Anúncios

Posts Tagged ‘saudades’

::Eterna dor de expatriado::

16/04/2016

Achei esse poema na internet, cujo título na realidade é “Me perdoem por estar tão longe”, mas tomei a liberdade de intitular este post como “Eterna dor de expatriado”, pois foi esse sentimento, nu e cru, que o poema me passou. E que acho que muitos vão sentir o mesmo…

Poema de Ruth Manus

saudade1-1024x1024

Me perdoem por estar tão longe

E por tentar estar presente com tão pouco. 

Venho pedir que me desculpem

Por todos os dias em que eu não estou

Por todos aniversário aos quais eu não vou

Pelas tantas vezes em que a ligação falhou

Por ter que ser tão menos do que realmente sou

 

Venho dizer o quanto sinto

Por todos os almoços em que meu lugar sobra

Por ainda não ter visitado a casa nova

Por não ter ajudado com as coisas da obra

Por tantas vezes colocar o amor de vocês à prova

 

Eu juro que queria

Queria ter ajudado a sarar todas as doenças

Queria poder ser verdadeira presença

Queria segurar aquelas sacolas imensas

Queria fazer massagem nas suas costas tão tensas

 

Venho me desculpar

Por todos os copos de água que eu não busquei

Por toda louça suja que eu não lavei

Por todas as piadas que eu não contei

Por todas as dores que eu não abracei

 

Eu juro que queria

Segurar os cabelos de quem vomitava

Segurar o elevador para quem demorava

Segurar a onda de quem tanto chorava

Segurar as mãos sem precisar dizer nada

 

Me perdoem

Por ser uma imagem na tela do celular

Por ser um áudio que eu nunca termino de gravar

Por ser uma história que nunca dá tempo de contar

Por ser uma ausência com a qual vocês aprenderam a lidar

 

Me desculpem

Pelos tropeços dos quais não ri

Pelos pensamentos que eu não li

Me desculpem

Por saber o quanto minha falta dói por aí

E por não saber fingir

Que ela não dói

Igualmente

Sempre

E tanto

Aqui.

 

:: Saudades – Clarice Lispector::

12/11/2013

Sinto saudades de tudo que marcou a minha vida.
Quando vejo retratos, quando sinto cheiros,
quando escuto uma voz, quando me lembro do passado,
eu sinto saudades…

Sinto saudades de amigos que nunca mais vi,
de pessoas com quem não mais falei ou cruzei…

Sinto saudades da minha infância,
do meu primeiro amor, do meu segundo, do terceiro,
do penúltimo e daqueles que ainda vou ter, se Deus quiser…

Sinto saudades do presente,
que não aproveitei de todo,
lembrando do passado
e apostando no futuro…

Sinto saudades do futuro,
que se idealizado,
provavelmente não será do jeito que eu penso que vai ser…

Sinto saudades de quem me deixou e de quem eu deixei!
De quem disse que viria
e nem apareceu;
de quem apareceu correndo,
sem me conhecer direito,
de quem nunca vou ter a oportunidade de conhecer.

Sinto saudades dos que se foram e de quem não me despedi direito!

Daqueles que não tiveram
como me dizer adeus;
de gente que passou na calçada contrária da minha vida
e que só enxerguei de vislumbre!

Sinto saudades de coisas que tive
e de outras que não tive
mas quis muito ter!

Sinto saudades de coisas
que nem sei se existiram.

Sinto saudades de coisas sérias,
de coisas hilariantes,
de casos, de experiências…

Sinto saudades do cachorrinho que eu tive um dia
e que me amava fielmente, como só os cães são capazes de fazer!

Sinto saudades dos livros que li e que me fizeram viajar!

Sinto saudades dos discos que ouvi e que me fizeram sonhar,

Sinto saudades das coisas que vivi
e das que deixei passar,
sem curtir na totalidade.

Quantas vezes tenho vontade de encontrar não sei o que…
não sei onde…
para resgatar alguma coisa que nem sei o que é e nem onde perdi…

Vejo o mundo girando e penso que poderia estar sentindo saudades
Em japonês, em russo,
em italiano, em inglês…
mas que minha saudade,
por eu ter nascido no Brasil,
só fala português, embora, lá no fundo, possa ser poliglota.

Aliás, dizem que costuma-se usar sempre a língua pátria,
espontaneamente quando
estamos desesperados…
para contar dinheiro… fazer amor…
declarar sentimentos fortes…
seja lá em que lugar do mundo estejamos.

Eu acredito que um simples
“I miss you”
ou seja lá
como possamos traduzir saudade em outra língua,
nunca terá a mesma força e significado da nossa palavrinha.

Talvez não exprima corretamente
a imensa falta
que sentimos de coisas
ou pessoas queridas.

E é por isso que eu tenho mais saudades…
Porque encontrei uma palavra
para usar todas as vezes
em que sinto este aperto no peito,
meio nostálgico, meio gostoso,
mas que funciona melhor
do que um sinal vital
quando se quer falar de vida
e de sentimentos.

Ela é a prova inequívoca
de que somos sensíveis!
De que amamos muito
o que tivemos
e lamentamos as coisas boas
que perdemos ao longo da nossa existência…

::Quatro coisas::

15/11/2008

Quatro coisas sobre mim, que pode ser que você saiba ou não, em nenhuma ordem especial (instruções no final):

QUATRO LUGARES EM QUE VIVI

1 – Belo Horizonte

2 – Siegen, Alemanha

3 – Paderborn, Alemanha

4 – Lago de Constança, Alemanha


PROGRAMAS DE TV QUE ASSISTIA QUANDO CRIANÇA

1 – Sítio do Pica Pau Amarelo

2 – Desenhos da Penélope Charmosa

3 – Os Trapalhões

4 – Sessão da Tarde

PROGRAMAS DE TV QUE ASSISTO

1 – Filmes

2 – Desenhos do Sponje Bob

3 – Notícias

4 – Documentários (atualmente “Die Deutschen” (Os Alemães), canal ZDF

FORMAS DIFERENTES QUE ME CHAMAM

1 – Sandrinha

2 – Doc

3 – Doquinha

4 – Mama (mamãe em alemão)


QUATRO COISAS QUE NÃO CONSIGO VIVER SEM

1 – Amor

2 – Família / Amigos

3 – Música

4 – Deus

QUATRO PESSOAS QUE TE MANDAM E-MAILS TODOS OS DIAS: ou quase né…

1 – Alessandra

2 – Cecília

3 – Mamãe

4 – Deborah

QUATRO COMIDAS FAVORITAS

1 – Comida mineira

2 – Comida tailandesa

3 – Gebratene Forelle mit Mandeln und Kartoffeln (peixe daqui do lago com amêndoas e batatas)

4 – Sushi

QUATRO BEBIDAS FAVORITAS

1 – Sucos naturais

2 – Vinho branco (Müller Thurgau)

3 – Coquetéis

4 – Água Mineral

LUGARES EM QUE DESEJARIA ESTAR AGORA

1 – Em Belo Horizonte com minha prima Lílian

2 – Em Guriri com meus pais

3 – Dando uma volta ao mundo…

4 – …começando outra volta ao mundo…


QUATRO PESSOAS QUE CREIO QUE ME ENVIARÃO RESPOSTA

1 – Mamãe

2 – Lu

3 – Deborah

4 – Claudia


Por favor, não estrague a diversão!
Clique em encaminhar, apague minhas
respostas e escreva as suas, e envie para seus amigos.

Na teoria ficará sabendo um pouco mais sobre eles, e lembre-se de devolver
para mim, que lhe enviei esta mensagem.


%d blogueiros gostam disto: