Anúncios

Posts Tagged ‘filosofia’

::Propósito::

10/06/2015

825
Falando com um amigo agora há pouco ao telefone, me veio uma pergunta, que coloco aqui para todos: se descubro meu propósito e posso fazer bem ao mundo, quanto poderei fazer de bem se achar o melhor lugar para atuar com esse propósito?

Procurando uma foto para este post, achei o seguinte aqui, que combina perfeitamente com o pensamento acima:

6 Dimensões do Bem-Estar

1. Bem-estar social: como vc age e se relaciona com outras pessoas e com a comunidade. Atividades que o farão desenvolver esta qualidade seriam novos relacionamentos e trabalho voluntário.
2. Bem-estar espiritual: envolve desenvolver o senso da força maior e dos seus valores morais. Para encontrar o significado na vida neste quesito, pode visitar uma igreja, participar de aulas de filosofia ou aprender ioga.
3. Bem-estar intelectual: envolve a expansão do seu conhecimento e sagacidade mental. Qualquer experiência que lhe fizer aprender coisas novas ou aumentar sua perspectiva com relação a algo, como trabalhar na direção de um objetivo ou visitar uma escola fará com que você desenvolva este quesito.
4. Bem-estar ambiental: tem a ver com a maneira como você se relaciona com o meio em que está inserido. Para aumentar seu propósito de vida neste quesito, participe de atividades tais como reciclagem, montanhismo ou jardinagem.
5. Bem-estar físico: está relacionado à sua saúde e atividades físicas. Desenvolva este quesito através de exercícios físicos e comendo comida saudável.
6. Bem-estar emocional: está relacionado com sua autoestima e como você lida com os fatores estressantes da vida. Para desenvolver seu bem-estar emocional, conecte-se com seu eu interior meditando ou aconselhando/sendo aconselhado.

Gostaram dessas ideias tanto quanto eu? O que lhes vem à mente depois de ter lido essas poucas linhas? Lembrem-se: “um objetivo é um sonho com pernas”.

::Agora::

26/01/2014

Até ter visto o filme Agora (“Alexandria” no Brasil) me era desconhecido o fato de que mulheres tinham o direito de pensar na Antigüidade. Com o filme, conheci a história real da filósofa, professora, matemática e astrônoma grega Hypatia, que viveu de 355 a 415 D.C. na Alexandria e foi morta por não ter concordado se converter ao Cristianismo, acusada de ateísmo e bruxaria, vítima de um golpe político onde não era a peça principal.

A quantas mulheres ao longo da História foi tirado o direito de pensar? Por quantos anos a mulher teve que se reduzir na sociedade até atingir novamente voz ativa? Qual é o verdadeiro papel feminino na História? Em inglês, uma colega de trabalho me disse que a História oficialmente contada encobre a parte feminina por se tratar de HIStory e não de HERstory.

Se eu tivesse que fingir ser homem como na história do livro “A Papisa” ou se tivesse que dar minha vida pela liberdade do pensamento, como no caso da Hypatia, eu daria. Felizmente nasci num século onde este não é o caso. Em que lugar da Bíblia constam as partes que descrevem o suposto papel de coadjuvante da mulher no Cristianismo?

20140126-005400.jpg

::Desejo para um futuro próximo::

19/05/2012

Observando os passarinhos que vêm buscar comida aqui na varanda do apê, que aliás parecem estar mais numerosos e diversos neste ano aqui no Lago de Constança, penso que eles são mais sabidos do que nós, humanos. Eles não conhecem fronteiras, não sabem onde termina um país e começa outro, voam para onde bem entendem e ficam enquanto está bom pra eles. Lendo uma reportagem da “Der Spiegel”, achei um pensamento que bate com o meu desejo de um mundo só, de seres humanos que se vejam de igual pra igual, mundo este que pretendo habitar antes de deixar a Terra. Aqui está ele, em resposta à pergunta “O que devemos mudar o mais rápido possível na sociedade?”:

“Como tribalistas só enxergamos nossa tribo, as dicas pra sonegar impostos do vizinho são mais importantes pra nós do que a fome na África. Os 3 mil mortos no World Trade Center nos atingem mais do que os 10 mil civilistas mortos na guerra do Afeganistão porque eles são diferentes de nós e falam uma língua desconhecida. Nós temos que esquecer que somos alemães ou europeus e nos definir como cidadãos do mundo, e isso significa: não definir outras pessoas como cidadãos de segunda classe”. Philipp Hübl, professor de Filosofia

Leia a reportagem completa, baseada em uma entrevista sobre temas atuais feita com Philipp e outros 4 filósofos clicando aqui.

Fonte: Reportagem “Philosophie-Studium: Fünf junge Denker antworten auf fünf ewige Fragen” de 18.05.12 da revista “Der Spiegel”.

::Pensando…::

16/03/2008

Dei uma sumida e ando muito pensativa, meu computador também!… Antes de ontem tive um problemão e só via uma tela azul com uma mensagem de erro, não conseguia mais entrar no Windows e achei que tinha perdido tudo. As coisas mais importantes pra mim são, como sempre foram, fotos e, no momento, o meu trabalho final de um curso que estou fazendo na área de recursos humanos, para o qual tenho exatos 20 dias até o prazo final de entrega e estava com o trabalho praticamente concluído, sem chances de começar do zero novamente… Pedi a Deus uma luz, claro, mas também já tinha começado na minha cabeça a pensar em temas alternativos que me possibilitassem ter alguma coisa pronta no prazo de 20 dias, algo que fosse possível pra conseguir concluir meu curso, com o qual não ando animada no momento… Pra encurtar a estória, arrumei meu armário todinho procurando um CD do Windows XP, pois o Matthias tinha me dito que com ele, poderia tentar salvar minha pátria. Achei, ele pôs o tal pra consertar meu PC e… graças a Deus! Tenho acesso a tudo novamente. Quantas vezes somos crentes e fiéis à técnica e esquecemos de salvar coisas importantes com regularidade, não é? Eu já tinha aceitado que tinha feito uma besteira e estava preparada para talvez nem concluir meu curso, por única e total culpa minha. Ufa, me salvei desta! Enviei meu trabalho final pro e-mail do meu emprego, pra ter uma cópia guardadinha lá!… E ainda continuava com uma mensagem de erro ligada ao Explorer. Depois de alguma consulta na internet, baixei o Mozilla Firefox, que afirmam ser mais seguro e bem melhor. Vamos ver!

Esse problema com o PC traduz talvez o meu problema atual, deveria haver um CD “reparador de mentes” também!… Sinto muitas coisas ruins no momento, algo como a mistura de depressão-baixa auto estima-imobilidade-insatisfação-sensação de fracasso-cansaço, ah… é tanta coisa que fica difícil resumir aqui. É como se a vida estivesse correndo e eu atrás dela. Lendo esse post aqui (“Viver além de si mesmo”), pensei que é verdade, tendemos a nos fixar em determinados papéis em nossa vida e em como queremos que eles sejam preenchidos, e com isso nos tornamos escravos de nós mesmos. E ainda tem o problema do “filminho de como gostaríamos que nossa vida fosse”, pelo menos no meu caso esse filminho roda na minha mente o tempo todo e me deixa triste, eu fico sempre comparando com o “ideal”. Ai, estou cansada, precisava de férias mas acima de tudo de mudar isso na minha cabeça. Nem sei por onde começar… Alguma idéia?

P.S.-Meu horóscopo pra amanhã prega uma mensagem 100% contrária:
Resultados favoráveis – válido durante muitos meses: Durante este transito, você se sentirá bem e acreditará ser capaz de dar conta de qualquer trabalho. Este trânsito favorece também a maioria dos negócios, pois seus atos estarão abençoados por uma percepção tão grande que terão chance de êxito onde as ações dos outros falharem. Pela mesma razão, o momento é bom para tomar decisões. Você terá uma noção muito clara de si mesma e de suas necessidades, de modo que poderá deliberar sem ferir seus próprios interesses. Se for necessário correr riscos ou fazer algo cujo resultado não consiga prever, o melhor momento é este. Seu presente otimismo criará uma energia positiva, atraindo assim desfechos favoráveis para seus palpites. Além disso, terá amplas condições de discernir e evitar as empreitadas muito arriscadas.


%d blogueiros gostam disto: