Posts Tagged ‘econômicas’

::Relatório do Banco Mundial analisa as oportunidades econômicas das mulheres ao redor do mundo::

24/02/2021

Li, pela 1ª. vez, um relatório do Banco Mundial muito interessante, que vem avaliando as leis e regulamentos que afetam as oportunidades econômicas das mulheres (Mobilidade, Local de Trabalho, Remuneração, Casamento, Maternidade, Empreendedorismo, Ativos e Aposentadoria) nos últimos 50 anos.

O relatório revela que as mulheres, hoje em dia, só conquistaram em média apenas cerca de 3/4 dos direitos concedidos aos homens. Desde 2017, um total de 40 países reformaram leis ou regulamentos para dar às mulheres mais igualdade econômica com relação aos homens. No total, 190 nações foram analisadas no relatório “Women, Business and the Law 2020”, que cobre em suas análises o período de 2017-19.

Leia o relatório completo aqui, verifique e compare como o seu e outros países estão classificados (também disponível em espanhol e francês).

Abaixo destaco o resultado de alguns países:

– Avaliação máxima (100 pontos no index): Bélgica, Dinamarca, França, Islândia, Latvia, Luxemburgo, Suécia e Canadá, que reformou recentemente suas leis de licença maternidade/paternidade;

– Alemanha: 97,5

– EUA: 91,3

– Suíça: 85,6

– Brasil: 81,9 (interessantemente, um resultado igual ao do Japão!…)

::O que é, afinal, Kurzarbeit e como está o mercado de trabalho alemão atualmente?::

01/05/2020

Kurzarbeit (ao pé da letra “trabalho curto”) é a redução temporária de horas trabalhadas causada por uma crise. A intenção é evitar demissões. O trabalhador passa a receber um salário reduzido, que é pago pela empresa e pelo governo de forma conjunta. Esse tipo de medida existe em alguns países europeus, tais como a Alemanha e a Suíça, por exemplo. A situação atual do coronavírus está levando a novas discussões e estão sendo estudados novos patamares para que as pessoas afetadas possam ter uma maior parte do seu salário pago durante a crise, apesar da redução de horas trabalhadas. Eu também faço parte deste time e estou de Kurzarbeit desde o começo de abril. Em maio passo a trabalhar uma porcentagem maior de horas e a expectativa é de que voltemos a trabalhar no escritório dentro do “novo normal“ com máscaras, sem elas adotando a distância mínima de 2m, etc.

Ao todo, 10,1 milhões de trabalhadores na Alemanha estão de Kurzarbeit. Desde março de 2020, empresas com pelo menos 10 funcionários podem dar entrada no pedido de ajuda governamental. No ano de 2009, quando eu mesma era responsável por organizar o Kurzarbeit dentro de uma empresa industrial, 3,3 milhões de pessoas precisaram reduzir a sua carga de trabalho para passar pela crise.

Atualmente há 308 mil desempregados a mais do que no mês anterior. Ao todo, a Alemanha conta no final de abril de 2020 com uma taxa de 5,8% ou 2,444 milhões de desempregados. Imaginem como estaria a situação se não houvesse a ferramenta do Kurzarbeit! Viva a social democracia! A título de comparação nos EUA, há atualmente mais de 30 milhões de pessoas desempregadas. O objetivo aqui na Alemanha é que a empresa mantenha seu quadro de funcionários atual e desafogue suas finanças através da ajuda governamental.

O número de vagas em aberto naturalmente caiu, ao mesmo tempo em que o número de desempregados está subindo. Em abril de 2020 há um total de 626 mil vagas a serem preenchidas, 169 mil a menos do que no ano anterior. Observo que apesar de ainda ser um número considerável, geralmente o perfil das vagas em aberto não combina com o dos desempregados, o que vem demonstrando a dificuldade do mercado de preencher determinadas vagas.

A pergunta sobre o Kurzarbeit me foi colocada durante o programa “Eu chego lá!”, do qual tive a honra de participar contribuindo para a seção “como fazer um CV na Alemanha”, a convite da Carla Scheidegger da Carlotas e da Chiara Vigoriti-Zeller. Fiquei muito grata pelo convite!

Se tiver curiosidade, veja aqui uma lista mais detalhada das ajudas governamentais direcionadas aos trabalhadores e às famílias dentro da Alemanha.

Se você, leitor do Mineirinha, tiver mais alguma dúvida com relação ao mercado de trabalho na Alemanha, não hesite em deixar a sua dúvida nos comentários!

Fontes: site da Wikipedia sobre Kurzarbeit, Familienportal (Portal da Família) e artigo do Management Magazin de 30.04.20.

::Novas decisões do governo alemão para a contenção do coronavírus::

01/03/2020

Hoje, 1. de março de 2020, temos mais de 100 casos do coronavírus na Alemanha, felizmente nenhum óbito e a feira internacional de turismo ITB, que aconteceria esta semana em Berlim, acaba de ser cancelada. O país se prepara ainda mais para tentar conter a expansão da doença, o que importante não só do ponto de vista da saúde pública, para contribuir para que se possa concentrar a atenção em casos mais graves e aumentar o tempo em busca de tratamento para a doença, mas também devido às consequências econômicas que a expansão dela podem causar.

Depois do Ministério da Cultura daqui do estado de Baden-Württemberg decidir que alunos e professores que tiverem visitado uma região de risco deverão ficar em casa durante os próximos 14 dias, independentemente de mostrarem sintomas ou não, o governo alemão acaba de tomar mais decisões com relação à contenção do coronavírus no país:

– Grandes eventos, acima de tudo internacionais, deverão ter seu risco analisado (número de participantes, proximidade entre eles, tipo de atividade, p.ex. dança pode aumentar a probabilidade de contaminação);

– Controle de passageiros de trem, com preenchimento de cartões com dados dos transeuntes (para facilitar o contato caso sejam identificadadas pessoas doentes entre eles);

– As companhias aéreas e empresas de navios deverão dar informação sobre a saúde de passageiros que estiverem vindo da China, Coréia do Sul, Japão, Itália e Irã. Estes passageiros também deverão preencher cartões com seus dados;

– Serão reforçados os controles policiais principalmente nos 30 km perto de fronteiras, em conjunto com os órgãos locais de saúde;

– Foi decidido que o governo comprará máscaras e roupas de proteção, não só para uso de pessoal médico (Pessoalmente acho que aqui estão se preparando para caso mais zonas de quarentena devam ser instaladas no país).

Medidas gerais que podem ajudar a conter a expansão do coronavírus:

– Lavar as mãos com frequência (usar álcool gel quando não seja possível lavar as mãos);

– Evitar tocar os olhos, boca e nariz;

– Evitar contato físico (p.ex. não se dar as mãos para se cumprimentar);

– Entrar em contato com o médico por telefone caso sinta sintomas da doença (febre, tosse, dificuldade de respirar);

– Usar um lenço descartável (que deve ser jogado fora em lixo fechado) ou tampar o rosto com o braço ao espirar;

– Manter boa higiene em casa;

– Evitar aglomerações de pessoas.

Esqueci de alguma coisa? Complete nos comentários. Obrigada!

Fontes: artigo do jornal Der Spiegel de 01/03/20, página do Ministério da Cultura de Baden-Württemberg, página do Ministério da Saúde da Alemanha e página da Organização Mundial da Saúde.


<span>%d</span> blogueiros gostam disto: