Anúncios

Posts Tagged ‘Constança’

::Visita ao museu de arqueologia de Constança::

24/03/2014

Taí. Precisei de 16 anos para ir ao museu de arqueologia de Constança e tenho que dizer que adorei a visita! Depois dos primeiros dias lindos de primavera deste ano, este final de semana foi chuvoso e bem frio. Parece que a primavera resolveu dar uma folga e a chuva decidiu cuidar das flores, que já enfeitam toda a região em todas as suas esplêndidas cores e formas. Dada a mudança de temperatura, busquei algo pra fazer com crianças que não dependesse de tempo bom.

Fomos eu, Daniel e dois amiguinhos dele. As crianças foram atraídas por uma exposição toda feita de Playmobil, já que o museu tem sempre uma preocupação de construir cenas históricas e fazê-las visíveis aos olhos dos pequenos. As cenas que vimos hoje foi sobre o Concílio que aconteceu em Constança há 600 anos atrás (1414-18), do qual participaram 70.000 pessoas. Durante o Concílio de Constança, foi escolhido no ano de 1417 o novo Papa Martin V, portanto um acontecimento de repercussão mundial. Do lado da exposição a criançada tinha muito Playmobil e um quebra-cabeça gigante pra brincar. Aqui um link para um vídeo sobre esta exposição.

O museu tem ao todo 4 andares de história. Vimos o que a região onde moramos significou nos séculos passados, quando o Lago de Constança foi importante para as trocas comerciais dos alemães com o resto do mundo, dadas as dificuldades logísticas de antigamente. Nos outros andares vimos também muito da história do povo alemão (Alemannen), que é originário do norte da Alemanha e que povoou o que hoje é conhecido como o estado de Baden-Württemberg aqui na Alemanha. Em Württemberg fica parte do povo alemão conhecido como suebis, aliás na minha opinião os mais parecidos com os mineiros aqui na Alemanha, por serem altamente econômicos como nós. Abaixo um mapa da Europa no século V:

Aprendi que os romanos tinham também tentado ocupar a região do povo alemão (Alemannen ou Alamannen em latim), mas depois de terem tentado entrar no sul da Alemanha e ter até ocupado algumas cidades, eles tiveram que recuar e se limitaram às cidades ao longo do Reno (fronteira da Alemanha com a Suíça e a França). Aprendi também que os arqueólogos conseguiram recuperar grande parte da história do povo alemão através do estudo arqueológico da região, mais intensivo desde os anos 80, e também das descobertas derivadas dos túmulos daquela época, pelo fato distinto de que os cristãos não levavam presentes para o além e do contrário os alemães acreditavam que havia vida após a morte, levando consigo coisas representativas da sua vida terrena (jóias, armas, instrumentos musicais, etc.). Fiquei sabendo que o homens que faziam parte do povo alemão tinha em média 1,72 cm de altura, e as mulheres tinham 1,62 cm de altura, portanto nem tão mais baixos do que a média atual. As casas eram feitas de madeira, barro e tinham que ser refeitas a cada 20 anos em média. Pelo fato do povo alemão ter conseguido expulsar os romanos de suas terras e ter chegado até a tentar conquistar mais território, eles puderam manter seu idioma e sua identidade cultural. Este idioma é a origem dos dialetos alemães de hoje em dia, que vão de um território que abrange o norte da Suíça, norte da Áustria, Lichtenstein, sudoeste da Baviera até grande parte do estado de Baden-Württemberg e mostram que apesar de serem vistos como vários países, trata-se do mesmo povo. A partir do século XIII os romanos passaram a chamar o território teutônico de território alemão, o que deu origem ao nome Alemanha e à denominação do povo alemão no caso das línguas derivadas do latim, como por exemplo no caso do português, espanhol, catalão e francês, mas também para o idioma turco, árabe, curdo e persa.

Tanta coisa para descobrir! Sou super interessada por história, pelos ceutas e pela história de como se formou o povo alemão (reunião dos povos Alemannen, Franken, Friesen, Sachsen, Angeln e Thüringer do mapa acima). Agora fiquei com vontade de aprender mais ainda sobre os temas! E voltar ao museu, quando entender um pouco mais do assunto. Portanto recomendo, pra quem estiver de passagem por Constança, que não cometa o mesmo erro que eu e vá visitar o museu assim que tiver a oportunidade!

Fontes: Museu de Arqueologia de Constança (Archäologisches Landesmuseum) e Wikipedia (Allamanen).

::Aprenda alemão n’Alemanha! – cursos de alemão na Alemanha::

03/07/2012

Boas novidades! Fechei um acordo de cooperação com duas excelentes escolas de alemão aqui na Alemanha:

CDC (Carl Duisberg Centrum)

O CDC tem 50 anos de experiência no ensino da língua e da cultura da Alemanha e oferece o seguinte:
– cursos de alemão para jovens e adultos (p.ex. preparação para a entrada em uma universidade ou alemã; cursos preparatórios para estar apto a trabalhar na Alemanha)
– treinamentos interculturais
– cursos de alemão combinados com o programa ACCESS, que auxilia a conseguir uma vaga em uma universidade alemã, ou combinado com a busca de uma escola alemã para adolescentes
– cursos de alemão em combinação com estágios na Alemanha
– programas especiais para médicos estrangeiros que queiram atuar profissionalmente na Alemanha
– cursos de alemão combinados com eventos culturais e esporte
– viagens organizadas pelo CDC para o treinamento do idioma alemão (p.ex. viver e aprender na casa do professor, visitas a pontos turísticos, etc.)
– organização de viagens para classes e grupos
– auxílio na obtenção de visto e translado até a cidade do curso
– e muito mais!

Veja todos os detalhes na página da escola em 11 idiomas (português, alemão, inglês, espanhol, etc.) aqui.

O CDC oferece seus serviços em várias cidades alemãs: Berlim, Colônia, Munique, Radolfzell (Lago de Constança – Bodensee). Quem vier aqui pra região onde moro, o Lago de Constança, e tiver sido intermediado por mim, ganha de brinde um encontro comigo a combinar! 🙂

Importante: Quem quiser contratar algum serviço do CDC não deve por favor se esquecer de me citar como intermediadora: Sandra Santos / http://www.mineirinhanalemanha.de

Veja o vídeo abaixo sobre a comemoração de 50 anos do CDC:



Institut Humboldt

Este instituto tem mais de 30 anos de experiência no ensino do idioma alemão e oferece programas similares para jovens e adultos. Ele mantém escolas nas seguintes cidades: Berlim, Freiburgo, Colônia, Munique, Regensburg, Meersburg e Constança no Lago de Constança (Bodensee), Affhollerbach, Bad Dürkheim, Bad Schlussenried, Lindenberg, Reimlingen, Schloss Wittgenstein, Schmallenberg, Schloss Ratzenried e Viena/Áustria. Verifique os cursos oferecidos em cada uma das cidades citadas acima clicando aqui.

A página do Insituto Humboldt pode ser acessada em alemão, inglês, espanhol, francês e polonês aqui.

É importante lembrar: Quem quiser contratar algum serviço do Humboldt Institut não deve por favor se esquecer de me citar como intermediadora: Sandra Santos / http://www.mineirinhanalemanha.de

Abaixo um vídeo em inglês sobre um dos institutos Humboldt na cidade de Lindenberg:

::Contribua para uma pesquisa (mãe e filho) e ganhe 60€::

03/05/2012

A Fer, uma brasileira que estuda aqui no sul da Alemanha, está convidando mamães e filho(a)s de 12 a 20 anos para fazer parte da seguinte pesquisa da Universidade de Constança:

“Glück und Leid während der Schwangerschaft” (Alegrias e tristezas durante a gestação).
Importante: só pode participar quem morar em Baden-Württemberg. Quem tiver interesse, deve entrar em contato com a Fer deixando um comentário abaixo com e-mail para contato. Mais detalhes sobre a pesquisa Glück und Leid während der Schwangerschaft? É só clicar no link! 🙂

::Roda de Choro em Constança::

22/07/2011

Quando? Dia 25.07.11, segunda-feira a partir das 20 hrs.
Onde? Brick’s, Konstanz, Bodensee

Aqui o texto original do convite que recebi no Facebook:

Roda de Choro – Chororunde – Choro Jam Session

“Choro (Portuguese pronunciation: [ˈʃoɾu], “cry” or “lament”), traditionally called chorinho (“little cry” or “little lament”), is a Brazilian popular music instrumental style. Its origins are in 19th century Rio de Janeiro. In spite of the name, the style often has a fast and happy rhythm, characterized by virtuosity, improvisation, subtile modulations and full of syncopation and counterpoint. Choro is considered the first urban popular music typical of Brazil.” Wikipedia

Choro is typically played with instruments such as 7-string guitar, flute, clarinete, cavaquinho, mandolin. A “Roda de Choro” is something like a choro jam session and that’s what you should expect to see: a bunch of people playing “ganz spontan”. From 22-31/07 there will 10-15 musicians from all over Europe (many of which brazilians) in Konstanz and I guess choro will be played for the first time around here… If you like instrumental music, stop by the Bricks on Monday (or ask me where else we will be during the week!)

Eintritt frei!

::Eta trem bom: entre 25-28/09 tem filme, livro e música brasileira em Constança!::

24/09/2009

A partir da sexta que vem, dia 25/09, há uma programação variada em Constança, como parte da “Semana Intercultural” (“Interkulturelle Woche“) da cidade. É um prato cheio para aqueles que curtem a cultura brasileira! Anotem:

– Dia 25/09:
20h: Filme “Schroeder liegt in Brasilien” no cinema Zebra com a presença do cineasta Zé do Rock.
Logo depois do filme: Curta apresentação do livro “Mineirinha n’Alemanha” e show do cantor mineiro Ivaldo Moreira, que estará apresentando seu trabalho pela Alemanha até 01/10 (show em Berlim).

– Dia 26/09:
11h: Grupo SeSamba
12h: Outra apresentação do Ivaldo Moreira no mercado das culturas “Agora” na “Kreuzlinger Str.” em Constança
22h15: “Schroeder liegt in Brasilien” no cinema Zebra

– Dia 28/09:
20h: “Schroeder liegt in Brasilien” no cinema Zebra

Conto com sua presença!

::Mercado das pulgas em Constança::

22/06/2009

Neste final de semana aconteceu um dos maiores mercados das pulgas (Flohmarkt) da Europa na cidade de Constança. Eu fui pra ver se achava alguma coisinha que valesse a pena e acima de tudo pra prestigiar minhas amigas que estão lançando seus produtos no mercado, as Amigasee. Elas são 5 amigas, 3 delas brasileiras, que estão lançando uma série de camisetas, cartões postais, buttons, brincos e acessórios, cada um mais lindinho do que o outro! Passei no estande delas e claro que não consegui sair de lá sem levar umas coisinhas fofas!

Mas ir a um mercado das pulgas aqui na Alemanha por si só já é um divertimento e tanto, ainda mais como um desses, ao todo com 12 quilômetros e que foi feito em 2 cidades ao mesmo tempo, Constança na Alemanha e Kreuzlingen na Suíça. Você acha simplesmente de tudo! Dá pra ver as porcelanas mais finas de várias décadas da Alemanha, formas de cerâmica pra assar bolos, como antigamente, copos, taças, roupas, brinquedos, livros, aparelhos eletro-eletrônicos… A lista é infindável! Engraçado é que se acha desde um gramofone, e ao mesmo tempo LP’s, CD’s, cassetes e até Walkmans (vi o modelo do meu primeiro Walkman da Sony ontem lá!)… Tem cliente pra tudo. Geralmente o mercado das pulgas é só de pessoas físicas que estão vendendo coisas que não precisam mais em casa, mas há também uma parte de vendedores profissionais, da qual minhas amigas participaram, e também tem pessoas que viraram profissionais em mercado das pulgas, portanto nem tudo vem mesmo de pessoas físicas.

Andar pelas ruas de um Flohmarkt desses é como fazer uma viagem ao tempo, como entrar na vida de outras pessoas, achando nos “bagulhos“ delas aquilo que pra nós é um “tesouro“. Eu pelo menos achei alguns desta vez: além das compras no estande das Amigasee, um livro, um quebra-cabeças 3D para o Dani, um presentinho pra filha de uma amiga e um colar de pedras. Valeu!


%d blogueiros gostam disto: