::Opinião de uma brasileira sobre a Alemanha::

Se você tem curiosidade em saber COMO REALMENTE É MORAR na Alemanha, então tenha paciência de ler o texto abaixo, de autoria de Amabile Weidler. Uma das melhores descrições sobre como é a vida aqui no país do salsichão. :)))

“Muita coisa é aqui diferente … a maioria dos aptos não tem tanque, nem ralo; é comum os interruptores de luz ficarem do lado de fora nos banheiros; quase nenhum prédio tem elevador; Arranha céu, é motivo de visitação e mesmo na Capital, é possível conta-los nos dedos de uma só mão; a pipoca no cinema é doce; o purê-de-batata é em pó; água se bebe direto da pia … ou da banheira; fogões são quase todos elétricos;

Tudo fecha aos domingos. TUDO FECHA AOS DOMINGOS (tô repetindo, porque pra mim que sou paulista, ver tudo fechado aos domingos, foi traumatizante!);

Por falar em “domingo”, fez bagunça e barulho nos domingos, pagou multa. Alta; pedestre toma xingo quando atravessa fora da faixa; A GEMA não vai te deixar assistir ao video novo do seu artista favorito; Não existe camelô; Diarista é coisa de gente rica; o povo não sabe o que é desodorante – principalmente no verão;

É normal ver gente nua ou semi-nua fazendo yoga em praça pública (no verão, claro); Não tem pedreiro mexendo contigo; Não tem ninguém mexendo contigo;

Se vier antes do Natal, traga panetone porque aqui não tem (pelo menos não igual ao Bauducco);

O povo faz festa em funeral pra celebrar a vida que a pessoa viveu, ao invés de chorar porque morreu;

Inquilino não escolhe propriedade, é a imobiliaria + o proprietário que escolhem os inquilinos;

A comida mais típica alemã, não é alemã, é turca; A numeração de sapato e roupas são completamente diferentes; Aliás, traga calcinha, biquini e calça jeans – as daqui são absurdamente inutilizáveis pra quem não gosta de calcinha/biquinhi que parece shorts e calça jeans acima do umbigo;

Alemão faz tudo sozinho, aqui não tem aquele tiozinho-quebra-galho, aliás, eletricista, chaveiro, engraxate, costureiro, cobram o-olho-da-cara. Da sua cara e de toda a sua família;

O serviço prestado ao público também é meio tosquinho para quem tá acostumado com os padrões brasileiros. Aqui você vai na Ikea, compra seus móveis, se vira pra levar pra casa e monta tudo sozinha. É isso, ou pagar 50 conto para que eles entreguem + 50 pra eles montarem um sofá que custou 19 euros;

Eletrônicos são bem mais baratos aqui, mas você tem que pagar GEZ pra utilizar tv, internet, rádio …;

Carteiros são o ápice da preguiça e se você morar no 5. andar, esquece, nenhum entregador vai subir tudo isso de escadas, você vai ter que descer pra pegar ou buscar no posto do correio. Tem carteiro que quando vê que você mora no 5. andar, nem toca sua campainha, já levam a caixa enoooorme que seus parentes te mandaram do Brasil diretão pro posto do correio, e colam um aviso na porta do seu prédio pra você ir buscar a caixa lá nos cafundós do Judas;

Traga 2 alicates de cutícula (porque aqui não tem onde amolar/afiar) e seus esmaltes favoritos até se habituar com os esmaltes daqui, que são fracos em química e raramente duram mais do que 3 dias nas unhas de uma dona de casa esforçada;

Nos estabelecimentos, na hora de pagar, procure por uma bandejinha em cima do balcão, mesas e afins, porque dar dinheiro nas mãos de um funcionário não é costume, e às vezes é até ofensivo; Aliás, gorjeta menor que 10% do valor total da conta, significa descontentamento com o atendimento;

E por falar em “gorjeta”, traga um porta-moedas, porque aqui se seu troco é 0,28, você vai receber exatamente 28 centavos, em moedas contadas, tipo 1 modinha de 5, 1 de 2 centavos e 1 de 1. No “troco-de-bala” na Alemanha;

Escola pública tem qualidade de ensino; Aliás, aqui das maioria das faculdades são públicas;

O governo alemão é cheio de dar ajuda-de-custo. Eles ajudam todo mundo, em tudo, é só pedir. O povo alemão é que te olha meio torto porque “depender” (mesmo que você não dependa, só prefira utilizar) do governo é “feio”;

Não leve para o lado pessoal se ninguém puxar conversa contigo no buzão – ninguém conversa do nada com quem não conhece;

Deixe aí sabonetes em barra e seus shampoos preferidos e prepare-se para a mudança que pode ser tanto para super-seco como para completamente oleoso, na sua pele e nos seus cabelos;

Policiais costumam ser tudo gente finíssima e TODOS falam 2 idiomas além do alemão (é obrigatório para o exame da academia – aparentemente);

Deixe no BR o “jeitinho brasileiro” e faça tudo de modo absurdamente regrado, dentro das regras oficiais, providas pelos órgãos oficiais, porque é o único jeito de se dar bem por aqui;

Faça amizades com brasileiras e mantenha-as. No início elas vão te ajudar a não passar perreio, durante elas vão te ajudar a não aperrear os outros e depois elas vão te ajudar na hora de você aperriar a Alemanha, já que a Alemanha te aperriou o saco até ele ficar cheio;

Morar aqui tem seus prós-e-cons, mas se você vier, se engajar e não desistir depois das primeiras bolsadas (andando nas ruas, você vai levar umas três ou quatro bolsadas, sem ninguém parar pra te pedir “desculpa”, normal, nada pessoal …), você aprende a ver como é delicioso morar aqui.

As estações são lindas, o transporte público funciona, as empresas raramente diferenciam gênero ou opção sexual, quem se dedica, prospera; Quem se esforça, tem.

Eu moro na Alemanha há 4 anos, recebi duas propostas para morar em outros países europeus durante esses 4 anos, e nunca – nunquinha – deixei a Kartoffeland. Vem segura, vem com fé, com paciência, com vontade de vencer … vai dar tudo certo! ” By Amabile Weidler (Tirado do Facebook, do mural da Lorena Bärschneider).

Anúncios

Tags: , , , ,

Uma resposta to “::Opinião de uma brasileira sobre a Alemanha::”

  1. Na Alemanha e aqui | Cris.dk Says:

    […] ::Opinião de uma brasileira sobre a Alemanha:: […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: