Archive for the ‘Uncategorized’ Category

::Enquanto isso…::

01/10/2020

Li hoje no newsletter da revista alemã Der Spiegel que enquanto o mundo se põe louco tentando sobreviver a Trumps, Bolsonaros ou Orbáns, muita gente se distrai assistindo a discursos da Angela Merkel, mesmo não entendendo nenhum alemão. Dizem que assistir programas onde ela discorre sobre temas de maneira lógica e ponderada faz com que as pessoas fiquem mais calmas!

O artigo dizia o seguinte de uma alemã que mora nos EUA: “Eu assisto as falas da Angela Merkel para pelo menos me dar um sentimento de normalidade. O meu terapeuta faz o mesmo – e ele nem entende alemão.”

Acima, a chanceler Angela Merkel explica um modelo de cálculo de por que é tão necessário controlar o crescimento dos casos de coronavírus.

::As fronteiras e as máscaras::

28/09/2020

Tempo de pandemia é tempo de reflexão… e eu, assim como você, também venho refletindo muito sobre mim e sobre o mundo que me cerca desde o início desta loucura toda.

Por exemplo, venho refletindo sobre a tendência à radicalização de parte da população mundial, um fenômeno que parece ser igual em todo país, cada um tentando controlar o incontrolável da melhor maneira possível, nem que seja de uma maneira que poderia ser considerada há pouco inconcebível.

Tenho pensado nos líderes. Que pena termos tantos líderes ruins ocupando posições centrais neste momento! Que tenhamos mais força e lucidez para decidirmos por outros líderes em um futuro próximo, a cada eleição! Que não deixemos para o outro decidir, que não nos ausentemos na hora do voto. A maioria das mulheres é democrata nos EUA. Talvez elas já tenham descoberto que elas podem decidir as eleições em novembro?

Tenho pensado nos refugiados, neste impasse que parece não ter fim e no que cada um de nós, pessoas físicas, pode fazer para tentar atenuar o grande problema que parece mais uma avalanche. Achei esse site aqui, o Kiva, onde venho contribuindo com mulheres e pessoas afetadas pelo COVID, dentre eles também refugiados ou pessoas vivendo em condições precárias em várias regiões do mundo.

O que mais andei fazendo em termos filantrópicos durante a pandemia? Participei da produção do e-book “Lugares Apaixonantes pelo Brasil” para promover o turismo brasileiro e ajudar grupos em dificuldade desde que a pandemia se instalou. Para apoiar este projeto lindo feito por 70 brasileiros espalhados pelo Brasil e pelo mundo, que já ajudou comunidades em todas as regiões brasileiras e tem recebido grande apoio na mídia, clique aqui.

Participei de outros projetos literários também, tanto ligados à pandemia quanto outros, como um onde foram reunidas 21 Histórias de Superação. Depois de ter tido a alegria de receber o meu livro aqui na Alemanha e ter lido as outras histórias, fiquei pensando que este livro é um excelente presente durante a pandemia, quando tantos se encontram desanimados e desacalentados. Lendo o livro, a pessoa recebe uma injeção de ânimo, amor e empoderamento. São todas histórias reais, escritas por pessoas que tiveram a coragem de falar sobre desafios que as tocaram e que elas conseguiram transpor, os ressignificando. Se tiver conseguido levantar sua curiosidade, e se tiver alguém que precisa de uma livro assim ou que deva ganhar um pouco do seu carinho em formato de letras, aviso que tenho ainda alguns volumes com minha mãe no Brasil, disponível para envio em todo o território nacional. Aqui na Alemanha, tenho disponível a versão em PDF e dentro em breve o livro também estará acessível como audiobook. Uma amiga aqui na Alemanha queria presentear uma aniversariante no Brasil e aproveitou para dar este livro de presente! Outro dia eu vi também outra pessoa ganhando o livro como forma de apoio nas horas difíceis. Tem sempre alguém precisando de acalento. Se gostou da ideia de presentear alguém, entre em contato!

E quais as são suas ideias e seu pensamento a respeito do servir e do doar? O que tem feito no seu mundinho particular? Claro que só podemos fazer bem pouquinho, mas se todos fizerem uma pequena parte, teremos feito algo em conjunto e mudado um pouco o quadro que ora se apresenta. Não podemos deixar as grandes questões da atualidade só nas mãos dos governantes. Eu posso ser um pouco da mudança que quero ver no mundo. E quero ter mais ideias a respeito! Agradeço se deixar a sua ideia ou iniciativa abaixo nos comentários!

Para terminar, aqui uma reflexão que recebi hoje no grupo de WhatsApp da família, vinda da minha prima Denise e de autoria desconhecida:

A máscara era para prevenção do COVID, mas trouxe consigo alguns propósitos. Ela veio também para:

  • Baixar o nariz de quem vivia com ele empinado;
  • Puxar as orelhas até entender que foram feitas para ouvir;
  • Bloquear a boca até entender que é preciso pensar mais e falar menos;
  • Esconder o rosto para aprender a olhar e sorrir com os olhos;
  • Cobrir os lábios para aprender a amar com o coração;
  • Ela veio para dizer que “ninguém é melhor que ninguém!”
    Pare! Pense! Ouça! Se solidarize!
    Sorria com os olhos e ame de coração!
    A vida é um sopro… e a máscara é uma reflexão!

::Aprenda a argumentar contra o populismo de direita::

02/09/2020

Comprei este livro hoje depois de ler uma reportagem na revista Der Spiegel que uma pessoa física comprou o livro, o leu e resolveu dá-lo de presente para todos os 709 deputados do parlamento alemão. Detalhe: o dinheiro e o trabalho de empacotar e distribuir ficou por conta dessa pessoa!

Nem li muito ainda do livro, mas como o assunto é URGENTE e temos, como sociedade, que fazer algo ativamente contra o populismo de direita, aqui vai a minha dica do dia: compre, presenteie, empreste, pegue emprestado, entre na associação através da qual ele foi criado, discuta, aprenda, argumente – sempre com educação – contra um mal que parece estar nos matando de fininho nos dias atuais… Boa leitura!

::Lugares Apaixonantes pelo Brasil::

29/08/2020

Um mês de campanha, 1.150 e-books adquiridos, mais de R$ 42 mil arrecadados e cinco projetos beneficiados. Um em cada região brasileira.

Pra gente, os números representam mais do que doações. Representam união, solidariedade, amor multiplicado exponencialmente e confiança em nosso trabalho. Aos que já doaram, obrigada de coração ❤️

Iniciamos a segunda rodada solidária entre as regiões do Brasil. Chegou a vez de apoiar os índios do Norte de nosso país. Mais de duas mil pessoas que moram em comunidades indígenas na região já pegaram Covid.

Sua doação será integralmente destinada ao Conselho Indígena de Roraima (CIR), que representa 246 comunidades no estado. Com o lote de R$ 10 mil, a instituição comprará kits de higiene, álcool em gel, máscaras e cestas básicas.

Ajude a ajudar: faça parte dessa corrente com sua contribuição e receba em troca nosso ebook solidário “Lugares Apaixonantes pelo Brasil” para se inspirar a percorrer pelo nosso país quando for seguro viajar!

Para contribuir, acesse: https://combatecovid.org/guiasolidario

Projetos já beneficiados: Turiarte – Pará, Favela Orgânica – Rio de Janeiro, “Os Pimenteira” – Piauí, Mães da Favela, CUFA – Goiás, Associação de Artesãos da Costa Doce – Rio Grande do Sul).

Contribua você tbém! 👍🤗❤️🇧🇷

::21 Histórias de Superação::

25/08/2020

21 Histórias de Superação – quer saber como 21 pessoas passaram por situações adversas e se superaram? Um livro lindo e inspirador, com muita energia boa, perfeito para momentos adversos como o da atual pandemia. Entrega em todo o Brasil pelos Correios. Entre em contato para garantir o seu exemplar! Edição limitada!

Leia mais sobre este projeto aqui.

::Duas mulheres e dois livros::

09/08/2020

Resenha escrita por Cris Berta e publicada no Facebook em 08/08/20:

Duas mulheres e dois livros.

Mineirinha n’Alemanha de Sandra Santos.
Publicado originalmente em 2008, o livro de Sandra Santos é mais atual do que nunca. A autora fala de temas importantes como, por exemplo, igualdade de gênero, feminismo, consumismo, limites do capitalismo e racismo. As temáticas escolhidas pela autora são tão atuais que por duas vezes me peguei checando a data de publicação do livro que parece ter sido impresso ontem. Tudo sobre a ótica perspicaz de um mineira de Belo Horizonte que vive na Alemanha desde 1993. Atual e bem humorado, o livro é recheado de informações úteis e curiosidades sobre a vida na Alemanha, sempre sob o olhar crítico e observador da autora. Mãe de dois filhos, Sandra é formada em administração de empresas e comércio exterior e é também autora de coletâneas sobre mulheres.

30 horas. Uma proposta revolucionária para equilíbrio vida-trabalho e equidade de gênero de Nadiane Smaha Kruk.
Um livro de vanguarda e com uma proposta inusitada. Através de extensa pesquisa, a autora demonstra que o equilíbrio vida-trabalho é uma ilusão, especialmente para as mulheres que têm uma jornada de trabalho dupla e ainda são responsáveis pela maior parte das tarefas domésticas e com o cuidado dos filhos. Nadiane conclui que essa conta não fecha e que o modelo de trabalho baseado em 40 horas semanais precisa ser repensado. Com uma proposta a primeira vista audaciosa, a autora argumenta que uma jornada de 30 horas semanais (sem redução de salário) traria benefícios para toda sociedade através de um modelo mais justo, saudável e com mais equidade de gênero. Ao compartilhar sua trajetória como mãe e profissional, a curitibana descreve bem um desafio familiar para muitas de nós: conciliar maternidade responsável com carreira profissional. Nadiane foi professora de recursos hídricos do Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA) e atualmente reside na Alemanha com sua família.

Os livros de Sandra e Nadiane me servem como uma inspiração de mulheres fortes que não abrem mão de uma vida plena apesar de todos os desafios que nossa sociedade estruturalmente patriarcal nos apresenta. Leituras altamente recomendadas.

::Solidariedade gera solidariedade::

03/08/2020

Feliz porque tem muita gente apoiando o nosso projeto! 🙏❤️🤗😍

A revista Viagem e Turismo da Editora Abril também contribuiu com uma reportagem de capa sobre o nosso projeto de e-book divulgando mais de 130 atrações turísticas no Brasil. Contribua você também adquirindo o e-book, que ficou lindo de ver e ler!

Caso alguém conheça mais meios de comunicação e possa sugerir a divulgação do projeto, agradecemos tbém!

::Apoio à Mineirinha::

02/08/2020

Pra quem já leu meus livros e gostou:

Há uma votação promovida pelo Encontro Mundial de Literatura da Focus FOCUS Brasil New York, da qual estou participando! Conto com o apoio de vcs! 🙏❤

http://newyork.focusbrasil.org/vote/

::Tempo de corona, tempo de renascimento::

02/08/2020

Toda crise traz dois lados pra gente. Um lado que faz nosso corpo tremer e sair do eixo, e o outro que nos faz olhar pra dentro, entrar em questionamento profundo e de preferência conseguimos sair dali mais fortes, mais perto de nós mesmos e assim podemos contribuir mais, tanto para nós mesmos, quanto para o mundo à nossa volta.

Como tem sido a atual crise do coronavirus no seu caso pessoal? Acabo de ler este texto e me veio à mente fazer essa pergunta pros meus leitores. Sinta-se à vontade de deixar seu comentário – ou não.

A minha resposta vai estar na próxima coletânea da qual participarei, que é mais uma produção da Liberty Books e está criando uma coletânea sobre Histórias da Pandemia. Aguarde as cenas dos próximos capítulos e tenha um bom domingo!

::Loucuras do corona::

02/08/2020

Sinceramente eu achava que esse tipo de manifestação aqui na Alemanha não pudesse existir, mas ontem em Berlim e em outras cidades por aqui ela aconteceu: 20.000 pessoas protestando contra o governo e contra as medidas tomadas com respeito ao combate contra o coronavírus…

A jornalista alemã Dunja Hayali da rede ZDF teve que parar de filmar o que acontecia em Berlim por terem começado a atacar tudo e qualquer coisa: ela mesma, a imprensa, a polícia e qualquer instituição que pudesse parecer oficial… Está na página dela do Instagram pra qualquer um ver…

Um velhinho em especial me chamou a atenção: na boca ele carregava um tampão (se protegendo por via das dúvidas?!?) com os dizeres: parem com essa loucura. E nas mãos ele carregava o seguinte panfleto, dizendo que o coronavírus é melhor do que veneno e barulho de carros, mortos e feridos por acidentes de carros, e, e, e….

Panfleto durante o protesto de 01/08 em Berlim

Alguém entendeu o que ele quer dizer exatamente? Está incentivando o genocídio mas protege a própria boca e o nariz, por via das dúvidas! Vivo em uma democracia social onde todos podem e devem manifestar sua opinião, mas como a Dunja Hayali comentou, as pessoas parecem ficarem felizes quando SUAS verdades (e só elas!) são noticiadas…

E assim constatei que a Alemanha não está um milímetro além dos EUA no momento quanto a tantas questões (racismo, desinformação, disposição ao genocídio coletivo e tantas outras…). Quero acreditar que ali estavam „só“ pessoas dos movimentos de extrema-direita como a PEGIDA e a AfD…

É na discussão aberta entre várias posições que aprendemos e crescemos juntos. Todos os que se agarram a uma versão dos fatos e passam a defendê-la fervorosamente perderam a capacidade de trocar ideias e aprender. Isso pra mim é fanatismo.


%d blogueiros gostam disto: