Posts Tagged ‘curso’

::Integrationskurse – Cursos de integração na Alemanha::

29/12/2011

Ontem fui perguntada por uma amiga sobre cursos de alemão acessíveis, que sejam oferecidos para pessoas que já vivem na Alemanha. Comentei do curso de integração oferecido pelo governo desde 2005, que muita gente pelo jeito ainda não conhece. Aqui um gráfico explicando direitinho como ele funciona (em alemão). Ele consta de 600 horas, sendo que o aluno paga 1€ por hora e o restante é subsidiado pelo governo. Já tinha escrito sobre eles em 2005 e 2009.

Alguns locais onde os cursos sao oferecidos: Inlingua (geralmente bom nível), VHS (Volkshochschule – escola do povo), AWO (Arbeiterwohlfahrt), etc. E aqui a página do Ministério da Integração da Alemanha, com muito mais informação para recem-chegados na Alemanha além dos cursos de integração.

::Cursos de idioma e integração na Alemanha::

09/06/2009

Escrevendo diretamente do computador novo :-), tenho que agradecer à Polyana Barros, uma leitora minha, que me colocou por e-mail uma questão sobre cursos de integração na Alemanha, e com isto acabei achando uma informação que pode ser de grande valia para muitos por aqui.

É o seguinte: O Inlingua, que é uma escola de idiomas muito bem conceituada aqui, tem um convênio com o governo para oferecer cursos de alemão e integração para estrangeiros, além daqueles oferecidos pela VHS (Volkshochschule – a “escola do povo“, aberta para todas as pessoas, cujos cursos podem, em parte, deixar a desejar). Para se conseguir fazer o curso no Inlingua, minha suposição é que se deve contactar o “Ausländeramt” (o departamento de estrangeiros) da cidade onde morar e solicitar a participação (“Förderung für den Sprach- und Integrationskurs beantragen”), sendo que os cursos incluem 600 horas para o aprendizado do idioma, 45 horas para a integração e orientação (“Orientierungskurs”), curso este que inclusive eu mesma já fiz e gostei. Os cursos são oferecidos para estrangeiros (para quem mora aqui desde 2005 é até obrigatório), casados com alemães ou para descendentes de alemães que decidiram voltar ao país (“Spätaussiedler”). É necessário pagar uma parte dos cursos, mas eles são subvencionados pelo governo e saem bem em conta (1 € por hora-aula).

Sei até de um terceiro curso, este voltado para o mercado de trabalho, que pode ser feito em seguida mas não sei exatamente o nome dele, teria que perguntar a uma amiga minha que já o fez e conseguiu até que tomassem conta de seu filho enquanto ela aprendia alemão. Hoje em dia ela está empregada. Aqui na página do Inlingua dá pra ler muito do que comentei neste texto (em alemão). Quem tiver algo para corrigir ou acrescentar, fique à vontade e comente!


%d blogueiros gostam disto: