Posts Tagged ‘dica’

::Recomendação de leitura::

18/04/2016

produkt-12467

Quando um bom livro chega ao fim,

é como se tivéssemos que nos despedir

de um bom amigo recém-feito

 

Por isso, ao contrário de um filme,

Que não tenho como evitar que acabe

Evitei com a dor do fim

Que o livro (e a viagem) dos gêmeos acabasse…

 

Os doidos dos alemães, num bom sentido,

Andaram mais de 13 mil km de bicicleta

De Berlim a Shanghai

Quando fizeram 30 anos,

(O que eles contam em outro livro)

 

E aos 33, idade de Cristo,

Resolveram dar a volta ao mundo

Sem dinheiro

 

Ficaram os três primeiros dias da viagem

Em Berlim

Pois no começo encontraram muitos

Que deles duvidaram

 

Mas depois….

Descubra você mesmo!

E deixe que eles conquistem a sua amizade

Como aconteceu comigo

 

(Dica: os vídeos das viagens

são muito legais!

Com muitas descobertas,

também musicais!)

::Trabalhe na Alemanha – dica de emprego::

05/04/2014

A GULP é a maior empresa na área de oferta de especialistas para projetos de IT-/Engineering nos países de língua alemã. A empresa está em Munique, Frankfurt, Hamburgo, Colônia e Estugarda e conta com 240 funcionários diretos. Aqui você pode ver as ofertas de emprego da empresa, algumas delas buscando pessoas também com bom conhecimento de inglês. Caso decida se candidatar para um cargo na GULP e se tornar um GULPi :-), não se esqueça de dizer que encontrou a dica aqui no meu blog e deixe um comentário para que eu possa informar meu telefone e e-mail. Pode ser que você e eu ganhemos com isso!

Caso precise de ajuda para montar seu CV e sua carta de apresentação, ou mesmo para treinar entrevistas ou negociar seu contato de trabalho, pode também contratar meus serviços profissionais aqui.

::Dica de leitura 2::

10/12/2013

Acabar de ler um livro do qual a gente gosta muito é como ter que se despedir de um bom amigo, sabendo que ele não voltará a ser visto novamente….

Desta vez foi a hora da despedida do livro “Eine Handvoll Worte“, em português “A última carta de amor.” Já li dois livros da mesma autora, a Jojo Moyes, inglesa e ex-jornalista, e gostei muito do seu estilo intensivo de escrita, que sabe transportar sentimentos e suspense como poucos.

Enquanto leio um livro, ele se torna meu amigo e companheiro. Foi com ele, além do Daniel, que eu fui pra beira do lago no domingo aproveitar um pouco da natureza e do sol, ainda que de inverno, por sorte quente o suficiente pra ficar sem luvas e sem cachecol, lendo sentada num banco de frente pro lago. Foi esse livro que me tirou o sono nos últimos dias, pois a narrativa é tão em tom de surpresa que dá um gostinho de quero mais e sempre tem-se a vontade de ler só mais uma página, e depois só mais outra… Imagino todos os personagens na minha cabeça e tomo simpatia por eles, torcendo para que o final seja feliz. Ler também é se espelhar na leitura, e enquanto lemos, vários momentos da nossa vida vão se passando, e ficando bem nítidos, no nosso cinema interno… Recordar é viver!

Chegar à última página de um bom livro dá uma sensação de ter virado órfã. Pelo menos me animei com o fato de que a autora tem mais de 10 livros escritos e que ainda tenho muito a conhecer e explorar de sua carreira literária! Porque chegar ao fim de um bom livro deixa uma lacuna que só pode ser substituída por um novo, na total dependência pelo desconhecido e por me auto-conhecer.

“Sinto saudades dos livros que li e que me fizeram viajar!”
Clarice Lispector (veja o poema mais abaixo, intitulado “Saudade”)

::Ziemlich beste Freunde – Intocáveis::

30/09/2012

Uma dica pra quem por ventura ainda não tenha visto este filme absolutamente imperdível: se você está ouvindo a música acima (Ludovico Einaudi – Una Mattina) e ficou curioso ou foi tocado por ela, não deixe este mundo sem antes ver o filme do qual ela faz parte da trilha sonora, cujo nome em alemão é Ziemlich beste Freunde (Intocáveis).

Tudo o que um ser humano quer nesta vida é ser aceito como é, e ser tratado como ser humano. Simples assim. E quando pessoas, mesmo absolutamente diferentes, se encontram e assumem estas premissas, o amor prevalece e a vida flui.

P.S.1 – A próxima pessoa que fizer um comentário no meu blog ganhará um presente meu. É uma comemoração ao 5.000° (como se fala isso em português?!?) comentário do meu blog. Uma boa semana para todos!
P.S.2 – E o presente vai para Flávia Ribeiro, que acaba de fazer um comentário no post “Gravidez e parto na Alemanha”.

::Dica pra aprender alemão – parte 6::

25/06/2012

Ouvir música legal como esta daqui do rapper alemão Cro, chamada simplesmente “Du” (dica minha: ouça no volume máximo ;-)):

Sie sagt, sie würde gern ans Meer
Mal wieder weg von hier
ist egal wohin einfach weit weit weg und der Stress bleibt hier
und am besten gleich
sie sagt man ich hätt’ gern Zeit
wär nicht gern reich
ich will nur so viel dass es stressfrei reicht
ey verdammt man ich wär gern bei ihr
sie will nach London Paris einfach raus in die Welt und smilet yeah
und jeder Club spielt ihr Lieblingslied
sie will nie wieder heim yeah
und sie glaubt fest dran
aber schaut mich an sagt “was ist mit dir sag hast du ‘nen Wunsch?”
Ne eigentlich ist alles cool

Denn Baby glaub mir das beste bist du,
hey vergiss mal den Rest und hör zu
ich will nie wieder weg
denn es ist cool
Ja ich weiß es gibt viel was mir gefällt (2x)

Baby ich zerbrech’ mir den Kopf
denn was bringt mir das Geld
wenn ich dich nicht seh’
und jedes mal wenn du mich dann ansiehst
bleibt meine Welt kurz stehen
und ich weiß ganz genau dass du dich g’rade fragst
ob das mit uns geht
kaum bin ich da muss ich weg
doch versprech dir jetzt
bin bald wieder da yeah
ich bin in London Paris
man ich glaub ich bin jetzt ein Star yeah
nein ich denk nicht nach
sondern mach nur was ich war yeah
denn diese Welt ist geil
jeder Tag zur Zeit macht Spaß
und es ist wahr
es gibt viel was mir gefällt

und Baby glaub mir das Beste bist du,
hey vergiss mal den Rest und hör zu
ich will nie wieder weg denn es ist cool
Ja ich weiß es gibt viel was mir gefällt (2x)

Baby
und alles Geld der Welt hat plötzlich keinen Wert
wenn du mich ansiehst
und alles dreht sich um sich selbst
fühlt sich an als ob man fällt
nichts was uns jetzt noch hält
nur wir Zwei gegen die Welt

und Baby glaub mir das Beste bist du,
hey vergiss mal den Rest und hör zu
ich will nie wieder weg denn es ist cool
Ja ich weiß es gibt viel was mir gefällt (2x)

Baby glaub mir das beste (3x)
du
Baby glaub mir das beste (3x)
du

Ou esta daqui, que também é show de bola, mas é mais difícil de entender porque ele deixa as frases sempre sem terminar, faltando sempre a última palavra… e não se deve levar a mal que ele canta sempre “sunny” com sotaque alemão, pronunciando como um “z” :-):

::Dica para aprender alemão – Parte 5::

07/06/2012

Assistir vídeos sobre temas que sejam do seu interesse! Por exemplo este daqui, falando do que é típico alemão de A-Z:

Este vídeo seria ainda melhor se a autora tivesse colocado o nome de tudo/todos que apresenta, mas ainda assim vale a pena ser visto!

::Dicas para aprender alemão – Parte 1::

22/05/2012

A leitora Juliane me perguntou sobre dicas de livros para treinar seu alemão e com isto me deu uma ideia para uma nova série: “Dicas para aprender alemão”, que também vai servir pra quem quiser melhorar seu alemão, claro.

A minha primeira dica fica por conta dos livros da série “Conni” da Pixi, que são feitos pra crianças, mas descrevem muitas situações pelas quais muito(a)s marmanjo(a)s recém-chegado(a)s na Dóitch- lândia irão provavelmente passar (ir ao dentista, praia, fazenda, hospital, etc.). Esses livrinhos podem também ser dados de presente (há seleções de temas e caixinhas de presente com 8 livros, por exemplo) e, claro, são ótimos para ler para os ou serem lidos pelos filhos. E o melhor (êta mineirinha econômica!): cada um deles custa só 0,95€! 🙂

Onde achá-los? Os livros da Conni da série Pixi podem ser encontrados na livraria mais próxima da sua casa, tem desses livrinhos praticamente em toda livraria aqui na Alemanha. Se estiver no Brasil: olhe aqui na página da Amazon. Boa leitura!

::Zwiebellook e o frio na Alemanha::

06/02/2012

Morando na Alemanha há quase 20 anos, naturalmente já me acostumei com o frio. Mas desde que cheguei aqui nunca tinha enfrentado tanto frio como agora! Ontem bati todos os meus recordes pessoais, tendo sentido 14°C abaixo de zero à 1h da madruga… Mas a sorte é que o tempo está seco, então não se sente tanto frio quanto como se o frio estivesse sendo combinado com alta umidade no ar, o que para minha alegria não era/é o caso…

Até agora, todos os anos em que o frio chegou a tanto extremo como agora, estava no Brasil e tive a sorte de não o sentir na pele. Este inverno vai ficar na minha memória! Já chegam a quase 300 o número de mortos em toda a Europa, geralmente pessoas que vivem nas ruas e morreram literalmente de frio. Esta semana iríamos receber uma estudante italiana aqui em casa, que ficou impossibilitada de viajar porque a Itália está enfrentando muita neve e frio também. Os prefeitos pediram que as pessoas ficassem em casa e as aulas foram suspensar por lá. O mesmo não acontece por aqui, todos vão para a escola e para o trabalho como se nada tivesse acontecido. A única dependência fica sendo a dos meios de locomoção, que por um motivo ou outro podem fazer greve e nos deixar na mão. Todos os dias comentam nos noticiários de rádio que várias pessoas não conseguem usar seus carros porque eles os deixam na mão devido às baixas temperaturas. Por sorte, isso não me aconteceu – pelo menos ainda não! Viva o “Tudo Azul” (apelido do meu carrinho)!!!

Minhas técnicas pra enfrentar o frio são simples, mas eficazes: o frio sempre nos pega nas extremidades, então é importante proteger bem os pés, as mãos, o pescoço e a cabeça. O sapato é peça primordial pra quem quer ter paz no inverno, pois não dá pra ser feliz com os pés doendo de frio! Se a sola não for lisa, você ainda contribui pra não escorregar na neve. E em termos de roupas, é importante vestir a primeira camada de algodão e depois dela várias camadas à gosto, no melhor estilo Zwiebellook (estilo cebola) pra ir tirando as camadas – ou aumentando-as – conforme a necessidade. Uma boa jaqueta de inverno (de preferência com capuz) completa a indumentária. E como diz minha sogra: “Não há tempo ruim, só há pessoas vestidas com a roupa errada”.

Boa semana pra todos!

::Como procurar por um imóvel na Alemanha?::

17/01/2012

Procurar uma casa ou apartamento pra alugar ou comprar na Alemanha não é nada fácil. É tanta coisa pra analisar, comparar, discernir, decodificar, entender… E olha que em muitas cidades alemãs, pelo fato da procura ser muito maior do que a oferta, quem acaba sendo escolhido é o inquilino, tendo que se candidatar realmente, dentre várias outras pessoas concorrentes, ao imóvel.

Isso tudo sem falar no fato de que a arte de procurar um imóvel está oculta atrás de várias abreviações (veja a lista das mais comuns aqui), vinda da esperteza do alemão pra conseguir exprimir muito em poucas linhas, diminuindo também o custo do anúncio. Observe que o número de quartos também é contado diferente, pois na Alemanha a sala também é um quarto. Um apartamento de dois quartos então na Alemanha vai ser oferecido como 3 Zi-Whg. (Wohnung), ou um apartamento com 3 quartos (uma sala, dois quartos de dormir). O aluguel em si é chamado de KM, ou Kaltmiete, e o restante adicional (aquecimento, p.ex.) entra na WM (Warmmiete). E olha que se tiver uma garagem coberta ou não (Garage/Carpot) tem que pagar separado! As ofertas são tão diversificadas como originais: há casas mobiliadas, semi-mobiliadas e “peladas”. É comum um imóvel ser oferecido sem cozinha, sem armários embutidos, sem cortinas, sem lâmpadas ou luminárias e sem máquina de lavar roupas. Do contrário, o aluguel de um imóvel na Suíça já é bem mais cômodo, pois ele é oferecido bem mais equipado do que na Alemanha. Há pessoas que informam o telefone na oferta, outras só passam seu endereço de e-mail e os mais extremos só querem respostas por Chiffre. Isso quer dizer que o candidato terá que escrever uma carta ao jornal, citando o número do Chiffre e pedindo para que seja repassada para o dono do imóvel. Assim ele tem chances de ler tudo com calma e escolher o inquilino que mais atenda às suas expectativas.

Se alguém quiser comentar algo que eu tenha esquecido de mencionar, os outros leitores agradecem! 🙂

::Pra enfrentar os dias cinzentos e tristes do outono…::

23/11/2011

Mimnha mamãe querida me mandou um e-mail com uma dica jóia de como levantar o astral e enfrentar os dias cinzentos e tristes do outono europeu… Confiram aqui. Obrigada, mamãe! 🙂


%d blogueiros gostam disto: