui na Alemanha tem cerveja em todo lugar, até em faculdades, no Mc Donalds e nos cinemas (pra acompanhar a pipoca sempre doce).

    Fico por aqui, não quero xingar demais hehehehehehe 😛 gosto do jeitinho alemão, mas algumas coisas são difíceis de engolir… pessimismo jeden Tag é foda haha

  4. Iris de Miranda Says:

    Ai, faltou uma essencial:

    70 – Aqui na Alemanha, não existe ralo! Lembre-se disso antes de jogar um balde d’água no chão pra lavar a cozinha 😉

    (Pronto, parei! hehe)

  5. Renata Says:

    71 – Aqui na Alemanha se dá gorjeta por qualquer tipo de serviço prestado. Da cabeleireira, ao garçon, ao motorista de Taxi. Normalmente arredonda-se o valor, por ex. de 27,80€ para 30€, mas fica a critério do cliente. No exemplo acima também poderiam ser 28€, 29€, 31€ ou até mais. 27,80€ só mesmo se o serviço foi horrível.

    72 – Aqui na Alemanha o lazer é acessível a todos. Ir passar o dia em um lago lindo: 2€ de estacionamento. Ir andar de patins no gelo: 4€ + 2€ do aluguel dos patins por pessoa. Lógico que há formas de lazer mais caras, mas sempre há uma opção mais barata ou até grátis.

    73 – Aqui na Alemanha todo mundo leva o próprio lanche quando vai, por exemplo, passar o dia no lago. Ninguém olha com cara feia, ninguém taxa ninguém de farofeiro. Chegar a algum lugar sem levar pelo menos uma bebida é um sinal de despreparo. Obviamente isto não vale para restaurantes.

    74 – Aqui na Alemanha cerveja é algo muito específico. Na primeira vez que fui à uma das cervejarias mais tradicionais de Munique eu, inocentemente, pedi uma cerveja. O garçon ficou me olhando como se eu fosse um extraterrestre e perguntou qual. Um amigo me salvou e pediu uma “halbe Helles” pra mim. Depois me explicou que pode ser Helles (clara), Dunkles (escura), Weizen (de trigo), alkoholfreies (sem álcool), Festtags- (de festa, como para a Oktoberfest) ou ainda Radler (misturada com refrigerante de limão), sauer Radler (misturada com água com gás), Starkbier (com mais álcool, típica da Quaresma) e muitas outras mais que não me vêm à cabeça agora. Isso tudo em três tamanhos, kleines (300 ml), halbes (500 ml) ou Maß (um litro), sendo que aceitável mesmo é só a halbes e a Maß. A de 300 ml é para “crianças” de 16 anos, pessoas doentes ou idosas. A cerveja tem bem menos gás que a nossa e não fica impalatável à temperatura ambiente.

    75 – Vide 74, mas com pão. Cada um com uma receita, propriedades e, obviamente nomes específicos.

    76 – Vide 74, mas com presuntos e salsichas. Cada um com uma receita, propriedades e, obviamente nomes específicos. Para presuntos a gente ainda se ajuda pedindo “Aufschnitt” que quer dizer variado.

    77 – Aqui na Alemanha todos têm o direito de usar o transporte público. Não importa se inválido, com muletas, cego, mães com carrinhos de bebê, velhinhos com andador. Todo mundo embarca, desembarca, chega à plataforma na maioria absoluta das vezes sem ajuda nenhuma e numa boa. Isso me encanta!

    78 – Aqui na Alemanha não tem grade e nem portão na maioria dos prédios. Casas normalmente têm uma cerca no jardim da frente e/ou de trás, mas também há sem elas. Mas você chega à portaria de 99% dos prédios direito da calçada sem passar por portão nenhum.

    79 – Aqui na Alemanha a maioria das pessoas vive de aluguel. Não sei bem explicar por que, mas é assim. Comprar um imóvel é símbolo de estabilidade financeira a longo prazo.

    80 – Aqui na Alemanha existe um tipo de supermercado muito eficiente chamado “Discounter”. Neste tipo de supermercado normalmente só se encontra um produto de cada tipo (por exemplo polpa de tomate), normalmente da marca própria deste supermercado. Os produtos são de excelente qualidade, têm bom preço e eliminam o tempo gasto comparando se hoje vale mais a pena levar a polpa de tomates da marca x ou y. Além disto oferecem produtos sazonais que todo mundo vai precisar em breve. Por exemplo, nas últimas semanas estavam oferecendo coisas de jardinagem, de plantas a mangueiras, passando por botas e sombrinhas, porque o inverno finalmente acabou e as pessoas estavam cuidando de seus jardins. Esta semana estão oferecendo protetores solares e roupas para crianças pequenas com SPF 80 porque em breve as piscinas públicas e lagos abrem para a temporada. A maior fortuna da Alemanha pertence ao dono de um destes supermercados.

    81 – Aqui na Alemanha a água é “dura”, pois tem uma concentração de cálcio muito maior do que no Brasil. Pode ser mais dura ou menos dura dependendo da região. Esta concentração de cálcio forma depósitos em eletrodomésticos como lavadora de roupas ou de louças, assim como no banheiro e na cozinha, fazendo necessária a sua remoção com produtos específicos. Se um copo for lavado à mão e colocado no escorredor, ele fica com manchas de cálcio. A única vantagem que vejo nesta água é que o xampu sai muito rápido dos cabelos. Da mesma forma a água deixa resíduos nos mesmos.

  6. Renata Says:

    82 – Aqui na Alemanha se um dia santo é feriado ou não depende da religião da maioria da população. Na Baviera, com maioria católica há mais feriados do que em Baden-Würtenberg de maioria protestante. Mas em enclaves de maioria protestante dentro da Baviera eles não tem alguns feriados, como se estivessem dentro de Baden-Würtenberg. Um exemplo que me vem imediatamente à cabeça é 15 de agosto, Assunção de Nossa Senhora. Meu feriado favorito porque sempre faz tempo bom!

  7. Christianne Mintenbeck Says:

    83- Aqui na Alemanha se usa sandalias com meias. E bermudas “cargo” pra acompanhar. Homens, mulheres e criancas. Afff.. :0)

    84- Aqui na Alemanha tem a maior populacao “ecologica” ou “organica”do mundo ( “Ökos”). Os “ecologicos” se preocupam terrivelmente com o meio-ambiente e tem uma consciencia alimentar desenvolvidissima. Nao tente jamais dar um “Gummi Bärchen” (balinhas tipo “Jujuba” em forma de ursinho da marca Haribo) a uma crianca filha de pais “ecologicos” :0) Acucar e considerado droga.

    85- Aqui na Alemanha nao se mostra riqueza. Esnobar ou gabar-se de suas posses na cara de vizinhos ou amigos e extremamente mal-visto.

    86- Aqui na Alemanha as pessoas jamais elogiam a si mesmas. Comentar que fez algo bem, ou a escolha certa, ou que obteve vantagens por conta da propria inteligencia, ou que demonstrou coragem numa situacao dificil, ou mesmo comentar ter ajudado alguem ou feito uma bondade e considerado arrogante. O elogio deve vir sempre do outro e a pessoa elogiada deve retribuir com comentarios humildes do tipo “imagina, nao foi nada, nao fiz nada de especial, fiz apenas minha obrigacao”. etc.

    87- Aqui na Alemanha, a maioria das pessoas tem uma qualidade de vida considerada boa, ou pelo menos um sistema social que cria oportunidades para que a populacao goze de uma qualidade de vida que -eu diria – em 90% dos outros paises no mundo todo nao e possivel, nem mesmo imaginavel. Mesmo assim o alemao reclama muito.

    88- Aqui na Alemanha tem um monte de gente fofoqueira e invejosa, apesar da boa qualidade de vida que gozam.

    89- Aqui na Alemanha pode-se dar bronca no filho dos outros se o comportamento do/a menino/a nao estiver correspondendo as regras “gerais” de como criancas devem se comportar, ou dar bronca nos pais de uma crianca cujo estilo de vida ou atitudes sejam considerados daninhos a educacao da crianca, de acordo com o mesmo conjunto de regras nao faladas nem escritas, mas que compoe um repertorio de leis “comuns” que todo cidadao tem a seguir para viver em sociedade.

    90- A Alemanha eh, em termos sociais uma saia justa. Linda, chique e bem costurada, mas justa. :0)

  8. Christianne Mintenbeck Says:

    91-Aqui na Alemanha ha liberdade de imprensa. A qualidade da noticia veiculada eh muitas vezes duvidosa, quando por ex. personalidades da area de entretenimento ganham mais destaque e espaco do que assuntos mais importantes que afetam mais diretamente a vida do cidadao, mas eh maravilhoso poder ler opinioes criticas bem fundamentadas em todos os jornais, independente da posicao politica assumida pelos periodicos.

    92- Aqui na Alemanha a confeitaria eh das melhores do mundo e os bolos e tortas sao um pedaco do ceu na terra :0)

  9. Christianne Mintenbeck Says:

    93- Aqui na Alemanha, muitos homes (principalmente na Baviera) usam calcas curtas de couro com suspensorio. No dia-a-dia- para o trabalho ou a passeio, com qualquer tempo, no inverno ou no verao. Como se sabe, couro nao se lava. E eu nao me sento ao lado de homens com calca de couro :0)

    94- Aqui na Alemanha, passear na floresta eh esporte nacional. O alemao passeia a peh, principalmente nos finais de semana, no dia primeiro de maio (em familia) e no dia dos pais (em grupos de homens com calcas de couro). Na ultima data eh comum observar que atras de cada grupo de “caminhantes” vai um membro do grupo puxando um carrinho de madeira com litros e litros de cerveja e “Schnapps” (destilados), que vao sendo bebidos no caminho.

    95- Aqui na Alemanha ha os “Jardins da cerveja” (Biergarten). Naturalmente nao se planta cerveja nestes locais, mas senta-se ao ar livre para apreciar uma boa cerveja. Na minha opiniao, o “Biergarten” eh -assim como nossas praias- um dos lugares mais democraticos do mundo. Todo mundo vai, e ali todo mundo se encontra: ricos e pobres, jovens e idosos, Punks, Ökos e diretores de empresas sentam-se lado a lado nos bancos e mesas toscas de madeira. Em muitos “Biergarten” pode-se comprar comida, mas tambem traze-la de casa e comprar apenas a bebida. Prost :0)

  10. Fernando Cavalcanti Says:

    Já comentaram quase tudo o que eu queria comentar. Só acrescentarei umas coisas:
    96 – Falam dos americanos, mas acho que os alemães são o povo mais guloso do mundo: os copos de cerveja são gigantescos, os biscoitos parecem ter sido feitos para Gulliver, todos mastigam algo o tempo inteiro. Há até restaurantes dedicados à glutonaria, como um cujo nome esqueci (quando eu lembrar, postarei) onde a pessoa que não aguentar os megapratos inteiros é vaiada ao sair. Rs!
    97 – E a “pièce de resistence” (perdão pelo francês) de 99% dos pratos alemães são embutidos (salsicha) e batata. Muito gostosos, sem dúvida (derreti-me pela bratwurst com sauerkraut), mas a vida dos vegetarianos deve ser mais difícil na Alemanha do que no Rio Grande do Sul… Rs!

    • Sandra Santos Says:

      Oi Fernando,
      Obrigada pelo comentário, q tomei a liberdade de modificar para a numeracao em vigor, pra que outras pessoas possam continuar a lista. Espero passar dos 100 em breve!!!
      Um beijo e volte sempre,
      Sandra

  11. Renata Says:

    98 – Aqui na Alemanha criança sempre ganha um presentinho do vendedor. Na padaria, um biscoitinho. No açougue, uma salsicha ou fatia de fiambre. No verdureiro chique, um ovo cozido! No verdureiro no meio da rua, uma banana. Na farmácia, um brinquedinho ou revista. No médico, uma balinha. No banco, um joguinho. Nos correios, outro joguinho ou um balão. Isso se não for uma data comemorativa como aniversário da loja ou dia de São Nicolaus (6 de dezembro). Nestes dias todo mundo é criança e ganha presentinhos!

    99 – Aqui na Alemanha faz calor. De verdade. Mas o calor é diferente no que não é úmido e quase sempre tem um ventinho de refrescante a passando a frio. Muito normal é sair de casa para o parque ou para o lago num dia em que vai fazer 30 graus e levar uma blusinha de frio junto. Assim que o sol se põe ou entra atrás de uma árvore a temperatura cai significativamente. Se chove, pode estar o super calorão, a queda é de imediatos 10 graus.

    Vou deixar o número 100 para alguém com uma idéia melhor do que a minha, que era de escrever sobre os dias cinzas de inverno (com céu cinza, árvores cinzas, pessoas de cara cinzenta vestidas de casacos cinzas). Mas quero chamar a atenção para que, na verdade, faltam 2 items. A Eve parou sua lista no 60 e o 61 era apenas “Se eu não parar por aqui esta lista não acaba nunca”. Pelo menos ao 101 temos que chegar! Bjs

  12. Lores Says:

    100 – Aqui na Alemanha se tem a tradição do Rathaus-fegen! Quando um homem faz 30 anos de idade e não se casou tem a tradição de pagar “mico” em frente à prefeitura (Rathaus) da cidade dele com amigos e amigas para testemunhar mico. O aniversariante solteiro pagando o mico tem que se vestir de forma ridícula e pagar uma ou mais prendas estipuladas pela turma dele (por ex: , ter que varrer tampinhas de garafas de cerveja da escadaria enquanto os amigos jogam mais e ainda sair arrastando o carrinho de mão cheio de bebidas e oferecendo para as pessoas). 🙂

  13. João Says:

    101 – Aqui na Alemanha as crianças raramente choram ou fazem birra. Quando estão brincando nos parques esperam a vez do outro e utilizam o brinquedo para o seu devido fim, sem improvisos.

    102 – Aqui na Alemanha (Principalmente em Munique) a qualidade de vida é levada a sério. Durante a semana quase tudo fecha às 20h (inclusive os shoppings) e domingo…. domingos são feitos para descansar e tudo fica fechado, exceto alguns restaurantes.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: