Posts Tagged ‘trabalhador’

::Pesquisa de opinião::

08/05/2020

Em poucos dias atingi minha meta e estou muito agradecida por todos que participaram. Continuem respondendo! A pesquisa é sobre as etapas durante a busca de um emprego no exterior, suas experiências e dificuldades. Neste final de semana eu pretendo fazer o sorteio do livro, conforme prometido. Gratidão!

Clique aqui para acessar o questionário (em inglês).

::Como lutar contra a crise?::

19/02/2009

Estou muito curiosa pra saber que medidas têm sido adotadas pelos governos/empresas pelo mundo afora para conter parte dos efeitos da crise atual.

Aqui o governo alemão tem um instrumento muito interessante (“Kurzarbeit” ou trabalho reduzido) que se resume à redução da jornada de trabalho com o pagamento de uma compensação salarial equivalente a 60/67% (dependendo se a pessoa tiver filhos ou não), que é relativa à diferença entre o salário anterior e a carga horária reduzida. Se um funcionário trabalha 10% a menos, recebe um salário líquido de só 3% menor, se ele fica metade do tempo em casa (50% de redução da jornada de trabalho), recebe, dependendo de sua “classe de impostos”, aproximadamente 16-17% do salário líquido anterior. Há ainda empresas que estão reduzindo adicionalmente a carga horária semanal e planejando pausas na produção durante fases específicas (férias prolongadas no Natal, Carnaval, etc.).

O governo também está oferecendo vários cursos de formação profissional, para que os funcionários se qualifiquem durante este tempo em que estão trabalhando menos. O governo chega a pagar 80% do custo dos cursos, e o empregador também economiza com esta medida, com relação aos encargos trabalhistas da compensação relativa à redução da jornada de trabalho. É, portanto, uma medida onde todas as partes saem ganhando.

O instrumento da redução da jornada de trabalho com o subsídio do governo pode durar, segundo as leis, até 18 meses. A combinação entre subsídio e qualificação da mão-de-obra me parece uma excelente combinação. Acho que não existe nada parecido no mundo, pelo menos não conheço (ainda) nada parecido. Existe um sistema parecido com este na Suíça e na Itália. O governo daqui está, portanto, investindo pesado para evitar as demissões em massa.

Muitas outras medidas no sentido de aquecer o mercado interno estão sendo implementadas aqui também, mas só o imposto de renda foi reduzido até agora. A decisão do Brasil de reduzir os impostos sobre a produção de carros (IPI) me parece uma das mais acertadas até o momento. Aqui tiveram a idéia de oferecer 2.500 euros para quem quiser trocar de carro e este tiver 9 ou mais anos de idade, mas o alemão analisa as ofertas a fundo e muitos chegaram à conclusão que nao vale a pena, ainda mais porque um carro de 9 anos de idade ainda vale os tais 2.500 euros oferecidos…

E no seu país/na sua região/na sua empresa, que medida está sendo tomada e está mostrando resultados positivos?


%d blogueiros gostam disto: