Anúncios

Posts Tagged ‘comunicação’

::Mulheres admiráveis – a gata de Schrödinger::

16/05/2016

gato-quantica

Estava tentando engordar minha lista com mulhers admiráveis, que inclui algumas mulheres da minha família, Marilyn Monroe, Michelle Obama, Sheryl Sandberg, Angela Merkel, Hypatia, Hildegard von Bingen, dentre outras… Enquanto procurava, “por acaso” achei mais uma mulher admirável na internet, uma mineira que trabalha em Viena e é a responsável pela descoberta da “gata de Schrödinger”, a física Ph.D. Gabriela Barreto Lemos. Leia mais sobre ela aqui.

O mais bonito e emocionante nessa história é que ela descobriu algo que não consegue ainda explicar racionalmente em todos os seus detalhes. Sentiu que conseguiria fazer o que queria, mas não consegue explicar direito por que o gato reaparece na outra sala. Mas sua intuição disse que ela conseguiria fazer o experimento funcionar. Pensando num aspecto mais espiritual, a descoberta física prova que tudo está interconectado. Já tinha tomado a decisão de que incluiria esta hístoria no meu blog, quando “por acaso” reli um texto, final da novela Jóia Rara, que nem vi e nunca vi mais gorda, mas que fala exatamente sobre o que quis dizer com isso, quando reafirmo que estamos todos ligados uns aos outros:

— “Estamos aqui para falar da paz. Muitos seres estão sofrendo neste planeta por falta de paz. Ninguém fica em paz, nem quem sofre, nem quem causa a dor. A paz só existe no amor ao outro. E quem é o outro que devemos amar? Esses outros, meus amigos, somos nós mesmos. Nesta sala, cidade, país, planeta, galáxia, universo. Acreditem, tudo está interligado, somos todos uma teia, um corpo, num enorme tecido de vida. A ciência está chegando à conclusão de que as barreias fisicas que nos separam não existem, estamos todos juntos, somos todos uma coisa só. Devemos acredtiar que nosso pensamento negativo faz mal para o nosso vizinho. E que nosso sorriso aqui vai alegrar alguém do outro lado do mundo. A paz é uma decisão de cada um de nós, porque cada um tem dentro de si o amor, que é a verdadeira joia rara da vida”.

E o entrelaçamento quântico de pessoas que se amam e sentem muitas saudades umas das outras? Isso explicaria a telepatia, o fato de uma pessoa se sentir ligada à outra, de uma pensar na outra e ela de repente ligar pra ela, etc. e tal. Ah, tá bom vai, viajei na maionese!… Mas se você tiver mais sugestões de mulheres extraordinárias que podem entrar na minha lista, estou à disposição e aceito sugestões. Deixe seu comentário abaixo!

Fonte reportagens da O Globo e da Super Interessante.

::Discussão em ambiente de trabalho alemão::

07/11/2008

Um desentendimento recente em um ambiente de trabalho de conhecidos meus elucida bastante a cultura alemã dentro do ambiente de trabalho. Um chefe de seção, vamos chamá-lo de chefe 1, se desentendeu com outro, que vamos chamar aqui de chefe 2. O desentendimento se deu pelo fato do chefe 1 não ter gostado do “tom” do e-mail que tinha recebido do chefe 2. O chefe 1 respondeu o tal e-mail copiando em cc todos os outros chefes de seção e ameaçando colocar o nome dele (chefe 2) em discussão perante todo o grupo de chefes na próxima reunião semanal. Além disso, foi ao gerente geral e reclamou da tomada de decisão do chefe 2. O gerente geral chamou o chefe 2 para conversar. Verificaram que a tomada de decisão tinha sido feita com base numa regra geral, válida para todos da empresa. Mais tarde o chefe 2 verificou novamente o caso e notou que tinha cometido um erro, por não ter notado um detalhe antes da tomada de decisão. Digamos que a decisão era correta, mas por causa do detalhe ficou incorreta. Ele prontamente envia um e-mail ao chefe 1 (também com cópia para Deus e o povo) dizendo que havia tido um mal entendido entre eles e que ele tinha corrigido o erro.

No outro dia, foi de encontro ao chefe 1 para saber dele porque ele tinha reagido de forma tão impetuosa, por que tinha reclamado com o gerente geral e não com ele, pois numa comunicação direta teriam podido verificar o mal-entendido de forma bem mais clara e descomplicada. O chefe 2 quis saber também por que o chefe 1 teve necessidade de enviar um e-mail para todos os outros chefes (o que logicamente, na minha opinião, pressupõe uma certa intriga contra o chefe 2). Neste momento o chefe 1 começou a bravejar: disse que o chefe 2 estaria extrapolando a autoridade de sua função, que muitos achavam que ele era arrogante e dava a impressão de que achava ser inatingível. Disse que o que tinha feito era pouco perto do que poderia fazer para atingi-lo, amedrontando-o.

Intrigado com a reação do chefe 1, o chefe 2 foi novamente ao gerente geral e conversou com ele sobre as ameaças do chefe 1. Depois de conversar com ambas as partes envolvidas, o gerente geral teve a dignidade de enviar um e-mail para todos os chefes dizendo que no caso dos dois havia existido somente um mal-entendido, um erro de comunicação, que a regra em geral estava certa, e que ele nunca discutiria sobre a pessoa do chefe 2 numa reunião de chefia por achar que ali não era local para tanto. Completou dizendo que ele achava que o chefe 1 tinha errado tanto em seu tom de voz ao conversar com o chefe 1 quanto em suas acusações generalizadas. Resultado: aquele que atacou e se fez de super-potente, foi desmascarado perante todo o grupo.

Hoje fiquei sabendo que antes da tal reunião de chefia começar o chefe 1 se viu obrigado a procurar o chefe 2 para pedir desculpas e dizer que tudo o que tinha dito no dia anterior era “da boca para fora”. A desculpa fo aceita e a reunião aconteceu, como se nada tivesse acontecido, envolvendo somente assuntos gerais. Moral da história: se quiser ser respeitado na Alemanha, não aceite agressões de boca calada. Quem sai ganhando, é sempre aquele que mostra ter classe e dignidade, além de uma certa auto-estima.</

::Confissão de blogueira::

24/09/2008

Uma das coisas que mais me encantam e atraem em um blog é o fato deste veículo nos colocar frente a frente com outras pessoas que, de outra forma, não poderíamos alcançar diretamente. Ontem, enquanto estava lendo uns posts antigos do meu blog anterior, dei de cara com os comentários da cantora brasileira Cibelle, e também da mãe dela, em posts onde tinha escrito e elogiado seu trabalho. Depois achei um poema maravilhoso e resolvi entrar em contato com o dono da poesia, um poeta argentino. Em menos de 24 horas o próprio poeta entrou em contato comigo diretamente e atendeu o meu pedido. E por aí vai. Se antes éramos dependentes da imprensa e dos meios de comunicação, e se só podíamos absorver a comunicação pré-determinada e pré-definida por estes meios, hoje somos AGENTES de comunicação, e esta pluralidade só vem trazer pontos positivos à liberdade de expressão, direito básico do ser humano.


%d blogueiros gostam disto: