Anúncios

Posts Tagged ‘meninas’

::Ying e Yang::

27/02/2010

Outro artigo interessante da “Der Spiegel” aponta que uma em cada 5 crianças cresce na Alemanha com um só membro da família, que é em 85% dos casos a mãe. Isso acaba sendo um problema principalmente para os meninos, pela falta da figura masculina em casa. A maioria das crianças de pais separados acabam perdendo o contato com o pai e reclama de tê-lo muito pouco em suas vidas.

O artigo aponta que filhos que crescem sem a figura masculina têm uma tendência duas vezes maior para a depressão, advinda da tensão do dia-a-dia da mãe, que por sua vez tem que assumir todas as responsabilidades sozinha e da tendência dos meninos de ter que assumir o papel do “marido” em casa enquanto crianças. Outro problema, já citado no texto abaixo, é que a escola é formada em sua grande maioria de mulheres e os meninos ficam com dificuldade de encontrar modelos masculinos a seguir e de se refletir enquanto homens, quando tomam atitudes (com outra lógica) como homens.

Eu noto tudo isso na sociedade alemã. Noto que muitos homens aqui por estas bandas não conseguem separar em suas cabeças o papel de ex-marido e de desvinculá-lo ao de pai, que é algo eterno e intocável, sagrado e mágico, como Papai Noel! Noto que a figura masculina faz falta em muitas casas, mesmo no caso de meninas filhas de mães separadas, que tendem a ter um relacionamento complicado com a mãe. E a figura masculina faz falta também na escola. Este problema reflete aquilo que gosto de pensar: que só somos mesmo bons, homens e mulheres, como ying-yang, parte de um todo, funcionando em conjunto.

“Männer sind auf dieser Welt einfach unersetzlich”

“Neste mundo, os homens são insubstituíveis”
Herbert Grönemeyer, música “Männer” (Homens)

Na parte de discussão da “Der Spiegel” sobre o artigo acima achei o seguinte comentário:

22.02.2010, 16:09, User Panasonic
Tja Papa,

Du Arsch, so sieht es aus. Vielen Dank auch, wo immer und wer immer Du auch bist.

Ich musste 28 Jahre alt werden um zu merken, dass in meinem Leben etwas ganz Wesentliches fehlt. Was kann schon aus einem Mann werden, der mit feministischer Mutter und zwei Schwestern aufwächst?

Argh 😦

***

Pois é papai,

Seu filho da puta, é isso mesmo. Muito obrigado também, quem quer que você seja e onde quer que esteja.

Eu tive que fazer 28 anos pra entender que algo essencial falta na minha vida. O que é que um homem pode virar se cresce com uma mãe feminista e duas irmãs?

Merda. 😦
***
Os comentários a seguir nesse forum levantam a questão de que a sociedade está se deteriorizando, que os contatos diminuem cada vez mais, pois as pessoas vão se separando, quebram contatos, vivem em cápsulas de suas próprias vidas, 100% individualizadas. Há tantas maneiras para nos comunicarmos hoje em dia e um dos meios mais escolhidos é simplesmente um: a ausência da comunicação, pois o outro é um x%$&?y… Acho que esta tendência não deve ser característica só da Alemanha, não é mesmo?


%d blogueiros gostam disto: