Anúncios

Posts Tagged ‘dica’

::Zwiebellook e o frio na Alemanha::

06/02/2012

Morando na Alemanha há quase 20 anos, naturalmente já me acostumei com o frio. Mas desde que cheguei aqui nunca tinha enfrentado tanto frio como agora! Ontem bati todos os meus recordes pessoais, tendo sentido 14°C abaixo de zero à 1h da madruga… Mas a sorte é que o tempo está seco, então não se sente tanto frio quanto como se o frio estivesse sendo combinado com alta umidade no ar, o que para minha alegria não era/é o caso…

Até agora, todos os anos em que o frio chegou a tanto extremo como agora, estava no Brasil e tive a sorte de não o sentir na pele. Este inverno vai ficar na minha memória! Já chegam a quase 300 o número de mortos em toda a Europa, geralmente pessoas que vivem nas ruas e morreram literalmente de frio. Esta semana iríamos receber uma estudante italiana aqui em casa, que ficou impossibilitada de viajar porque a Itália está enfrentando muita neve e frio também. Os prefeitos pediram que as pessoas ficassem em casa e as aulas foram suspensar por lá. O mesmo não acontece por aqui, todos vão para a escola e para o trabalho como se nada tivesse acontecido. A única dependência fica sendo a dos meios de locomoção, que por um motivo ou outro podem fazer greve e nos deixar na mão. Todos os dias comentam nos noticiários de rádio que várias pessoas não conseguem usar seus carros porque eles os deixam na mão devido às baixas temperaturas. Por sorte, isso não me aconteceu – pelo menos ainda não! Viva o “Tudo Azul” (apelido do meu carrinho)!!!

Minhas técnicas pra enfrentar o frio são simples, mas eficazes: o frio sempre nos pega nas extremidades, então é importante proteger bem os pés, as mãos, o pescoço e a cabeça. O sapato é peça primordial pra quem quer ter paz no inverno, pois não dá pra ser feliz com os pés doendo de frio! Se a sola não for lisa, você ainda contribui pra não escorregar na neve. E em termos de roupas, é importante vestir a primeira camada de algodão e depois dela várias camadas à gosto, no melhor estilo Zwiebellook (estilo cebola) pra ir tirando as camadas – ou aumentando-as – conforme a necessidade. Uma boa jaqueta de inverno (de preferência com capuz) completa a indumentária. E como diz minha sogra: “Não há tempo ruim, só há pessoas vestidas com a roupa errada”.

Boa semana pra todos!

::Como procurar por um imóvel na Alemanha?::

17/01/2012

Procurar uma casa ou apartamento pra alugar ou comprar na Alemanha não é nada fácil. É tanta coisa pra analisar, comparar, discernir, decodificar, entender… E olha que em muitas cidades alemãs, pelo fato da procura ser muito maior do que a oferta, quem acaba sendo escolhido é o inquilino, tendo que se candidatar realmente, dentre várias outras pessoas concorrentes, ao imóvel.

Isso tudo sem falar no fato de que a arte de procurar um imóvel está oculta atrás de várias abreviações (veja a lista das mais comuns aqui), vinda da esperteza do alemão pra conseguir exprimir muito em poucas linhas, diminuindo também o custo do anúncio. Observe que o número de quartos também é contado diferente, pois na Alemanha a sala também é um quarto. Um apartamento de dois quartos então na Alemanha vai ser oferecido como 3 Zi-Whg. (Wohnung), ou um apartamento com 3 quartos (uma sala, dois quartos de dormir). O aluguel em si é chamado de KM, ou Kaltmiete, e o restante adicional (aquecimento, p.ex.) entra na WM (Warmmiete). E olha que se tiver uma garagem coberta ou não (Garage/Carpot) tem que pagar separado! As ofertas são tão diversificadas como originais: há casas mobiliadas, semi-mobiliadas e “peladas”. É comum um imóvel ser oferecido sem cozinha, sem armários embutidos, sem cortinas, sem lâmpadas ou luminárias e sem máquina de lavar roupas. Do contrário, o aluguel de um imóvel na Suíça já é bem mais cômodo, pois ele é oferecido bem mais equipado do que na Alemanha. Há pessoas que informam o telefone na oferta, outras só passam seu endereço de e-mail e os mais extremos só querem respostas por Chiffre. Isso quer dizer que o candidato terá que escrever uma carta ao jornal, citando o número do Chiffre e pedindo para que seja repassada para o dono do imóvel. Assim ele tem chances de ler tudo com calma e escolher o inquilino que mais atenda às suas expectativas.

Se alguém quiser comentar algo que eu tenha esquecido de mencionar, os outros leitores agradecem! 🙂

::Pra enfrentar os dias cinzentos e tristes do outono…::

23/11/2011

Mimnha mamãe querida me mandou um e-mail com uma dica jóia de como levantar o astral e enfrentar os dias cinzentos e tristes do outono europeu… Confiram aqui. Obrigada, mamãe! 🙂

::Ainda muito tocada pelo filme “Into the Wild”::

07/11/2011

Recomendo e assino em baixo! O filme “Into the Wild“, que conta a história de Christopher McCandless, entra definitivamente pra categoria dos “vale a pena ver (de novo)” porque marca, de forma profunda, a busca do ser humano por si mesmo.

Pensamento retirado do “A Blog dedicated to Into the Wild“.

::Gut gegen Nordwind – dica de literatura em alemão::

09/10/2010

O livro que li nos últimos dias (que na realidade são dois livros em um) e que recomendo é o “Gut gegen Nordwind / Alle sieben Wellen”(Bom Contra o Vento do Norte/A Cada Sete Ondas ou Todas as Sétimas Ondas – o que fica melhor?), do autor Daniel Glattauer. O livro não só é uma ótima dica pra treinar alemão lendo uma boa literatura, mas também muito bom pra essa época do ano, quando começamos a entrar no casulo, no comecinho do frio do outono. É a história fictícia de uma mulher que queria terminar a assinatura de uma revista por e-mail e por causa de uma única letra diferente no endereço de e-mail da editora da revista, ela começa a trocar e-mails com um homem desconhecido. Eu adorei ter lido o livro, já havia anos que nao devorava um livro assim. O último tinha sido “A Papisa”, pois pra mim é difícil me fascinar com literatura não diretamente informativa, pois tenho que me identificar com o estilo do autor, conseguir entrar dentro da cabeça dele e acompanhar sua linha de pensamento, tem que haver uma identificação enorme mesmo pra um livro conseguir me prender. Do contrário, leio 5 livros ao mesmo tempo, um pouco aqui, outro ali. O que adorei foi o romantismo e o amor platônico trasformado em palavras, como antigamente, adaptado ao mundo atual digitalizado e além do mais o fato do autor conseguir pensar como homem e também maravilhosamente como mulher, e como homem apaixonado e mulher apaixonada, mundos tão distintos e tão fascinantes. Fica a dica!

::Ajuda na procura de um emprego::

14/10/2009

Pra quem sabe inglês e está procurando um emprego, recomendo este artigo aqui do blog “JCSI – Job & Career Search Insights“, que por sua vez me foi recomendado no LinkedIn. Ele ensina como criar um time “A” de procura de emprego pra te impulsionar sempre pra frente e não deixar que você se desanime, mesmo nos momentos mais difíceis. Boa sorte!

::Dica pra viagem na Europa::

12/12/2008

Uma leitora me perguntou dicas de como planejar uma viagem aqui na Europa. Depois de dar uma pesquisada básica, descobri uma página que me parece bastante flexível para procurar vôos baratos: Megaflieger. O problema é que ela é só em alemão, o ponto positivo é que ela lista todas as opções de voar barato por aqui (que são inúmeras!). Mas como não conheço a página e não sei se é confiável, depois de verificar a melhor opção eu aconselharia ir direto no site da cia. aérea e efetuar a compra por lá mesmo. Isso eu já fiz algumas vezes e sei que dá super certo, os sites são confiáveis e o procedimento é relativamnte simples. Os sites normalmente são feitos em vários idiomas, o que facilita também.

Pra quem estiver com mais tempo, eu sugiro viajar de trem mesmo, pois pode-se aproveitar de paisagens maravilhosas e o efeito descanso é mil vezes maior do que o estresse das rodovias de alta velocidade, pelo menos aqui na Alemanha, ou do de voar pela Europa e ter a oportunidade de ver pouca coisa de perto.

Para achar boas ofertas de hotel, eu já usei os serviços da página www.booking.com (também em português!) e fiquei super satisfeita. Consegui em Amsterdã um hotel de 4 estrelas pelo preço de um albergue da juventude!

Então bons planejamentos…. e boa viagem! Quem tiver mais dicas, pode deixar nos comentários. Outros leitores agradecem!

::Quem tem dicas de como lidar com “aborrecentes”?

09/06/2008

Estou enfrentando a Taísa na adolescência e pelo rumo que a coisa está tomando, tenho que tomar medidas drásticas: ela só quer saber de se divertir e não liga pros estudos. Eu sei, ela não é a primeira e não será a última… Mas já passou dos limites! Adora ficar dependurada em internet, jogos, tv, handy, etc…

Quem tem sugestões?!?


%d blogueiros gostam disto: