Anúncios

Posts Tagged ‘imigração’

::Novas Leis de Imigração na Alemanha para Mão de Obra qualificada vinda de fora da Comunidade Europeia::

14/06/2019

512px-black_man_working_at_his_desk_cartoon_vector.svg_

O governo alemão aprovou há 7 dias atrás um conjunto de leis denominado Migrationspaket, que envolve leis que determinam as condições para permanência de asilados no país, além de facilitar a entrada de mão de obra qualificada vinda de fora da Europa (Fachkräfteeinwanderungsgesetz).

Em suma, o objetivo é fazer com que a Alemanha seja mais atrativa para mão de obra qualificada de nível médio vinda de fora da Comunidade Europeia. Além das medidas que já existem para profissões de nível superior, o país deverá ficar mais atrativo também para profissões onde não foi detectada a falta de mão de obra. Em geral, todas as pessoas com pelo menos formação a nível médio poderão solicitar a imigração para a Alemanha e que obtenham um contrato de trabalho. A análise de que se há um desempregado alemão ou europeu que poderia ocupar a vaga, a chamada Vorrangprüfung, deixa de existir, mas poderá voltar a ser feita, caso se faça necessário.

Uma pessoa que seja formada pelo menos no nível médio e que tenha sua formação reconhecida na Alemanha poderá solicitar um visto de 6 meses para procurar emprego no país. Caso a formação não seja reconhecida de todo, poderá solicitar um visto para finalizar os pré-requisitos impostos para o reconhecimento (§ 17a AufenthG). Todo candidato à imigração deverá provar que tem um bom domínio do idioma alemão (não encontrei informações sobre qual é o nível exigido). Durante o tempo que permanecer na Alemanha, poderá também procurar um trabalho probatório (Probearbeit) de até 10 horas semanais. Algo parecido já existe para pessoas com formação universitária. A pessoa deverá também provar que conseguirá se manter na Alemanha durante a permanência no Brasil. Essa nova lei deverá ser reavaliada nos próximos 5 anos.

Uma exceção existe no caso de pessoal qualificado de TI. Ele não terá a necessidade de provar a formação na área, mas sim que já tem vários anos de experiência no exterior, dado que a falta desse tipo de mão de obra é muito extrema na Alemanha.

No caso da busca de uma formação média na Alemanha (Ausbildung), a pessoa deverá ter que provar que tem uma formação que lhe dá direito a entrar em uma universidade na Alemanha. No Brasil, isso corresponderia ao 2° grau completo.

As novas leis têm sido muito criticadas porque estarão tornando a vida dos asilados mais complicada no país. Além disso, muitos políticos alemães, assim como vários segmentos da sociedade alemã, não aceitam que o país tenha se tornado um país de imigrantes, portanto a aprovação das novas leis foi feita sem muito alarde, pois a economia precisa encontrar mão de obra para 1,2 milhões de postos de trabalho vagos. Outra questão é que o aumento de estrangeiros no país acarretará mais trabalho, dentre outros para os mais de 1.500 postos de análise de equiparação de qualificação estrangeira, que são decentralizados nos estados alemães (Anerkennung ausländischer Abschlüsse). Acho que por tudo isso é que não foi tão fácil juntar informações sobre as primeiras leis de imigração da Alemanha! Caso tenha mais algum detalhe, ou consiga um visto baseado nas novas leis, agradeceria por deixar um comentário ou um link para algum artigo ainda mais esclarecedor, que não faça partes das fontes que cito abaixo. A comunidade brasileira na Alemanha agradece!

Um resumo de todas as leis que envolvem esse pacote estão aqui.

Fontes: reportagem da Tagesschau de 07.06.19, reportagem da Tagesspiegel de 04.06.19, reportagens da Der Spiegel de 07.06.19, 08.06.19 e 22.11.18, reportagem do Simsheim Lokal de 14.06.19, reportagem da NTV de 07.06.19.

::Um alemão em Blumenau::

06/11/2017

Como se sente um alemão do século 21 visitando Blumenau em Santa Catarina? Descubra nesse texto bem humorado do correspondente alemão do jornal Die Zeit, Thomas Fischermann.

::Imigração e mercado de trabalho na Alemanha – dados de 2015::

05/10/2016

Aqui um artigo super atual sobre a imigração e a prognose do nível de mão de obra para o futuro da Alemanha. Abaixo um resumo do artigo – tradução minha:

Em 2015, 2,1 milhões de pessoas imigraram para a Alemamha. Destes, quase um milhão de pessoas vieram da Comunidade Europeia e/ou solicitaram asilo. Somente 82.000 pessoas vieram de fora da Europa e destas, somente 5.867 através do Blue Card, por terem um alto nível de qualificação. Destas, somente 192 usaram a possibilidade de pedir um visto de 6 meses para a busca de emprego.

Em contrapartida, um milhão de alemães deixaram o país no mesmo ano. E o país volta a discutir sobre a possibilidade de instituir quotas para a imigração de mão de obra qualificada, baseadas em diplomas, conhecimento do idioma e experiência profissional. A proposta seria de que os selecionados recebessem um visto de um ano para a busca de emprego.

Está claro que a Alemanha precisa de pessoal qualificado, ainda mais quando se analisa o desenvolvimento demográfico do país. Mesmo que 200.000 pessoas imigrassem para a Alemanha por ano até 2030, o nível de mão de obra cairia ainda assim em 5 milhões ou ficaria 10% menor. Mesmo que o país consiga qualificar os asilados que acabam de chegar no país, ainda assim faltaria mão de obra para as empresas na Alemanha.

Fonte: artigo “Deutschland zieht kaum Fachkräfte an“ do jornal FAZ de 04.10.16

::Einwanderung – Imigração::

24/06/2015

“Deutschland braucht Einwanderung, denn die Eltern der Kinder von Morgen sind gestern schon nicht mehr geboren worden.”

“A Alemanha precisa de imigrantes, pois os pais dos filhos de amanhã não vieram ao mundo ontem.”

“German Kulturangst” steht der Vielfalt im Weg”.

“O medo cultural alemão é um empecilho para a diversidade.”

Fonte: Artigo da Wirtschaftswoche de 11/06/15.

::I Conferência sobre Questões de Gênero na Imigração Brasileira::

04/06/2015

Prezada comunidade brasileira,

Entre os dias 24 e 26 de junho de 2015 acontecerá em Brasília a

I Conferência sobre Questões de Gênero na Imigração Brasileira.

O objetivo desta conferência será o de aprofundar a discussão de temas de gênero que afetam as comunidades brasileiras no exterior.

Alguns dos pontos a serem tratados:
– violência doméstica,
– imagem estereotipada da mulher brasileira,
– questões afetas à comunidade LGBT (lésbicas, gays, bissexuais, travestis, transexuais e transgêneros),
– disputa por guarda de menores…

Uma vez que temos na Alemanha uma comunidade significativa em relação a todos estes temas, dois representantes, um membro do Conselho de Cidadãos Brasileiros de Munique e um do Conselho de Berlim, participarão desta conferência. Espera-se que com a conferência sejam implementadas iniciativas que beneficiem a vida do brasileiro no exterior e fomentem sua integração.

Todos os brasileiros residentes na Alemanha poderão dar a sua opinião através da pesquisa a seguir, bem como sugerir temas a serem tratados na I Conferência sobre Questões de Gênero na Imigração Brasileira.

Para participar da pesquisa, clique no seguinte link. Contribua com sua opinião pessoal e divulgue a pesquisa entre seus amigos e nas mídias sociais! Obrigada de antemão e um bom feriado!

::I Conferência sobre Questões de Gênero na Imigração Brasileira::

31/05/2015

Entre os dias 24 e 26 de junho de 2015 acontecerá em Brasília a

I Conferência sobre Questões de Gênero na Imigração Brasileira.

O objetivo desta conferência será tratar e discutir os temas de gênero que abrangem as comunidades brasileiras no exterior.

Alguns dos pontos a serem tratados:
– violência doméstica;
– imagem estereotipada da mulher brasileira;
– guarda de menores;
– saúde feminina;
– tráfico de seres humanos…

A Alemanha vai participar desta conferência através do Conselho de Cidadania, por ser uma comunidade significativa em relação a todos estes temas. Espera-se que com a conferência sejam implementadas iniciativas que beneficiem a vida do brasileiro no exterior e fomentem sua integração.

Todos os brasileiros residentes na Alemanha poderão dar a sua opinião através da pesquisa a seguir, bem como sugerir temas a serem tratados na I Conferência sobre Questões de Gênero na Imigração Brasileira.
Para participar da pesquisa, clique no seguinte link.

Agradecemos por sua participação!

::Os países mais procurados por imigrantes::

03/01/2015

Veja aqui um infográfico onde a Alemanha parece como o segundo país mais procurado mundialmente por imigrantes:

Pra contrabalancear, aqui um infográfico com os maiores medos dos europeus:

Fonte: infográficos do jornal Die Welt (fontes OECD e Comissão Européia).

::Como a Alemanha se tornou o novo país do futebol::

27/07/2014

Achei na VEJA e divido com vcs. Bom domingo!

°°°

Algumas partes do artigo:

“Obrigado a atrair talentos para sustentar seu crescimento econômico, o país passou a ser procurado por imigrantes qualificados, como engenheiros e cientistas. Quase um em cada três imigrantes entre 20 e 65 anos que entraram na Alemanha na última década tem nível superior. Entre os alemães nativos, menos de 20% têm diploma.”

“Em exportação de produtos de alta tecnologia, a Alemanha só perde para a China, que tem uma população dezesseis vezes maior.”

“A Alemanha de hoje quer ser vista como um país mediador, não como um agressor”, diz Rüdiger Görner, professor da Universidade de Londres e especialista em cultura alemã. “É uma democracia com um poderoso senso de responsabilidade coletiva.”

Fonte: artigo da VEJA de 26/07/14

::Yes, we’re open! Willkommen in Deutschland::

26/07/2014

Ah, como eu gostaria de visitar esta exposição em Nurembergue! Yes, we’re open! Willkommen in Deutschland. Ela mostra que a Alemanha está se abrindo como um país de grandes ondas migratórias. Aqui alguns dados:

Entre os anos de 1991 e 2010 4,3 milhoes de pessoas (214 mil pessoas por ano) imigraram para a Alemanha. No ano de 2011 o saldo foi ainda maior: 958.299 Menschen imigraram para a Alemanha, 678.969 pessoas deixaram o país. O saldo positivo foi um aumento da população de 279.330 pessoas.

A exposição ainda vai passar por várias cidades na Alemanha. Quem sabe algum de vocês consegue visitá-la e me conta como foi? Aqui as datas e cidades por onde ela será mostrada.

::190 anos de imigração alemã no Brasil::

27/06/2014

Leia o artigo sobre o tema aqui. 🙂


%d blogueiros gostam disto: