Archive for the ‘Poemas’ Category

::O cinza paira no céu 2020::

03/03/2020

Achei aqui um poema em italiano sobre a atualidade e vou tentar traduzi-lo. Traduz o sentimento do momento! Agradeço as correções!

O cinza paira no céu 2020

Há no ar

O medo

O equívoco

Que o respiro esteja infectado

O terror

De se infectar

Para depois ter que se prender

Se esconder

Se isolar

Nós humanos chegamos a este ponto

Os perfeitos

Os invencíveis

Os racistas e os mais fortes com as armas

E vejo

Crianças pequenas a caminhar

Entre sujeiras e muros

Para escapar

Entre uma fronteira e outra sem paz nem objetivo

::A falta que o segundo livro faz::

04/02/2020

Depois de lançar meu terceiro livro, percebi que muitas pessoas pensavam que aquele era minha segunda obra. Assim, entendi que fiz muito pouca propaganda do segundo livro, que também tem uma temática super importante, que é a da (re)descoberta da vocação e reflexão sobre o espaço da mulher na sociedade, livro este escrito para o público feminino.

Na época em que escrevi o livro “(Re)descobrindo quem é você – guia feminino da (re)descoberta da sua vocação” (disponível na página da Amazon de vários países), estava lendo muito e me informando bastante sobre o papel da mulher na sociedade, no campo do trabalho, no mundo. Estava entendendo o quanto já conquistamos mas também o quanto ainda temos para conquistar, o quanto o mundo ainda é desigual no campo do gênero e o quanto é importante que a mulher procure sim crescer como pessoa, mãe e esposa, e que, na medida do possível, ela deve também procurar buscar crescer como profissional. Vi como é importante entender o feminismo como busca de parceria entre os sexos, mas também de saber se dar valor enquanto mulher, como por exemplo em busca de um lugar ao sol independente, enquanto indivíduos pensante que somos.

Tinha também vivido uma experiência de uma funcionária da empresa onde eu trabalhava, que perdeu o marido inesperadamente, bem antes dele atingir a idade da aposentadoria. A vi passando por dificuldades de conseguir continuar levando a vida sem a garantia financeira que o marido lhe proporcionava, e vi como um projeto de vida pensado a dois pode desmoronar, mesmo sem a ajuda de uma das partes. Isso muito além de todas as intempéries que já tinha visto e conhecido na própria pele. E estava também reflexiva com relação a tantos relacionamentos abusivos, tantos relacionamentos onde a mulher não quer ficar, mas também não tem para onde ir, porque depende na área financeira, emocional e praticamente em tudo do marido. Tenho para mim que a independência financeira é a porta para a liberdade pessoal.

Um pouco mais sobre o livro:

Este livro é para mulheres, principalmente aquelas em busca delas mesmas e de uma ocupação profissional que faça a diferença em suas vidas.

Simples, concisa, de leitura rápida, mas intensa, o objetivo da obra é que a leitora faça um mergulho profundo dentro de si mesma, voltando à superfície com reflexões importantes para sua vida.

A ideia do livro surgiu da minha experiência de expatriada, vez que já acompanhei vários casos de mulheres que tiveram que se reinventar profissionalmente no exterior, muitas vezes por estarem impossibilitadas de seguir o caminho profissional de seus países de origem. O livro também serve de termômetro para quem está entre uma e outra fase da vida, para se repensar, se recalibrar, e continuar seu caminho, onde quer que ela esteja no mundo. O meu desejo é que possa contribuir na caminhada dessas mulheres para se tornarem quem são de verdade.

Sobre a autora:

Sandra Santos nasceu em 1970, é mineira de Belo Horizonte-MG e mora na Alemanha desde 1993. Desde então já trabalhou em diversas empresas de médio e grande porte na Alemanha e na Suíça, entre 2005-18 na área de Recursos Humanos. Ela também é Business Coach, consultora, escritora, blogueira e fundadora da Connex Consulting. Em 2008, ela lançou seu primeiro livro, o Mineirinha n’Alemanha. Em 2017, veio o “(Re)descobrindo quem é você” e em 2019 o livro de “Poesias da Mineirinha n’Alemanha”.

“Minha realização é trabalhar como uma ponte, unindo e intermediando pessoas, culturas e informações. Meu objetivo maior é contribuir para soluções do tipo win-win, onde ambas as partes saem ganhando”.

::Projetos atuais e pedido de ajuda::

09/07/2019

Tenho me sentido muito realizada com meus projetos atuais! Desde que reduzi a minha carga horária no trabalho, tenho me concentrado mais em consultorias de Recursos Humanos para pessoas em busca de emprego na Alemanha e na Suíça, e tive a oportunidade de oferecer meu primeiro workshop para jovens em busca de definição profissional. Esse era um grande sonho meu! Pretendo aperfeiçoar e incrementar esse workshop a cada grupo encontrado no futuro!

As consultorias se intensificaram e já ajudei muita gente, e cada um que passa pela minha vida me ensina algo. Sou muito grata por esses encontros! Já atendi pessoas de várias nacionalidades, de vários níveis, tendo atingido ultimamente dois executivos de alto escalão. Vejo, com gratidão e satisfação, que os conhecimentos de Recursos Humanos que tenho para passar são de valia para toda e qualquer pessoa, independente de sua experiência profissional. Guardo com carinho o retorno dos meus coachees, dentre eles, do que conseguiu um emprego na VW e melhorou de vida, mudando para um apartamento melhor e oferecendo maior conforto e qualidade de vida à sua família, e de uma pessoa que conseguiu seu primeiro emprego na Alemanha 10 dias (!) depois de termos finalizado a consultoria! Há pouco, uma pessoa que atendi recebeu como retorno a oferta de uma viagem internacional paga pela empresa que o entrevistou! Cada conquista das pessoas que atendo são vistas por mim também como uma conquista pessoal! A alegria do outro é definitivamente a minha alegria. Algumas dessas e outras referências podem ser lidas aqui.

Bildschirmfoto 2019-06-15 um 13.45.10

Para que o universo conspire a meu favor, estou agora em busca do seguinte:

– Fazer minha página profissional em quatro idiomas, expandindo assim meus serviços para pessoas de outras nacionalidades que queiram vir, ou já estejam na Europa;

– Encontrar um ilustrador para um livro de poesias que pretendo lançar até o final do ano. Imagino uma ilustração em preto e branco, minimalista e forte, de traço firme e contínuo;

– Receber sugestões de material que possa ser incluído no meu workshop para jovens, tanto de fatores externos quanto internos que influenciem a escolha profissional;

– Encontrar novas formas de oferecer meu workshop, atingindo grupos de jovens e pessoas que estejam em busca de auto-crescimento e autoanálise;

– Por último, como não poderia deixar de ser, peço que eu mesma continue no meu processo individual e intransferível de crescimento enquanto pessoa e profissional.

Se você tiver lido até aqui e considerar que poderia me ajudar em algum dos pontos acima, ou mesmo se tiver interesse em uma consultoria comigo, ficaria muito feliz com seu contato! Quero cada vez mais fazer o que me proponho através do meu slogan, dividir meu conhecimento para ajudar outras pessoas em seu auto-crescimento!

::Será::

26/02/2018

pexels-photo-459600.jpeg

Será
Que uma palavra escrita
Perde sua validade
Depois de apagada?

Uma afirmação
Perde a ação
Depois de negada?

Quantas vezes
Quantos fios
Quantos anos
Quantos filhos

Espada que corta
Sem ninguém ver
Coração rasgado
No entardecer

::Faca de dois legumes::

19/02/2018

Mundo polarizado

Dois mundos de dois lados

Um que tem certeza do certo

Que o outro, tolo, chama de seu!

 

O mundo é mais complexo

E nunca foi só preto e branco

O que eu vejo do meu lado

Pro outro pode ser insosso, um cranco

 

Na guerra das estrelas

A perspectiva do lado engana

Ou deixa claro o seu paradigma

Da maneira mais leviana

 

Por que sou o dono da verdade?

Como a validei?

Quantos livros eu li?

Com quem falei?

 

Será que o mundo é um tabuleiro?

Se fosse redondo eu bem sei…

Do fundo do meu bueiro

Iria dizer e reafirmar: eu vi, tenho certeza, eu sei!

 

Quantos ainda vou influenciar com a minha fala?

Quantos irei julgar?

Quantos irão me atacar?

Quem será que, depois de passada a peneira, vai sobrar?

 

No emaranhado do mundo doido

Onde estamos inseridos

Façamos um esforço tremendo

Pra continuar a jornada, com fé e paz reunidos

 

Sandra Santos, 18/02/17

P.S.1-Achado ontem nas lembranças do ano passado do Facebook e devidamente guardado agora aqui no blog, pra não sumir no nirvana da internet, ainda mais por ser um dos poucos poeminhas que já escrevi.

P.S.2-Aqui uma foto de uma estampa super fofa, criativa e bem humorada de uma faca de dois legumes!


%d blogueiros gostam disto: