Posts Tagged ‘motivação’

::Compromissos de quarentena::

19/11/2020

Vocês já chegaram à conclusão que seus armários estão cheios demais? Na realidade, precisamos só de algumas peças de roupa para sermos felizes! Kkkkkk…. Ainda mais porque todos temos aquelas peças de roupa que adoramos, e invariavelmente usamos. Não importa o que mais esteja dando sopa lá dentro do armário!… Lavamos, dobramos as peças… e as usamos de novo!

E os compromissos de quarentena, estando o dia inteiro em casa? Fiquei nos imaginando se nos filmássemos como em um jogo do SIMS. Levantamos e saímos do quarto pro banheiro, de lá vou pra sala ou pra cozinha trabalhar, quando me dá fome começo a fazer o almoço, quando quero dar uma descansada avanço no meu crochê, assisto um pouco de noticiário ou de Netflix na sala… Os gatos pedem para sair na varanda, abro a porta. Que frio! Mas olha, lá fora até que o dia está bonito, por alguns segundos o sol deu as caras. Tirei foto dele pra ele não achar que eu não o percebi hoje, tão sorrateiro! Do laptop do trabalho pulo para o meu laptop privado, passo para o encontro das primas, uma nos EUA, duas no Brasil e eu na Alemanha. Esta semana tive gravação de podcast, fui indicada para participar de uma entrevista sobre dicas de viagens para o canal Volta ao Mundo em 80 Fotos. Participei do quarto, já era tarde, a iluminação não deve ter ficado lá essas coisas!… Mas o bate papo foi legal! Depois tem mais! Tive a primeira aula de ioga com o meu grupo de sempre pelo Zoom, depois de ajudar a professora a colocar o sistema pra funcionar. Outro dia uma amiga de Frankfurt, a Silvana, me indicou uma aula de Zumba (Zuuuuummmm…. ba! Zumba no Zoom, como diz o meu marido) da qual acabo de participar. Que astral, heim Ana Paula Baiana! Pulando pra lá e pra cá com uma bandeira alemã e outra brasileira nas costas! Eu volto pra mais uma aula! E na semana que vem tem tarô, se eu gostar, indico aqui também!

Vocês notaram como nós seres humanos, e neste quesito acho que nós brasileiros damos exemplo de flexibilidade) somos rápidos para se adaptarem ao novo? De um segundo para o outro tudo continua no mundo virtual, só mudamos de cômodo e de vestimenta dentro de casa. Um ode à nossa flexibilidade!

Deixa eu ir que tenho encontro com meu grupo de crescimento pessoal, e depois vou continuar a última lida antes da impressão do meu novo livro, o HERstory – escreva a sua história! Continuamos escrevendo as nossas histórias, mesmo dentro das quatro paredes. E o fato de podermos respirar um ar sem medo, nos dá força para continuar e sorrir para a vida, para o momento presente. Um presente!

::Vá embora::

11/06/2020

O que vcs acham da nova letra do blog? Gostaram?!? Se soubesse que era tão fácil mudar para uma letra maior e mais legível, já o teria feito há anos! Vivendo e aprendendo!…

Tive o prazer de conhecer virtualmente o Roberto Farias por indicação do Tamer e por ocasião da confecção do meu novo projeto que se chama CONNEXX. Trata-se de uma plataforma de empregos na Europa, um local para motivar, inspirar e informar pessoas que estejam em busca de uma oportunidade de emprego no exterior. Estou bem no comecinho deste projeto e o Roberto foi quem fez o logotipo da CONNEXX para mim, que aliás, ficou muito marcante na minha opinião. O que vcs acham dele?

Para quem tem um pensamento holístico feito eu, adorei o serviço dele, que baseia a produção do logotipo nos arquétipos de Carl Gustav Jung. Ele fez vários materiais de marketing também e ainda tenho que colocar a mão na massa com mais ardor para usar tudo o que ele lindamente e carinhosamente produziu para mim. Aliás, aceito voluntários e dicas de artigos são sempre bem-vindas! Em especial me interessa tudo e qualquer coisa que possa ajudar uma pessoa a realizar seu sonho internacional. A plataforma é só em inglês mas não se acanhe: se o texto for bom, eu traduzo a essência dele e não hesitarei em publicá-lo! Como a plataforma de empregos ainda está sendo desenvolvida, o site está no momento sem nenhuma renda, por isso estou em busca de voluntários mesmo e gente que se prontifique a apostar na ideia, aceitando ser pago assim que o negócio for pra frente. As áreas onde o suporte é bem-vindo são variadas: SEO, marketing, TI e conteúdo, dentre outras. Outras ideias minhas para a página:

  • Oferecer um guia de serviços no exterior para estrangeiros (de imobiliárias, a médicos, serviços de assistência ao estrangeiro, etc.);
  • Avaliar mais pra frente os valores das empresas com um maior número de vagas e dar destaque para elas. Buscar “casar” empresa e candidato através de seus valores, atingindo assim um relacionamento mais profundo e duradouro.

Bom, e qual não foi a minha surpresa ao ganhar de presente do Roberto dois livros no final do processo da criação do logotipo! E olha que eu nem sabia que ele também era autor!

Como na hora de escolher seus serviços, decisão que tomei em questão de segundos, ao abrir o seu primeiro livro me identifiquei logo nas primeiras linhas, quando ele começa falando sobre o sentimento de deixar sua pátria para trás para ir morar no exterior. Para tanto ele usa as palavras da Antônia do Divã:

“Conselho de amigo. Vá embora. Vá embora do trabalho que te atormenta. Dessa relação que você sabe que não vai dar certo. Vá embora “da galera” que está presente ou te procura quando convém. Vá embora da casa dos teus pais. Do teu país. Da sala. Vá embora. Por minutos, por anos ou para a vida. Se ausente, nem que seja para se encontrar com você mesmo. Quando voltar, se voltar, vai ver as coisas de uma outra perspectiva, lá de cima do avião. Vai ver as coisas do tamanho que elas realmente são.”

Fonte: O Céu que se Cuide – Roberto Farias, YesBooks Editorial, 2016 e website da Antônia do Divã.

::Dica da Mineirinha::

22/10/2017

Pra quem está passando por aqui agora, por causa do lançamento do meu livrinho “(Re)descobrindo Quem é Você”, eu queria sugerir que me procurem também no Facebook e assinem lá minha página, a Mineirinha n’Alemanha”, porque costumo publicar muita coisa direto lá. Vira e mexe leio muita coisa legal e estou deitada na cama, dentro do trem, passeando por aí… e republico imediatamente no Facebook, sem passar por aqui.

Fica a dica! Nos vemos por lá?

E por falar em escrever por aqui, hoje ganhei dois presentes maravilhosos da vida!

Um deles foi o primeiro retorno sobre o meu novo livrinho, que foi muito, muito positivo vindo de uma amiga que significa MUITO pra mim e que considero de montão! Reduziu o medo do que ainda está por vir quanto a retornos quanto ao novo projeto, pois o retorno dela foi muito significativo pra mim, e como disse muito positivo, fiquei super feliz e grata!!! O ato de escrever pra mim é como se “despir” para o leitor, e depois que o projeto é solto no mundo, ele ganha pernas sozinho! Eu fico daqui vendo como ele está andando… É uma coisa meio como ganhar um filho e vê-lo crescer… um processo de absoluta introspecção e depois de soltar o “menino” pro mundo, deixá-lo andar com as próprias pernas. Bom ver que ele está se dando bem agora no comecinho de sua vida “adulta”, fazendo amigas e conseguindo dialogar com o mundão lá fora!

O segundo presente aconteceu depois que tive a coragem de fazer uma pergunta descarada e diretamente. Trata-se de outra pessoa que admiro muito, pra quem escrevi e perguntei se poderia incluir uma poesia de sua autoria no meu próximo projeto, que espero poder lançar nos próximos meses, e também perguntei se queria participar dele sendo a pessoa que irá escrever o prefácio. A resposta foi SIM… e SIM!!!

Esses dois acontecimentos foram dois grandes presentes hoje pra mim!!! Lá fora tem muita coisa para ser realizada, muito projeto pra levar adiante, muito sonho esperando pra nos dar as mãos e andar conosco. Vamos nos encher de coragem… e vamos caminhar?!?

::Saiu um novo livro da Mineirinha! Ou o inverso de: como se diz “enrolação” em alemão?::

10/10/2017

Para falar a verdade, eu tinha o projeto de escrever um novo livro já há muito tempo, mas fui – quase – vencida pela famosa enrolação, a em alemão tão famosa, conhecida e respeitada “Aufschieberitis” (vem do verbo “aufschieben”, que significa adiar, diferir, enfim para os mais entendidos e numa boa gíria brasileira: enrolar).

Nós, mulheres, temos 1.001 coisas na cabeça e para nós é muuuuuito fácil fazer de “b” a “z” quando na realidade sabemos claramente que deveríamos estar investindo naquele sonho importante, o “a”. Dizem que se algo nos dá muito medo, é exatamente naquilo que temos que investir, pois medos costumam esconder nossos maiores sonhos! E olha que tem bastante verdade nisso, viu?

Enfrentando meus medos de inúmeras coisas como escritora, mulher, mãe, profissional e expatriada, virava e mexia eu pensava de novo no projeto engavetado, que estava quase pronto… Comentei sobre ele com uma amiga escritora, a Isa Magalhães, e ela foi bem categórica: “lançe-o”. Mas eu sabia que não iria ser tão fácil assim…

Deixando de lado no momento algumas razões centrais da inércia temporária que explico no finalzinho do livro, e falando agora um pouco mais a nível geral, o ato de escrever para mim tem muita ligação com sentimentos. Tem muito de “timing“, de você um dia levantar da cama e afirmar: “hoje é o dia! ” E para mim, para minha satisfação pessoal e, espero, também dos meus leitores, foi no último domingo, 08/10/17, que consegui mesmo colocar a mão na massa de manhã até à noite e o novo livro saiu do forno!

°°°

Sobre o livro:

Este livro é para mulheres, principalmente aquelas em busca delas mesmas e de uma ocupação profissional que faça a diferença em suas vidas.

Simples, concisa, de leitura rápida, mas intensa, o objetivo da obra é que a leitora faça um mergulho profundo dentro de si mesma, voltando à superfície com reflexões importantes para sua vida.

A ideia do livro surgiu da experiência de expatriada da autora, que já acompanhou vários casos de mulheres que tiveram que se reinventar profissionalmente no exterior. A autora espera que possa contribuir na caminhada dessas mulheres para se tornarem quem são de verdade.

°°°

Talvez alguém possa estar se perguntando por que estou sendo tão sincera ao anunciar que meu novo livro demorou pra sair,  muito mais do que eu esperava… É bem simples: minha intenção é motivacional, uma mensagem direta para todos aquel@s que, como eu, já tinham se acostumado com um projeto inacabado.

Uma pergunta direta: você tem um sonho que está bem pertinho do seu coração, que você sabe exatamente qual é, mas tem até certo receio de pensar nele? Já chegou a se acostumar à ideia de deixá-lo inacabado?

Outra pergunta: como você se sente quando pensa nele?

Última pergunta (juro!): como você vai se sentir quando realizar o seu sonho?

Esses pensamentos não me davam paz quando meu projeto me vinha à cabeça…. Ficava decepcionada comigo mesma, depois ia procurar outra coisa para “tapar o buraco”, se é que você entende o que estou querendo dizer.

Dizem que há dois dias importantíssimos na sua vida: o dia em que você nasceu e o dia em que descobriu qual é sua missão nesse mundo. A minha está descrita no livro, e uma dica bem grande da direção que me guia fica no topo da minha página de consultoria Connex Consulting: sharing knowledge to help others to grow – dividindo conhecimento para ajudar outros a crescer. É isso aí, quando aqui não mais estiver, quero ter deixado uma marca no mundo de agregação, solidariedade, persistência, fé, ação, amor… e muito mais. E dei mais um passo em todas essas direções com esse novo projeto! Eu prefiro ser… essa borboleta-metamorfose ambulante!..

Espero que encontre no livro pensamentos e frases, além de muitas perguntas, que lhe levem firmemente a pensar em você mesmo, pois nesse mundo louco e interconectado estamos perdendo a capacidade de refletir sobre nós mesmos enquanto seres humanos e nos traduzir para o mundo externo. E por aí passam as pequenas e grandes alegrias do dia a dia e da nossa existência!

O livro está disponível no mundo inteiro na Amazon, mas em diferentes canais dependendo do país. NOTA IMPORTANTE: como a ideia do livro é de reflexão constante, ele recebeu o título “(Re)descobrindo Quem é Você”. Através da possibilidade da descoberta e da redescoberta, inventei de novo uma palavra dentro de uma palavra, como já tinha feito no primeiro lançamento, o “Mineirinha n’Alemanha”. Portanto,  ao procurar pelo livro na Amazon, lembre-se de adicionar os PARÊNTESIS na sua busca, ok?

Pra facilitar um pouco, abaixo alguns links:

E-book no Brasil * sem fotos pessoais, que aparentemente não puderam ser lidas pelo sistema

E-book na Alemanha * também sem fotos pessoais

Livro na Alemanha * com 9 fotos coloridas e pessoais, capa mais colorida ainda!

Ainda não tenho um canal de distribuição para a versão do livro no Brasil. Quando ele existir, aviso aqui.

Dependendo de onde você estiver no mundo, é mais fácil procurar pelo livro através do seu título, no campo de busca da Amazon, e assim você vai achar a oferta local, certo? Ele está disponível em 13 websites diferentes da Amazon, espalhados como vários canais de venda do Brasil ao Japão.

Estou bastante curiosa para receber comentários, ler e ouvir o que outras pessoas acharam depois da leitura do RQEV (isso, inventei também uma sigla para ele!). Vai lá e depois me conta, vai?!? Minha prima Lílian, que carinhosamente escreveu o prefácio do livro, já começa afirmando: “certamente, se este livro chegou até suas mãos, é porque você precisa dele! “


%d blogueiros gostam disto: