Posts Tagged ‘vacina’

::Para os negacionistas de plantão:

22/12/2020

Perguntas para os negacionistas de plantão:

– Por que a Alemanha teria tomado a decisão de vacinar todos os habitantes acima de 80 anos e toda a classe médica em uma primeira fase de vacinação se não tivesse a expectativa de que a vacina é o melhor meio de combate contra o coronavírus?

– Se já existissem remédios ou vitaminas de fácil acesso e baratos no combate contra o COVID, por que a Alemanha e todos os países da Comunidade Européia teriam tomado a decisão de instalar um lockdown que os estão levando a enfrentar a maior crise econômica desde a Segunda Guerra Mundial?

– Por que a Ivermectina continua sendo indicada no Brasil como remédio paliativo contra o coronavírus, sendo que foi proibida para tal uso no meio de 2020 na Europa e não tem mais patente? Que laboratório teria sido louco de colocar a fórmula de sua suposta galinha dos ovos de ouro acessível na internet para qualquer um?

– Uma vacina não é só um ato de cuidado para com você, mas para a comunidade onde está inserido. Quantas doenças você já deixou de ter na sua vida graças às vacinas desenvolvidas ao longo de várias décadas de pesquisa, como p.ex. difteria, poliomielite, coqueluche, varíola, etc.?

– Todos os insumos farmacêuticos usados na produção de remédios e vacinas na atualidade vêm ou da Índia ou da China. Você vai deixar de se medicar por causa disso?

– Se você ficar doente irá querer ser tratado por um médico ou por um político? A prevenção é melhor do que a cura! Isso porque o coronavírus é visto por alguns médicos como muitíssimo mais agressivo do que o vírus da gripe, pelo fato dele conseguir atacar vários órgãos no corpo como o coração e o cérebro, por exemplo. As sequelas podem ser terríveis, mesmo no caso de pessoas jovens e saudáveis.

Tem mais argumentos? Escreva nos comentários!

::Sua alma, sua palma::

19/12/2020

Cresci ouvindo muitos provérbios, fruto da sabedoria popular que também era repassado no dia a dia de convivência da minha família, um deles era o “sua alma, sua palma”, que está ligado ao conceito de desobediência e consequência. Ele é usado quando alguém quer avisar a outra pessoa que se ela fizer algo errado, sofrerá as consequências.

Pois bem, penso que esse provérbio seja perfeito para o momento atual em que estamos inseridos, onde parece que estamos lutando com duas epidemias ao mesmo tempo: a do coronavírus e a da desinformação.

Tão próximos do início de uma vacinação em massa, que não irá nos proporcionar a volta à vida normal de antes da pandemia, mas irá pelo menos salvar muitas vidas, vejo o mundo discutindo, tanto quem sabe algo de medicina quanto quem sabe pouco ou nada, sobre a decisão de tomar ou não tomar a vacina, se ela é ou não confiável e a criatividade e a maldade daqueles que espalham fake news parece ter chegado ao nível máximo – ou pelo menos eu espero que este seja o caso!…

Sua alma, sua palma. Leia fontes confiáveis. Não repasse informações antes de checar sua vericidade. Reflita e pergunte para quem entende do assunto. Busque várias fontes antagônicas, forme sua opinião. Tente aprender um pouco mais sobre a história das pandemias e da produção de vacinas ao longo da História. Tome sua decisão e viva com ela. Mas, por favor, se não tiver base científica e não entender muito bem do que está falando, faça um favor à humanidade e aos seus semelhantes: guarde sua opinião para você! Você estará salvando vidas! Pois, se decidir não tomar a vacina e correr o risco de adquirir a doença e sofrer sequelas do COVID, algumas delas para sempre, pelo menos não terá o peso de consciência de ter influenciado outras pessoas a seguirem o seu caminho.

No Brasil, a desinformação pode matar mais do que o coronavírus!

Alguns dos muitos artigos que andei lendo nos últimos dias:

Como reduzir os riscos de transmitir coronavírus nas festas de Natal e Ano Novo

Cientistas da UNICAMP mapeiam desinformação sobre COVID-19 e afirmam que pseudociência se propaga como epidemia

COVID-19: “Brasil terá janeiro mais triste de sua História”, prevê pneumologista

::Os perigos da tal pandemia::

19/10/2009

Uma reportagem da revista “Der Spiegel” (O Espelho) de hoje comenta o fato de que a vacina contra a gripe suína, comprada pelo governo para a população alemã (marca Pandremix), parece não estar liberada nos EUA nem na Inglaterra, não é recomendada para grávidas, crianças abaixo de 3 anos e vários médicos alemães acreditam que ela não foi testada o suficiente, podendo trazer “mais efeitos negativos do que positivos”. Estranhamente, o governo alemão está comprando outro tipo de vacina para os políticos e funcionários públicos (marca Celvapan), deixando essas outras marcas de vacina dubiosa para o restante da população. O artigo cita que especialistas da área de saúde consideram que isso pode ser visto como um verdadeiro escândalo, já que cidadãos europeus (exceto os grupos acima citados) podem estar servindo de cobaias para experimentos das grandes indústrias farmacêuticas mundiais, que foram sem dúvida as que mais ganharam até agora com essa história de pandemia e pretendem. lógico, continuar ganhando. Leia aqui (em inglês) a bula das três marcas de vacina a serem usadas na Europa. A bula cita que as marcas da vacina foram liberadas sob circunstâncias excepcionais, já que não foi possível até agora obter informações suficientes sobre ela. Em uma pesquisa feita pela revista, no momento 86% dos entrevistados não demonstram interesse pela vacinação a ser iniciada pelo governo no dia 26 de outubro próximo.

Alarmante para mim foi ainda a informação de que se as vacinas não forem completamente usadas aqui na Alemanha, elas serão doadas para países em desenvolvimento. Cuidado, Brasil! Se eu puder evitar, ninguém aqui em casa será vacinado contra a gripe suína, pelo menos no momento!!!

Fonte: Revista “Der Spiegel” de 19.10.2009


%d blogueiros gostam disto: