Anúncios

Posts Tagged ‘busca’

::Projetos atuais e pedido de ajuda::

09/07/2019

Tenho me sentido muito realizada com meus projetos atuais! Desde que reduzi a minha carga horária no trabalho, tenho me concentrado mais em consultorias de Recursos Humanos para pessoas em busca de emprego na Alemanha e na Suíça, e tive a oportunidade de oferecer meu primeiro workshop para jovens em busca de definição profissional. Esse era um grande sonho meu! Pretendo aperfeiçoar e incrementar esse workshop a cada grupo encontrado no futuro!

As consultorias se intensificaram e já ajudei muita gente, e cada um que passa pela minha vida me ensina algo. Sou muito grata por esses encontros! Já atendi pessoas de várias nacionalidades, de vários níveis, tendo atingido ultimamente dois executivos de alto escalão. Vejo, com gratidão e satisfação, que os conhecimentos de Recursos Humanos que tenho para passar são de valia para toda e qualquer pessoa, independente de sua experiência profissional. Guardo com carinho o retorno dos meus coachees, dentre eles, do que conseguiu um emprego na VW e melhorou de vida, mudando para um apartamento melhor e oferecendo maior conforto e qualidade de vida à sua família, e de uma pessoa que conseguiu seu primeiro emprego na Alemanha 10 dias (!) depois de termos finalizado a consultoria! Há pouco, uma pessoa que atendi recebeu como retorno a oferta de uma viagem internacional paga pela empresa que o entrevistou! Cada conquista das pessoas que atendo são vistas por mim também como uma conquista pessoal! A alegria do outro é definitivamente a minha alegria. Algumas dessas e outras referências podem ser lidas aqui.

Bildschirmfoto 2019-06-15 um 13.45.10

Para que o universo conspire a meu favor, estou agora em busca do seguinte:

– Fazer minha página profissional em quatro idiomas, expandindo assim meus serviços para pessoas de outras nacionalidades que queiram vir, ou já estejam na Europa;

– Encontrar um ilustrador para um livro de poesias que pretendo lançar até o final do ano. Imagino uma ilustração em preto e branco, minimalista e forte, de traço firme e contínuo;

– Receber sugestões de material que possa ser incluído no meu workshop para jovens, tanto de fatores externos quanto internos que influenciem a escolha profissional;

– Encontrar novas formas de oferecer meu workshop, atingindo grupos de jovens e pessoas que estejam em busca de auto-crescimento e autoanálise;

– Por último, como não poderia deixar de ser, peço que eu mesma continue no meu processo individual e intransferível de crescimento enquanto pessoa e profissional.

Se você tiver lido até aqui e considerar que poderia me ajudar em algum dos pontos acima, ou mesmo se tiver interesse em uma consultoria comigo, ficaria muito feliz com seu contato! Quero cada vez mais fazer o que me proponho através do meu slogan, dividir meu conhecimento para ajudar outras pessoas em seu auto-crescimento!

::Dica de viagem – pesquisa de acomodações::

14/10/2017

Depois de tanto planejar viagens pra mim e pra outras pessoas, tanto na vida privada como na profissional, estou virando uma expert com quase 25 anos de experiência, ehehehe… E pensei em dividir dicas com vocês, leitores, que com certeza gostam tanto de viajar quanto eu!

Dica número 1: sempre fazer pesquisa de acomodações, principalmente aqui na Europa, através da página Booking.com. A página pode ser acessada em mais de 40 idiomas, também em português! Ela dá uma boa ideia das opções e tipos de acomodações, oferece a possibilidade de você fazer uma avaliação de custo-benefício através da opinião de outros viajantes quanto a inúmeros quesitos e, claro, quanto ao que você considera importante. Com o tempo você começa até a receber descontos, caso se registrar! Clicando no link acima, tanto você quanto eu ganhamos 15 euros de desconto na próxima reserva. Outra super vantagem: uma boa parte das reservas podem ser canceladas até uma determinada data antes da viagem, o que traz um pouco mais de segurança ao planejar o seu passeio!

Vamos viajar? Se quiserem sugerir a próxima dica, fiquem à vontade!

::Contribua para o novo projeto de livro da Mineirinha::

12/04/2014

Borboletas com livroEstou com novo projeto de livro, desta vez focando o lado profissional e nós, mulheres. O livro por enquanto, na falta de nome melhor, está intitulado “Guia de Apoio Profissional para Mulheres no Exterior”.

Vai ser um livro de mulher pra mulher, dando muitas dicas de como crescer profissionalmente fora do seu país de origem. Chamei uma amigona minha pra participar, a Chris, que tem insights muito bons sobre a condição humana. E estamos indo bem! Já são quase 10 páginas escritas e o índice já está pronto!

O livro é voltado pro público feminino, mas serve também para os homens, claro, pois há muitas dicas que se aplicam também a eles. E está voltado de forma específica para a Alemanha, mas serve para pessoas vivendo fora e dentro do Brasil, além de para pessoas de outros países de língua portuguesa, pois as grandes questões ligadas à busca profissional e ao mercado de trabalho de hoje em dia se repetem mundialmente, transpondo barreiras geográficas.

Talvez vocês queiram deixar questões, ou mesmo enviá-las por mensagem, que gostariam de ter tratadas no livro? Seria um prazer “ler” vocês!

::E como foi na Feira de Livros em Frankfurt?::

18/10/2009

Foi muito por acaso que escolhi a maneira como iria à Feira de Livros de Frankfurt (Frankfurter Buchmesse). Uma livraria da minha cidade mudou-se para uma localização bem melhor, aumentou tremendamente sua loja e depois da facilidade e comodidade de poder escolher livros pra “espiar” e ainda poder tomar um café de graça, confortavelmente instalada em poltronas no final da livraria, eu virei cliente assídua da livraria, já que fui lá umas 5 vezes nas últimas duas semanas, tendo comprado vários livros.

Na primeira visita à livraria descobri que ela estava organizando uma viagem à Feira de Livros de Frankfurt e logicamente me interessei direto pela viagem. Animei minhas amigas, as designers Ceci e Lais, para viajarem comigo, mas mal podíamos imaginar que esta viagem seria tão prazerosa, apesar de super-hiper cansativa, pois Frankfurt fica a 5 horas daqui de casa e a feira fica em uma área de 170.000 m2, abrigando cerca de 7.000 expositores de 100 países. Dá pra imaginar o quanto andamos por lá, não é?

Mas a oportunidade de termos ido à feira através de uma viagem organizada por uma livraria (ainda mais com o dono aposentado, com muito conhecimento na área e que já foi mais de 50 vezes a esta feira!), foi realmente ímpar. Primeiro ele distribuiu café, “Brezel” e maçãs para todos as 70 participantes da viagem. Depois contou muito da feira, explicou como ela funciona, onde iríamos achar o que e nos ofereceu uma bolsa com vales para apresentar em editoras com as quais trabalha, dentre outros presentinhos. A Ceci também tinha feito uma bolsinha com comidinhas para a viagem, e eu me senti muito bem cuidada (minha barriga também, que digeriu tudo, agradecida) 🙂 Eu ainda tive a oportunidade de falar diretamente com o dono da livraria e ele teve a bondade de fazer um levantamento rápido de quais seriam as editoras que poderiam se interessar pelo meu tema e que deveria visitar na feira. Suas sugestões “bateram” em grande parte com a pesquisa que tinha feito anteriormente na internet. Munidas de informações e muita disposição pra andar, lá fomos nos passear pela feira.

Visitamos todas as editoras sugeridas pelo dono da livraria, além de livrarias portuguesas, espanholas e até brasileiras, em busca também de uma distribuidora no Brasil para meu livro. Deixei 7 livros da Mineirinha por lá e um pequeno resumo do tema do livro. Apresentamos também os vales que tínhamos ganhado de presente e qual não foi nossa surpresa quando começamos a receber vários livros, dentre outros presentes! Isso nos deixou muito felizes, mas ao mesmo o peso dos livros tornava a continuação do passeio bem mais difícil… No meio do caminho pagamos para guardar nossas bolsas, que já continham vários tesouros, mas tinham realmente ficado pesadas demais. Tiramos uma foto no estande do Livro do Guiness entre o homem maior e o menor do mundo, que devo poder acessar na segunda-feira e vou colocar aqui. Paramos em um estande muito atrativo de um diário super lindinho, em muitas cores. Este produto pretende incentivar pessoas que sempre deixam de continuar a descrever seus dias através de um diário (e/ou de um blog!) com perguntas engraçadas e inusitadas. Eu, que sou alucinada por papel e adorei a ideia do produto, tive uma ideia meio doida: resolvi perguntar se queriam trocar um livro meu por um diário desses, que era de uma empresa dos EUA de Los Angeles, e para minha felicidade aceitaram!!! Nesta feira não é possível comprar livros e a troca era a única maneira de levar um diário comigo. Ontem mesmo preenchi a primeira página do diário, onde vou juntar dias felizes como o de ontem! Ainda fui com minhas amigas, que são designers e ilustradoras, a vários estandes de artes e ilustração, e elas logicamente ficaram fascinadas com tanta cores, estilos e a diversidade da oferta em sua área de atuação. No finalzinho do dia ainda tivemos tempo de visitar os estandes internacionais de vários países, dente eles China (o país convidado deste ano), Japão e muitos países de língua portuguesa e espanhola. O país convidado do ano que vem será a Argentina.

No caminho de volta o dono da livraria ainda nos contou um pouco da história da feira, o que me enriqueceu muito: a feira existe praticamente desde a época do descobrimento do Brasil! Aqui a foto de um catálogo da feira de 1573. Dá pra imaginar? Segundo o dono da livraria, antigamente os donos de livrarias eram também ediores e iam às feiras levando cestos em suas costas, feito aqueles usados na colheita de uvas, contendo os livros que tinham lançado, e trocavam então seus livros com outras livrarias. Hoje a feira serve para fazer contatos, vender e comprar livros no atacado (pessoas físicas, como eu disse anteriormente, não podem comprar livros lá!), para negociar direitos autorais (70% dos direitos autorais mundiais são negociados por lá) e apresenta ainda várias atividades adjacentes, tais como uma feira de antiguidades, de jogos, brinquedos, um fórum para tradutores, agentes literários, dentre outros. Muitos autores estão presentes na feira, lêem uma pequena parte de seus livros (o que é chamado em alemão de “Lesung“) e conversam com o público, discutindo e respondendo perguntas que este lhes coloquem no momento. A feira é palco para discussão de temas atuais e inspira jogos, filmes e outras demonstrações de arte. Ela é retratada na mídia através de jornalistas de mais de 100 países e muitos programas de televisão alemães fazem entrevistas com autores famosos, que podem ser seguidas ao vivo durante a feira. Há também um concurso para quem gosta de jogos e “comics”, e disso surgiu o movimento “ComGame”, que é constituído de jovens que saem de toda a Alemanha para participar da feira com suas fantasias altamente originais e diferentes, do concurso de fantasias e contribuem para que a feira fique ainda mais colorida, inusitada e interessante.

Nosso saldo foi muito positivo! Fizemos contatos, levamos informações, inspiração e muitos, muitos livros! É a dica que deixo então pra vocês: se quiserem visitar a Feira de Livros de Frankfurt nos próximos anos, façam a viagem com a livraria mas próxima de sua cidade!

Veja minhas fotos da Feira de Livros de Frankfurt no Flickr! 🙂

Quem quiser ler sobre a feira sob a perspectiva de um tradutor, através de um relato muito interessante, visite o blog do Fábio, o Fidus Interpres (artigo em inglês).

Fonte sobre dados da Feira de Frankfurt: Wikipédia.


%d blogueiros gostam disto: